quinta-feira, 7 de abril de 2011

A Fazenda 4: Bruna Surfistinha e as novidades da próxima edição

E A Fazenda 4 vai estar bem boa né galera? Além dos nomes DELICIOSOS que estão aparecendo para a gente na midia como por exemplo: Raquel Pacheco (Bruna Surfistinha), Clara Averbuck, Dani Bolina, Léo Santana, Viviane Araujo, Thammy Miranda, Cristina Mortagua, Valeska Popozuda, Ronaldo Esper, Vampeta, Nicole Bahals e muitos outros (e com muitos outros eu espero pela linda Angela Bismarchi e o querido Túlio Maravilha) o diretor Rodrigo Carelli promete 15 candidatos a milhonarios com perfis bem diferentes um do outro. Com intenção é claro de causar polemica, barracos e romances na nova edição do reality show.

Com apresentação de Britto Jr., a quarta edição terá novidades na decoração da sede da fazenda onde os peões ficam confinados. Carelli, no entanto, jura que não haverá uma nova construção, como a Casa da Roça, que foi inaugurada na edição passada e voltará este ano.

Sobre a dinâmica do jogo, o diretor adianta que os participantes podem ser divididos em grupos como no programa passado. Já as provas com grandes estruturas terão ainda mais destaque. O dia da eliminação pode ser trocado de quinta-feira para domingo. "Vamos apostar em provas grandiosas. Mas todas são testadas antes de os participantes realizarem", afirma.

A produção está à procura de um animal diferente para causar o mesmo impacto do casal de avestruz, que bicou e botou para correr alguns peões da terceira edição. "O bicho é sempre uma questão complicada, porque exige a aprovação de especialistas", diz Carelli.

A Record vai estrear A Fazenda 4 em julho por questões estratégicas. O programa ficará no ar até o início de outubro, quando começam os Jogos Pan-Americanos 2011, evento esportivo que será transmitido a partir do dia 14. A emissora também quer concorrer com a macrossérie O Astro, remake da trama homônima de Janete Clair que a Globo deve exibir em julho.

Existe ainda a possibilidade de A Fazenda 4 ser transmitida em HD. A direção da Record ainda não bateu o martelo porque a filmagem em alta definição implicaria em elevar muito os custos da produção. Para se adequar à nova tecnologia, as mais de 40 câmeras utilizadas no programa seriam trocadas e os cenários, reajustados. "É um investimento muito alto", frisa o diretor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário