domingo, 7 de maio de 2017

Biografia dos Artistas: 2x18 - Carola Oliveira


Ana Carolina Rorato de Oliveira, conhecida por Carola Scarpa (São Paulo, 24 de agosto de 1971 - São Paulo, 25 de fevereiro de 2011) foi uma socialite e atriz brasileira. Carola Scarpa foi casada com Chiquinho Scarpa e entre 2002 e 2003 participou do programa Casa dos Artistas 2 e Casa dos Artistas 3 , do SBT. Autointitulava-se atriz e cantora e morreu em consequência de complicações derivadas de anorexia. Era sobrinha do executivo de televisão Boni e da ex-governadora gaúcha Yeda Crusius. Era filha do diretor de televisão Carlos Augusto Oliveira. Em 1990 trabalhou como coadjuvante na telenovela Cortina de Vidro, dirigida pelo pai no SBT. Mudou-se em seguida para os Estados Unidos e mais tarde para Israel com um segurança, com quem teve um filho. Em sua passagem pelos EUA teria mantido um relacionamento com o mafioso John Gotti Junior, embora ela confirmasse apenas tê-lo conhecido.

Carola ficou conhecida no Brasil quando participou da casa dos artistas no SBT, onde teve diversos atritos com os outros participantes, principalmente com a participante Syang se casou com o até então playboy Chiquinho Scarpa. O relacionamento durou nove meses e acabou em 1999, segundo ela, porque o marido era "gay"; as revelações foram feitas por Carola em programas de televisão de grande audiência, como o Programa do Ratinho. A festa de casamento dos dois foi um evento que contou com ampla cobertura midiática e divulgação em dois telões, todo ele custeado por patrocinadores; desde a separação foi levantada a suspeita de que, além de "alpinista social", Carola também fosse garota de programa de luxo, boato que seria "confirmado" por haver aparecido, semioculta pela imagem fora de foco, em um programa televisivo sobre turismo sexual na cidade de Natal (Rio Grande do Norte), em 2009.


Na Casa dos Artistas: Carola ficou infelizmente pouco menos de 48 horas no confinamento e causou as maiores brigas da edição, tretou geral, menos com a Ellen Rocche, porque essa é um amorzinho e não tem como brigar com ela, não é mesmo? Resultado: Foi coagida a desistir, já que todos os demais participantes estavam com um ódio sem controle sobre a moça. O que nos faz pensar que ela deve ter entrado no programa instruída a fazer isso, uma vez que o reality show estava bem parado, com todo mundo muito amiguinho... Formula usada pelo BBB em sua nona edição, quando inventou a casa de vidro que nos trouxe André Cowboy para nossas vidas, pensando agora... Qual foi o fim que André e Carola tiveram?


Depois do programa e causa da morte: A moça teve uma nova oportunidade de ficar confinada no reality show do SBT, na temporada seguinte dele ao lado de seu fã, Marcelo Mathias. Também não teve muita sorte no confinamento e depois disso, não fez nada de muito importante, apenas pequenas aparições em programas de fofocas. Rolavam boatos que ela estava envolvida com prostituição por volta de 2009. Sobre sua morte, Foi inicialmente atribuída à anorexia, sua morte foi atestada como decorrente da insuficiência múltipla de órgãos, diabete e insuficiência renal crônica. Carola havia sido internada no hospital Santa Paula, apresentando um quadro de parada cardíaca, no dia 23 de fevereiro de 2011. Foi ali ressuscitada mas não se recuperou, vindo a falecer dois dias depois.

Qualquer novidade eu volto, lembrando que quem quiser entrar em contato comigo, pode add no facebook, procurando por "Bruna Jones" e que agora na página oficial do blog, vocês encontram conteúdo exclusivo: clique aqui! Podem também procurar e seguir no twitter no @odiariodebrunaj certo?

Nenhum comentário:

Postar um comentário