sábado, 31 de dezembro de 2011

Centro de Comando: 1x12 - Aquele com as melhores coisas que aconteceram em 2011


Então que a primeira música que eu escutei em 2011 foi Firework, da Katy Perry. E neste momento, eu rezei (porque eu sou do tipo de pessoa que reza, que faz pedidos, que se envolve com determinadas músicas em determinados momentos) para que eu tivesse controle profissional e emocional na minha vida, que toda a bagunça dos anos anteriores fosse arrumado, que eu tivesse força para abrir mão de algumas coisas, de algumas pessoas... Não posso dizer que foi um sucesso, porque eu ainda briguei, eu ainda me importei, eu ainda me envolvi, mas eu consegui ter um controle maior sobre tudo, em algum momento você simplesmente tem que abrir mão e não é a tarefa mais fácil do mundo e não tem como ninguém te explicar como fazer, é algo que vem de você, um dia você para e percebe que tem que fazer alguma coisa, e então faz...

Enquanto eu via todos a minha volta, comemorando e felizes, eu desejei que aquela felicidade nunca fosse embora, que eu soubesse como encontrar bom-humor mesmo num dia fechado e com nuvens carregadas. Isso também não foi uma tarefa muito fácil, porém eu acho que fiz minha parte com sucesso, porque o tanto de recado que eu recebo no twitter de pessoas que falam que se divertem comigo, comentarios no facebook do tipo: "to rachando aqui" e as pessoas que chegam até mim na rua, meus amigos e familia que só de olhar pra minha cara já abrem um sorriso, isso me faz acreditar que eu realizei um bom trabalho esse ano (e eu devo metade disso ao Glauber Monteiro, porque foi ele quem ligou um lado humoristico em mim que talvez eu tivesse levado alguns anos para descobrir, eu disse que você fez do meu mundo, um mundo melhor, não disse?), porque esse é o verdadeiro objetivo pra mim, tirar um sorriso nem que seja pra dizer "Putz, como essa garota é besta", se eu conseguir isso, já fico feliz, bem feliz.

Desejei amor, nesse quadro eu não sei se obtive total sucesso, porque se eu fui amada (relacionado a amor homem e mulher) eu não recebi esse memorando, mas eu amei, é como eu disse, não tem como estar pelo menos 10% apaixonada, eu fiquei, mais que 10% algumas vezes, não digo que fracassei, porque eu fiz o que eu poderia fazer nos casos, eu tive coragem o suficiente de me expor, eu lutei, eu amei, eu perdi. Permaneço de cabeça erguida... (Não vou citar nomes nesse quadro, porque se você está lendo isso, sabe que estou falando de você!)

Amigos, eu quis que todos os meus amigos fossem bem sucedidos em todas as areas da vida deles, que tivessem o dobro de tudo aquilo que eu tivesse pedido pra mim (Fran Carneiro, Michele Accacio, Renato Barros, Denis Jordhão, Murillo Grigolon, João Petténa, Raul Leles vocês sabem mais sobre mim do que talvez eu mesma saiba, cada um teve um papel muito importante da minha vida em algum momento, todo o suporte, atenção e carinho, tenham certeza que foi muito importante pra mim, vocês são muito importantes pra mim) e não pedi por novos amigos, mas acabei ganhando né Guilherme Gonçalves? (Ele só não vai me xingar muito no twitter porque ele não tem twitter, mas ele não vai gostar, porque ele não é do tipo que gosta de demonstração pública de afeto).

Viagens, Deus como eu viajei esse ano. As comissarias de bordo de SP/RIO já me chamam pelo nome, só em setembro eu passei quatro finais de semana no Rio de Janeiro, tá certo que dois deles foi a trabalho, mas os quatro finais de semana foram perfeitos, tanto pelos trabalhos como pra assistir os shows no Rock in Rio, ao lado de um dos meus melhores amigos, Bruno! (Eu não tenho palavras pra dizer como em tão pouco tempo, alguém se tornou tão essencial na minha vida, eu não sei viver em um mundo no qual você não exista). E tantos outros trabalhos realizados, fotos feitas no Hopi-Hari, na virada cultural, medos que foram quebrados (em sua maior parte de altura) e coisas que absolutamente não tem preço.

2011 foi um ano de aprendizagem, na maior parte sobre mim mesma. Eu acredito de fato que na maior parte eu sou uma pessoa irritante, dificil de conviver, que sempre tem opinião sobre tudo, dificil na queda, orgulhosa e decidida... E tenho plena consciência de que isso muitas das vezes não são qualidades aos olhos das outras pessoas, mas Deus, eu me sinto tão bem assim, porque podem dizer qualquer coisa sobre mim (inclusive falaram muito sobre mim com essa história do Rosas de Saron), mas uma coisa não podem dizer, que eu sou hipócrita, falsa, duas palavras... Porque eu nunca tive medo de falar ou fazer nada por causa do que os outros poderiam pensar, eu nunca fui do tipo de "fazer a social", se eu gosto de você, eu gosto de você, se eu não gosto, é uma pena, não tem nada no mundo que me faça mudar. Meus amigos dizem que eu faço as quatro estações do ano por dia, e é bem por ai, eu sou intensa, fica por perto quem é capaz de aguentar o baque.

Então pra finalizar e deixar de viadagem, se eu puder desejar que meu 2012 seja metade do que foi 2011, eu já estou feliz. Porque eu arrasei em 2011! E vocês, (meu Deus, não me deixa esquece nenhum nome!) Fran Carneiro, Michele Accacio, Bernardo Fanocchiaro, Bing, Bruno Righetto, Green, Francine Garcia, Murillo Grigolon, Renato Barros, João Petténa, Léo Francisco, Denis Jordão, Glauber Monteiro, Raul Leles, Rodrigo Barbosa, Bruno Alexandre (os antigos). Rogério Dutra, Guilherme Gonçalves, Gustavo Nogueira, Iago Rezende, Felipe Braun, Luque Sommer, Fábio Rabaça, Kiury (os novos). Ingrid Marquardt, Danielle Pinheiro, Andrez Souza, Thiago Casagrande, Wander Veroni(os leitores que viraram amigos) e todos os outros leitores, aos que vão ao teatro me assistir no Novas Direções, aos meus alunos, a todo mundo que gosta indireta o diretamente de mim, VOCÊS FIZERAM COM QUE MEU 2011 FOSSE FUCKIN' PERFECT! Obrigada a todos vocês, e que venha 2012 cheio de alegrias, amores e risadas para a gente. Vou ficar esperando por vocês! <3 br="">
Antes de querer dominar o mundo, domine a si mesmo. (Bruna Jones)

2 comentários:

  1. Uau que diliça! Feliz ano novo amiga!

    ResponderExcluir
  2. Também não tenho do que reclamar desse 2011, e dentre as coisas bacanas que me aconteceram está você! Desejar saúde, sucesso e tudo mais no ano novo, pode soar meio clichê, mas é de coração!

    Que as distâncias diminuam! Beijão e boa virada (do ano, no caso).

    ResponderExcluir