segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Amazônia: 1x04 - Nossa grande missão, É salvar ou socorrer

Então que finalmente o programa começou a ficar mais dinamico e menos de mimimi, e está quase sendo bom assistir. E como sempre, tivemos um previously do episódio anterior e depois começamos com Victor dizendo que depois eles vão conhecer outras comunidades de indios que existe lá. Alexey então mostra aos participantes o planeta Jupter e Vivi diz que com o binoculo ela conseguia ver gente lá, porque né? Ela é filha de quem? Raul Seixas? Maconha deve tá no sangue dela, nem precisa fumar, mas de qualquer modo, os participantes acharam coerente ir dormir depois dessa. E por falar em maconha, já repararam no Matheus Verdelho falando? Sinceramente, ele fala com uma moleza, com um olhar tão distante que eu até gostaria de ver ele confinado em A Fazenda, só pra ver se ele entra em crise de abstinecia das drogas e surta e quebra uns barraquinho. Picutura que acordou antes começa a arrumar o quizumba que eles chamam de acampamento e Carolina diz que Natália não faz nada além de ficar o dia todo na barraca e que a miss se faz de sonsa a maior parte do tempo, e os participantes inclusive acham que ela possui um ipad na barraca dela.

Picutura chama Alexey de Tonho da Lua e conta que pensaram em dividir o dinheiro do vencedor entre a equipe, porém Martha disse que não iria dividir porque ela tem uma ong e vai dar o dinheiro todo para ela. Pampa diz que isso não é desculpa para se dar, porque quase todos eles estão envolvidos com projetos sociais. Allen diz que eles (principalmente ele, Mel e Vivi) estão escrevendo músicas sobre o convivio deles, e eu odeio essa gente que vai pra reality show pra escrever música! Dei graças a Deus que foi proibido o violão em A Fazenda 3 em diante porque aguentar o Tico Santa Cruz cantando a mesma música (única de sucesso dele, graças a Malhação) ia ser o fim do mundo pra mim, eu acho bem mais interessente quando ele coloca vodka no olho e corre o risco de perder a visão que nem um idiota em Campinas que fez o mesmo depois de assistir a um video desse senhour na internet.

Carol então foi ver um médico, porque desde a estréia do programa ela vem reclamando de dores e da vida, e ninguém até agora entendeu que ela simplesmente não tem uma estrutura fisica (e nem força de vontade) para sobreviver ao programa né? Carolina diz que Allen só trabalha quando ve alguma camera ligada e diz que o povo joga lixo tudo errado, quer dizer, toda trabalhada no veneno, a moça. Natália diz que ve gente focada na final desde o começo do programa e depois Carol retorna ao acampamento devidamente dopada, quero dizer, medicada e não foi dessa vez que alguém foi excluido do programa.

Prova da semana: Com um mapa cada equipe deve chegar no ponto indicado e resgarar uma pessoa acidentada e depois transferir essa mesma pessoa para o barco médico, quem fizer em menor tempo, vence. Marcelo então explica coisas básicas sobre como resgatar uma pessoa e o que fazer com os ferimentos e os melhores meios de transporte para cada situação de risco diferente.

Hora do jogo, equipe onça começa e desde o inicio a propria equipe está em conflito, e Vivi lembra que se eles continuarem brigando, vão perder pontos. Ao avistar o acidentado, Natalia começa a gritar para acalmar a pessoa e Carol diz que eles não tem que ficar gritando com o cara, só realizar a prova. Depois todos, menos Carol e Vivi, descem do barco para resgatar o paciente e ainda assim, eles jogam o cara na lama, Pampa altamente perdido e atolado, uma bagunça geral. No meio do caminho, Carol manda todo mundo ficar quieto de novo e só prestarem atenção em Vivi, só que o que a bonita faz? Faz com que eles errem o caminho que anteriormente, a propria equipe já havia questionado o local, ou seja, nem os participantes prestam atenção quando os tecnicos ou o apresentador fala. No meio disso tudo, Natalia também se acidenta e risca o proprio rosto.

Já na equipe peixe, Picuruta desde o inicio controla a equipe inteira e conseguem com velocidade chegar no local indicado, lá, TODOS os participantes descem do barco e vão até o acidentado e conseguem com facilidade fazer o transporte, o mesmo do inicio da prova se aplica no final e no fim eles são bem sucedidos na tarefa. Só que, Picuruta começa a chorar emocionado com a realização da prova, forçou? Será? A vitima então explica que a equipe peixe foi a melhor na realização da tarefa, que fizeram conforme manda o figurino, enquanto a equipe onça chegou a pegar agua do rio para limpar o ferimento dele! WTF? Qualquer um, por mais idiota que seja (até o Tico Santa Cruz) sabe que em machucado não se deve lidar de qualquer maneira assim, mas beleza.

Participantes comentam a prova entre eles e depois Victor anuncia que a equipe peixe foi a vencedora da atividade com diferença de uns 20 minutos cada, mas não contou pra gente quanto que foi o real tempo que cada time fez, né? E também chora ao dizer que Picuruta se emocionou na final e que ele é um exemplo a ser seguido e amado por todos. Como premio, equipe peixe vai nadar com os botos no proximo episodio.

Pontuação fica assim: Equipe Onça com 20 pontos e Equipe Peixe com 10 pontos. Os individuais temos: Allen e Pampa com 12,5 cada; Carol com 0; Natália com 20; Vivi com 5 e Tarso com 15. Alexey e Matheus com 10, Carolina com 20, Martha com 5, Mel com 0 e Picuruta com 17,5. E vem cá, não vão explicar como é feito essa pontuação mesmo? Porque eu não vejo nada que faça Natália e Carolina terem 20 pontos, além do fato delas serem contratadas da Record. E porque Mel que rala tanto tem 0 pontos? Deveria ser melhor explicado isso ai né não Record? Para saber mais sobre esse e outros realitys shows que fazem parte de nossas vidas, é só seguir no twitter galera, é: @odiariodebrunaj ou procura no facebook por Bruna Jones que a minha foto é de uma coelho bonitinho com a palavra "Where's Fluffy"! Beijos!!

(Música do titulo: Sociedade de Resgate, Bernardo e Bianca)

Nenhum comentário:

Postar um comentário