quarta-feira, 11 de maio de 2016

Séries & Realitys: 2x19 - Fringe

Fringe (no Brasil, Fronteiras) foi uma série de televisão criada por J.J. Abrams (mesmo criador de Lost e Alias). A série tem uma mistura de Arquivo X e The Twilight Zone. Foi lançada em 9 de setembro de 2008. Em 1 de outubro de 2008, foi anunciado a encomenda de uma temporada completa da série, que assim passou de 13 para 22 episódios, mas foi encurtada para 20 episódios, se encerrando em 12 de maio de 2009. A segunda temporada estreou nos Estados Unidos em 17 de setembro de 2009. Em 6 de março de 2010, a FOX renovou Fringe para sua terceira temporada, o que foi confirmado em 8 de março. A série deverá continuar nas quintas, apesar da baixa audiência que tem conseguido nesse horário. No mesmo dia, foi anunciado que seria uma temporada de 22 episódios, assim como a segunda temporada, e o episódio de estreia da nova temporada foi ao ar no dia 23 de setembro de 2010. Em 24 de março de 2011, o produtor-executivo da FOX anunciou em seu perfil do Twitter a renovação da série para a quarta temporada. E logo depois foi dada a informação de que seria uma temporada completa de 22 episódios. Em 26 de abril de 2012, a FOX renovou a série para sua quinta e última temporada, contendo 13 episódios. Os 2 últimos episódios da série foram exibidos originalmente pelo canal FOX no dia 18 de Janeiro de 2013.

É um drama que explora a tênue linha entre a ficção científica e a realidade. Quando um acidente aéreo ocorre em Boston, matando todos os passageiros e a tripulação de forma chocante, a agente especial do FBI "Olivia Dunham" (Anna Torv) é chamada para investigar. Depois que seu parceiro, o agente especial "John Scott", quase morre durante a investigação, Olivia procura desesperadamente por ajuda e acaba conhecendo o "Dr. Walter Bishop" (John Noble), considerado o Einstein da nossa geração. Só há um problema: Walter esteve internado em uma clínica psiquiátrica pelos últimos 17 anos e a única forma de questioná-lo é pedindo ajuda a "Peter Bishop" (Joshua Jackson), o estranho filho de Walter. Quando a investigação de Olivia a leva à manipuladora executiva de uma megacorporação chamada Massive Dynamic, "Nina Sharp", esse trio improvável, ao lado dos agentes do FBI, "Phillip Broyles", "Astrid Farnsworth" e "Charles Francis", vai descobrir que o que aconteceu com o voo 627 é apenas um pedaço de uma verdade maior e mais chocante.

Curiosidades:

 Sabia que Fringe possui sua própria Wikipedia? A série tem tantas informações e segredos que os fãs criaram um portal que simula a enciclopédia virtual, porém com conteúdo totalmente focado no seriado. Clica aqui e acesse.

 Já reparou que quando a série vai para seu intervalo comercial, sempre aparece um símbolo? Eles são chamados de códigos glifos e não alteram a mitologia da série, mas segundo JJ Abrams, eles tem um significado secreto. Ao unir todos os glifos (cada um representa uma letra) que aparecem nos intervalos da série, eles irão formar uma palavra que tenha a ver com o tema do episódio. Por exemplo, no primeiro episódio da segunda temporada, os glifos formam a palavra TOWER (uma referência ao World Trade Center na realidade paralela) e no episódio 2.22 Over There, Part 1 eles formam a palavra WEAPON, se referindo ao Walternativo usando o Peter como uma arma na guerra dos universos paralelos.

 A música de abertura da série foi criada pelo próprio JJ Abrams. Ele teve a ideia da música à noite, enquanto tentava dormir. Para não esquecer, registrou todos os sons que imaginou em um gravador. Meio surreal, né? Como tudo em Fringe, a música de abertura também não poderia ser criada de modo diferente.

 No piloto de Fringe, Peter diz para Olivia: “Você queria meu pai, agora você tem meu pai, o que entra na categoria de ‘cuidado com o que você deseja’”. Essa segunda parte da fala do jovem Bishop é idêntica a uma fala de Kate Austen, personagem de Evangeline Lilly, em Lost, série que também foi criada por JJ Abrams.

 Na primeira temporada, a equipe da divisão Fringe tem vários contratempos devido a um homem chamado David Robert Jones. Na segunda temporada, eles lutam contra um visitante do universo paralelo chamado Thomas Jerome Newton. “David Robert Jones” é o nome real do ator e cantor David Bowie e “Thomas Jerome Newton” é o nome do personagem interpretado por ele no filme O Homem Que Caiu Na Terra.

 Essa curiosidade os fãs da série já devem ter reparado: mesmo nos episódios nos quais o foco não é o Observador, sempre que os eventos inexplicáveis de Fringe estão prestes a acontecer, ele está ali presente. Um exemplo, no episódio 1.05 Power Hungry, o Observador é visto colocando seu chapéu, saindo do elevador. Logo em seguida, o acidente do episódio acontece. Esse personagem, inclusive, foi usado como estratégia de divulgação da série e esteve presente em vários programas da Fox, como American Idol, na NFL e nos eventos da Nascar.

 Todas as cenas externas do show supostamente são na Universidade de Harvard, mas na verdade são imagens da Universidade de Yale.

 O piloto foi filmado em Ontário, no Canadá, mas o restante da primeira temporada foi gravado em Nova Iorque. Na segunda temporada, a produção da série se mudou para Vancouver.

 Você já percebeu que nosso universo e o mundo paralelo possuem notáveis diferenças? Aqui estão algumas delas: o World Trade Center continua de pé no lado de lá, Martin Luther King está na nota de 20 dólares e os dirigíveis são normalmente usados como meio de transporte. A série The West Wing ainda vai ao ar no universo paralelo, a Estátua da Liberdade é feita de bronze e o Lanterna Verde e o Arqueiro Verde dos quadrinhos são Lanterna Vermelha e Arqueiro Vermelho na outra realidade.

 Reparou que a duração dos episódios da primeira temporada é um pouco maior que os episódios da segunda? No ano 1 de Fringe, os episódios tinham entre 49 e 51 minutos e depois passaram a ter entre 42 e 43 minutos, como as séries convencionais. Isso foi um experimento da Fox para ver se os expectadores se sentiriam mais motivados a assistir a série se ela tivesse menos comerciais.

E ai? Gostaram da volta da coluna? Estão gostando das matérias? Não deixem de add a minha pessoa no facebook "Bruna Jones" para a gente papear um pouco, ou então a página oficial do blog. Quem quiser, também pode acompanhar tudo via twitter no @odiariodebrunaj e fiquem ligados que a qualquer momento, tem mais. Beijos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário