quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Séries & Realitys: 3x06 - Ringer


Ringer é uma série de televisão estadunidense, estreou no dia 13 de setembro de 2011 no canal The CW. Estrelada por Sarah Michelle Gellar, que interpreta as irmãs gêmeas Bridget Kelly e Siobhan Martin. No dia 12 de outubro a série ganhou uma temporada completa com 22 episódios. A história inicial enfoca-se em Bridget (Sarah Michelle Gellar), uma ex-stripper e dependente química que está fugindo da máfia. Mas logo somos apresentados a sua irmã gêmea Siobhan (também interpretada por Sarah Michelle Gellar),que é milionária e aparenta ter uma vida perfeita, em um passeio de lancha em que as duas irmãs conversariam melhor sobre ambas, Siobhan misteriosamente desaparece no meio do mar, deixando Bridget desesperada e convencendo-a de sua morte que parece ter sido um suicídio, como ela não consegue encontrar a irmã, e já se lembrando de todos os problemas em que está envolvida, Bridget decide se passar pela irmã, assumindo sua identidade e todas as responssabilidades de Siobhan, que aliás nem ela sabia, mas o que ela não esperava é que a irmã parece ter uma vida ainda mais perigosa que a dela. Bridget se dá conta que a vida de sua irmã Siobhan não era a maravilha que pensava, ela é obrigada a assumir a enteada, Juliet, o marido, Andrew, (Ioan Gruffudd) percebendo que ele e Siobhan não tinham um relacionamento muito bom a algum tempo, a amiga de Siobhan, Gemma Butler (Tara Summers) e o marido dela, que era amante de Siobhan, Henry(Kristoffer Polaha), é então que ela percebe que há muitas coisas que ela não sabia de sua irmã, e que irão prejudicá-la bastante. Além do Agente Victor Machado(Nestor Carbonell) que tentará convence-la a prestar o depoimento para a prisão de um perigoso ladrão que tentará acabar com todos próximos de Bridget.

Curiosidades:

 Essa a maioria já sabe: inicialmente, Ringer estava sendo desenvolvida para CBS, que queria trabalhar com Sarah Michelle Gellar. Mas quando a emissora não pegou o piloto – alegando não ter espaço em sua grade e que a trama não se encaixava em na natureza procedural do canal – a série foi imediatamente resgatada pela CW, que imaginou ter um grande sucesso nas mãos. Que dó!

 Por falar no piloto, ele foi inteiramente gravado em Nova Iorque, enquanto os demais episódios foram filmados em Los Angeles.

 Os colegas de elenco Sarah Michelle Gellar (Siobhan/Bridget Kelly) e Kristoffer Polaha (Henry) já interpretaram membros da família Kennedy em produções televisivas diferentes. Gellar viveu a jovem Jacqueline Bouvier na minissérie A Woman Named Jackie, em 1991, enquanto Polaha interpretou John F. Kennedy Jr no telefilme America’s Prince: The John F. Kennedy Story, em 2003.

 Aliás, Kristoffer Polaha ficou empolgadíssimo por finalmente poder trabalhar com Sarah Michelle Gellar, já que um de seus primeiros testes de elenco foi para o papel de Riley em Buffy: A Caça-Vampiros.

 Penteados diferentes eram usados para ajudar o público a distinguir qual gêmea Sarah Michelle estava interpretando: Siobhan usava seu cabelo preso em um coque, trançado ou preso para trás, enquanto Bridget costumava usá-lo sempre solto.

 Caitlin Custer (que já participou de The Mentlalist e Dallas) foi originalmente contratada para viver Juliet Martin, mas acabou sendo substituída por Zoey Deutch quando o piloto foi escolhido para virar série. Assim, todas as cenas de Juliet tiveram que ser refilmadas.

 Há, pelo menos, três explicações para o nome da série. A primeira, e mais óbvia, definição é “algo que parece com outra coisa”, que já foi usada para nomear dois filmes: Gêmeos – Mórbida Semelhança (no original Dead Ringers), estrelado por Jeremy Irons (The Borgias) em 1988, e Alguém Morreu no Meu Lugar (Dead Ringer), estrelado por Bette Davis em 1964. A segunda é que ringer também é sinônimo de “impostor ou alguém que se passa por outra pessoa”, e a terceira seria uma referência ao homófono wringer, que significa “situação difícil ou dolorosa”. Qual será a verdadeira? 

 Os nomes Siobhan (pronunciado Shi-von), Bridget Kelly, Sean (o filho de Siobhan) e o codinome Cora Farrell são de origem irlandesa, assim como Dylan Morrison, o pai de Sean.

 Por falar da diva, os amigos de Siobhan frequentemente abreviavam seu nome para “Siobh” (pronunciado Shiv). Será que eles sabiam que isso é uma gíria para aquelas lâminas improvisadas que o pessoal usa nas prisões?

 Quando a CW anunciou o cancelamento de Ringer no fatídico 11 de maio de 2012, os fãs da série fizeram de tudo para mantê-la no ar. Usando o Twitter e sites de petição online, eles começaram a recolher assinaturas, chegando a conseguir 10 mil em um desses abaixo-assinados. As petições alegavam que Ringer fora indicada a vários prêmios e que era transmitida em 40 países, marcando bons números internacionalmente. Mas de nada adiantou. Nem mesmo os quatro prêmios recebidos no Lisa Rinna Awards – incluindo a categoria A Gente Queria Mais Emissora – foram suficientes para salvar a série. Para nossa… tristeza.

Estão gostando das matérias? Não deixem de add a minha pessoa no facebook "Bruna Jones" para a gente papear um pouco, ou então a página oficial do blog. Quem quiser, também pode acompanhar tudo via twitter no @odiariodebrunaj e fiquem ligados que a qualquer momento, tem mais. Beijos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário