terça-feira, 12 de novembro de 2013

Big Brother Brasil 14: Dani Pato quer ser uma das participantes


Aos 21 anos, Dani Pato ostenta um currículo impressionante. Com o Santos, foi campeã paulista, da Copa do Brasil e da Libertadores. Fez tabelinha com Marta na Vila Belmiro. Brincou com Neymar nos campos do CT Rei Pelé. Mas como a realidade do futebol feminino no país é bem diferente do cenário dos homens, cogita uma precoce aposentadoria para se dedicar a outros projetos - nenhum deles relacionados ao futebol. Dani joga atualmente no Vitória de Santo Antão, em Pernambuco, com salário distante das grandes cifras dos astros do futebol. Sem conseguir se sustentar, a jogadora pensa em mudar de ramo. Até participar do Big Brother Brasil está nos planos.

Dani Pato herdou a paixão incondicional por futebol do pai e do irmão, que tentaram jogar profissionalmente e não tiveram sucesso. Ela tem três ídolos: Marta, que foi sua colega no time das Sereias da Vila, extinto em 2011; Dagoberto, atacante do Cruzeiro, seu conterrâneo de Dois Vizinhos (PR) e de quem herdou o apelido "Dagoberta"; e Grazi Massafera, modelo que ganhou fama após participar da 5ª edição do BBB e hoje é atriz de novelas.

– Já me comparam muito com ela pelas fotos, pelo jeito de falar, sou muito caipirona. Tem alguns traços, como a boca e os olhos, até vejo semelhança. A nossa história é parecida também, só que ela nunca jogou bola – diz Dani. Desiludida com o futebol, Dani quer mudar de rumo. Parecida ou não com Grazi, a jovem paranaense chama atenção pela beleza. Os cabelos loiros e olhos verdes fizeram com que ficasse famosa também fora de campo. Dani já atuou como modelo para marcas de roupa, desfilou em concursos de miss e sonha se tornar atriz ou apresentadora de um programa de televisão. Por isso, estabeleceu uma meta ousada para o ano que vem: – Quero participar do Big Brother Brasil, assim como a Grazi. Vou entrar, competir e mostrar a todos quem eu sou. Não quero pegar meus talentos e guardar para mim, quero viver do que gosto. Eu me daria bem nesse negócio de televisão, preciso de uma chance para vingar. Dani encara com seriedade a ideia de entrar no BBB. Não é um sonho, é um plano. Talvez sua última tacada em busca do sucesso. Assim como no futebol, a jovem paranaense conta que sofreu diversas decepções na vida de modelo, principalmente por não receber cachês acertados ou promessas de contratos que nunca se concretizaram.

– Quando tudo começou a não acontecer como imaginava que fosse ser, chorei muito. Foi ruim para a minha vida. Só que meus fãs, principalmente nas redes sociais, pedem para eu não desistir, me elogiam. Não vou abandonar este sonho pela minha família e por essas pessoas que acreditam em mim. Quando criança, Dani ajudava os pais com o negócio de venda de doces, em Dois Vizinhos. No Vitória de Santo Antão, além de alojamento, comida e curso em faculdade local, Dani recebe do clube o equivalente a dois salário mínimos. Ainda assim, guarda dinheiro e envia para os pais no interior do Paraná, para ajudar nas despesas da família. Quando não consegue o suficiente, junta suas melhores fotos e sai andando pelo Recife, batendo na porta de lojas de roupa para oferecer seu trabalho como modelo. – Já tive que me submeter a isso e consegui que desse certo algumas vezes, mas foram poucas. E os cachês são baixos, não passam de 100, 200 reais.

No futebol, Dani Pato teve as chances que gostaria e as aproveitou bem. Chegou longe. Agora é hora de dizer para o pai que essa carreira chegou ao fim. Sem visitar a família desde janeiro, a atacante se prepara para a conversa com seu maior fã. – Ele vai infartar quando souber que quero parar de jogar futebol, porque é meu maior incentivador. Eu amo o que faço, mas está complicado. Minha família sabe da minha situação e sofre junto comigo, de longe. Minha mãe está preocupada com o meu futuro, o mercado de trabalho está cada vez mais difícil, ainda mais sem formação acadêmica. Dani Pato saiu de casa há cinco anos. Dos 16 aos 21, investiu seu tempo no futebol e na tentativa de ser uma modelo de sucesso. Agora, foca na segunda opção, em um "meio mais valorizado", como define. O ano de 2014 para Dani é uma incógnita. Ela pode voltar para casa e vender doces com os pais em Dois Vizinhos ou se tornar uma estrela de televisão. – Já pensou eu atriz da Globo, que demais? – diz, sonhando alto.

Qualquer novidade eu volto, lembrando que quem quiser entrar em contato comigo, pode add no facebook, procurando por "Bruna Jones" e que agora na página oficial do blog, vocês encontram conteúdo exclusivo: clique aqui! Podem também procurar e seguir no twitter no @odiariodebrunaj certo?

Nenhum comentário:

Postar um comentário