segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

Tá no Paredão: 14x07 - Amanda Gontijo x Marcelo Zagonel x Vanessa Mesquita


Entenda: Amanda, Marcelo e Vanessa formam o sétimo Paredão do Big Brother Brasil 14 e um deles deixará o confinamento na próxima terça-feira (4). No programa exibido neste domingo (2), Vanessa, que atendeu o Big Fone na sexta-feira (31), imunizou Clara e indicou Marcelo para a berlinda. Em seguida, Aline usou seu poder de Anjo para livrar Valter de ser votado. Já o Líder Cássio, como o próprio disse que não era surpresa para ninguém, mandou Vanessa para o Paredão. "Desde o primeiro dia ela me olha com desprezo e já me chamou de imbecil, babaca", justificou. Amanda recebeu quatro votos dos demais participantes do reality show e completou o trio que disputará a permanência no jogo. "Tá rebocado. A gente teve três pessoas bem votadas. Diego levou voto, bastante. Aline também, mas teve alguém que foi mais votado. Amanda, você completa esse Paredão", anunciou o apresentador Pedro Bial. Irritato, Diego comentou: "casa da falsidade".

Opinião de Glauber Monteiro: Nesse tal BBB Turbo , tudo acontece muito rápido. Eles entraram muito rápido, alguns saíram muito rápido, e minha paciência foi embora muito rápido. Então não liguem para altas doses de amargura, porque eu acho basicamente todos os paredões win/win por motivos de: TODO MUNDO TENDE A SER INSUPORTÁVEL NESSA TEMPORADA.

Então vou começar falando sobre aquele que provavelmente não sai: Marcelo, que parece ter nascido de um esbarrão entre Thyrso, Mariana Pescadora e Fael, e tem uma posição segura com os telespectadores “do sofá” porque construiu muito bem o papel bom moço e aparece como uma vítima na edição. Na real, eu até gosto dele, mas caiu E MUITO no meu conceito depois de protagonizar com Junior uma das brigas mais ridículas da história do programa, pelo “amor” de Letícia. Alô sexta série, hora de acabar o recreio.

Vanessa é um caso complicado de se entender, tudo porque não sei onde termina sua afinidade com Clara e onde começa o jogo das duas. E não, não estou falando das cenas ~calientes~ que elas protagonizam nas festas porque isso pouco importa. Mas acho que, no jogo, uma só existe em função da outra, e ambas não existem individualmente. O posicionamento é o mesmo, os votos são os mesmos, as justificativas são as mesmas (vagas em com sorrisinho no rosto). Elas se tornaram um híbrido dentro da casa, e não sei separar. A única ação fora dessa junção absoluta partiu de Vanessa ao acertar as contas com Francielle após a formação do paredão que eliminou Bella, e ali vi lampejos de personalidade que ainda pode render mais adiante, e só por isso acho que ela pode durar um pouco mais. Em longo prazo, acho que a separação será necessária.

E finalmente, Amanda. Quem é Amanda? De que se alimenta? Porque fala como se estivesse com uma batata quente na boca? Sua voz chorosa (e a suspeita de gravidez) me lembra Barbara Evans, e isso me dá arrepios. Ela foi a primeira líder e depois SUMIU, inexplicavelmente. Só a vemos em dia de votação, reagindo com sofrimento à rejeição dos colegas de casa. Amanda virou um peso morto enorme, e não tem nenhum “arco dramático” que me faça querer assistir sua saga no BBB. A seu favor, só mesmo o fato de ser uma das poucas (ou a única?) a pensar em jogo estratégico e articular paredões... MAS NINGUÉM ALI DÁ UMA FODA PRA EXISTÊNCIA DELA e sua influência nula faz todos os seus planos fracassarem. Por ser um protótipo de vilã com uma grave falha na execução, eu rodaria essa moça imediatamente diante das opções, e só mudo de opinião se WALCYR CARRASCO passar a dirigir o programa e tentar forçá-la a raspar a cabeleira ruiva. Porque isso sim é entretenimento de qualidade! (@monteiroglauber)

Quem será que sai amanhã? Qualquer novidade eu volto, lembrando que quem quiser entrar em contato comigo, pode add no facebook, procurando por "Bruna Jones" e que agora na página oficial do blog, vocês encontram conteúdo exclusivo: clique aqui! Podem também procurar e seguir no twitter 

Nenhum comentário:

Postar um comentário