segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Biografia do Participante: 2x171 - Rebeca Gusmão


Rebeca Braga Lakiss Gusmão (Brasília, 24 de agosto de 1984) é uma ex-nadadora e futebolista do Brasil. É também campeã mundial de supino categoria até 90 kg. Medalha de bronze na prova de revezamento 4 x100m femininos nos Jogos Pan-americanos de Santo Domingo, República Dominicana, em 2003, ela participou também Jogos Olímpicos de Atenas, em 2004. Em 2010 candidatou-se ao cargo de deputada distrital pelo PC do B. Em novembro de 2007, recebeu o resultado de teste positivo para anabolizantes esteroides em amostras coletadas durante o Rio 2007, e no momento se aguarda o resultado da contraprova, que poderá causar não apenas a devolução das quatro medalhas que a nadadora ganhou no Pan, mas também a retirada dos recordes sul-americanos que conquistou, e possivelmente o banimento definitivo do esporte. Em dezembro foi confirmado o doping e a perda das quatro medalhas conquistadas por Rebeca. A Federação Internacional de Natação (FINA) suspendeu em 24 de julho de 2008 a nadadora por dois anos. A brasileira ficará sem competir até 17 de julho de 2010.

A Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) confirmou em 5 de setembro de 2008 que recebeu da FINA, o inteiro teor da decisão do Painel de Doping que resolve suspender a atleta "inelegível pelo resto da vida". A suspensão tem por objetivos punir quando ocorrem duas ou mais violações da regra antidoping da FINA. Em outubro de 2008, Gusmão assinou contrato com o clube de futebol feminino da Associação Atlética Esportiva e Recreativa dos Cooperados do Distrito Federal (ASCOOP), de Brasília, tendo a função de centroavante e a camisa de número 5, mesmo número das raias que lhe deram as medalhas de natação no Pan Rio 2007. Em agosto de 2009, foi absolvida da acusação de falsidade ideológica por utilizar urina de outra pessoa. Em novembro de 2009, o Tribunal Arbitral do Esporte (TAS) pôs fim à esperança de Rebeca voltar às piscinas. A entidade informou em seu site que a decisão final dos processos relativos à nadadora é de que ela se mantém banida definitivamente do esporte.


Em 2015 foi convidada para integrar a equipe de participantes do reality show A Fazenda. No mesmo ano foi processada pelo empresário Bruno Silvério de Oliveira Santos após negar a pagar parte de seu cachê durante a participação no programa. Bruno foi o responsável pela intermediação e negociação com a Record e a ex-nadadora foi condenada pela Justiça a pagar 35% de todo o valor que faturou por sua participação no reality rural. Em 24 de julho de 2016 nasceu de cesariana seu filho Zeus, fruto do relacionamento com o empresário André Luiz . Ela também esteve em uma entrevista exclusiva aqui no blog, confira clicando AQUI.

Qualquer novidade eu volto, lembrando que quem quiser entrar em contato comigo, pode add no facebook, procurando por "Bruna Jones" e que agora na página oficial do blog, vocês encontram conteúdo exclusivo: clique aqui! Podem também procurar e seguir no twitter no @odiariodebrunaj certo?

Nenhum comentário:

Postar um comentário