quinta-feira, 7 de julho de 2016

Depois do Confinamento: 4x65 - Iran Gomes se arrepende de ter entrado no BBB


Ex-participante do "Big Brother Brasil 6", Iran Gomes volta à TV após dez anos. Desta vez, ele está em "A Terra Prometida", da Record, e interpreta Zuma, lutador no estilo gladiador. O ator e compositor revela que sofreu preconceito na área por causa do reality da Globo e se arrepende de ter sido ex-BBB. Além da novela bíblica, Iran trabalha como professor de educação física e se preparou para ficar mais forte na TV.

Fã de esportes e academia, Iran intensificou os treinos e ganhou cinco quilos de massa muscular --agora pesa 85 quilos-- para atuar em "A Terra Prometida". "Subi de peso pelo personagem, para resistir e ter força, porque fico até cinco dias sem treinar por causa do texto. O pessoal fala que meu corpo está legal, mas TV é outro nível, quero estar seco e forte", conta ao UOL.

Formado em Educação Física, o ator teve de abrir mão das aulas para voltar à televisão. "Prejudicou bastante", admite. Lutador na Record, ele dispensa dublê para as cenas de ação, porém já se feriu nas gravações: "Já estou com escoriações, dedo ferrado, costas arranhadas, tomei chute na costela. Treinamento de espada é árduo, não é fácil". Na trama, Zuma é um lutador núbio a serviço rei de Jericó, Marek (Igor Rickli), e da rainha Kalesi (Juliana Silveira). Para interpretar o fortão, Iran assistiu a "Game of Thrones" --uma das principais referências de "A Terra Prometida"-- e "Spartacus".

O ator defende seu personagem e diz que ele será mais do que um marombado. "Ele é forte, sim, mas é culto, introspectivo. Vejo ele muito como uma represa já com a água por cima. Ele tem que segurar a emoção. Mataram a mulher, filhos, súditos, acabaram com o reino dele na Núbia, botaram ele como escravo, ele vai para a masmorra e vira gladiador, bota essa força dele nas lutas, matou mais de 100 guerreiros. Para ele não é legal, mas precisa encontrar um novo sentido para a vida", antecipa.


Retornar à televisão foi difícil para Iran Gomes. Aos 36 anos, ainda carrega o rótulo de "ex-BBB" --foi o nono eliminado da edição de 2006 do reality--, o que o prejudicou para viver da arte, como ator, músico e compositor. "Pensei: 'De repente esse reality dá uma alavancada...' Isso foi o maior erro, porque o preconceito contra pessoas que participam de realities é grande. Tive que me deparar com isso e enfrentar ou ser rotulado", lamenta.

Após o programa da Globo, Iran posou nu para uma revista gay, e nos últimos dois anos participou de "O Candidato Honesto", filme com Leandro Hassum, e "220 Volts", espetáculo de Paulo Gustavo. Também atuou em peças de teatro e comerciais (ele aparece no intervalo dos jogos de futebol como árbitro no anúncio de uma marca de tubos e produtos para construção). Arrependido de ter feito "BBB", Iran conta que foi convidado para retornar à casa com outros ex-confinados, porém recusou a proposta temendo seu futuro como artista: "Foi uma experiência bem diferente do que eu imaginava que seria. Talvez não tenha sido um bom passo, talvez eu devesse seguir com a dramaturgia e não ter me metido nessa aventura, que foi sedutora, é uma coisa legal, me diverti, tem uma exposição, tinha o valor financeiro, foi uma oportunidade que decidi tentar".

De volta à TV, Iran comemora o sucesso de outros ex-participantes de reality shows que deram certo na dramaturgia e torce pelo mesmo destino: "Não foi o 'Big Brother' que me fez, só lamento. Graças a Deus, pessoas como Grazi, Bárbara Paz, Juliana Alves e Vanessa Pasquale lograram, persistiram e pretendo manter meu caminho".

Qualquer novidade eu volto, lembrando que quem quiser entrar em contato comigo, pode add no facebook, procurando por "Bruna Jones" e que agora na página oficial do blog, vocês encontram conteúdo exclusivo: clique aqui! Podem também procurar e seguir no twitter no @odiariodebrunaj certo?

Nenhum comentário:

Postar um comentário