terça-feira, 22 de novembro de 2016

#VNPDSS: 3x62 - Rebeca Gusmão é condenada a pagar 35% de cachê para ex-assessor


Participante da oitava edição do reality show "A Fazenda", exibido em 2015 pela Record, a ex-nadadora e modelo Rebeca Gusmão foi condenada a destinar 35% do cachê pago pela emissora ao seu assessor de imprensa na época, Bruno Silvério. A decisão foi tomada no último dia 14 de novembro, pelo Tribunal de Justiça do Distrito Federal, através do juiz de direito Rafael Rodrigues de Castro Silva. O magistrado também determinou o pagamento de títulos de merchandising, obtidos graças à visibilidade no programa.

Na mesma decisão, o juiz condenou a Record a exibir o contrato celebrado com Rebeca Gusmão para a participação no reality, negando ainda o pedido de reconvenção - quando o réu também processa o autor do processo - e danos morais pedido por Rebeca, julgando ambas improcedentes. Bruno Silvério diz que foi o empresário por trás da negociação que colocou Rebeca em "A Fazenda", então apresentado por Roberto Justus. A ex-nadadora brigou com o profissional após o reality, porque, segundo ela, o mesmo apenas falava mal de si nas redes sociais e não movimentou sua torcida para que ficasse no reality.

Procurada pelo NaTelinha, Rebeca Gusmão negou que Bruno seja seu empresário como ele alega: "Ele nunca foi meu empresário. Ele se aproveitou de uma situação. Ele era meu assessor de imprensa, e ele estava mais como assessor antes do programa... Ele mesmo já tinha pedido para não trabalhar mais comigo. Ele ficou sabendo que eu iria para 'A Fazenda' e que o meu contrato com ele estava valendo, e ele me falou que se eu não pagasse para ele, uma parte do que eu ia ganhar, ele iria falar para toda a imprensa que eu iria para o programa, para que eu não fosse mais". "Eu já tenho aqui comigo um e-mail da Record dizendo que não foi ele responsável pela minha negociação com eles para ir para o programa, e que a Record não reconhece ele como a pessoa que me representa. Além disso, a Record diz que o interesse em me ter já existia há quatro anos e que só não deu antes por falta de tempo mesmo", completou.

Por fim, ela diz quem era de verdade o seu empresário e cita um episódio com ele para mostrar o profissionalismo do atual profissional: "O meu empresário era o Carlos Madrulha, desde maio de 2015 meu empresário era ele. As minhas negociações com 'A Fazenda' começaram em julho, e o cara foi tão profissional comigo, que ele mesmo disse que não teve nada a ver com minha ida ao programa, que o interesse vinha desde antes, e que ele não tinha direito de receber absolutamente nada. Quando você trabalha com gente profissional é assim que as pessoas se comportam, e não quando você trabalha com gente amadora". Rebeca Gusmão também confirmou que irá recorrer, já que o processo deve seguir agora para a segunda instância. A atleta foi a quinta eliminada de "A Fazenda 8" e rendeu polêmica por conta de algumas brigas no confinamento.

Qualquer novidade eu volto, lembrando que quem quiser entrar em contato comigo, pode add no facebook, procurando por "Bruna Jones" e que agora na página oficial do blog, vocês encontram conteúdo exclusivo: clique aqui! Podem também procurar e seguir no twitter no @odiariodebrunaj certo?

Nenhum comentário:

Postar um comentário