quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Bridalplasty: Lisa Marie Naegle é morta a golpes de martelo


Um estudante de enfermagem do sexo masculino foi acusado do assassinato de uma ex-participante de um reality show americano. Nesta terça-feira (20), em depoimento, ele confessou o homicídio. Lisa Marie Naegle desapareceu depois de uma festa de aniversário no Alpine Village Restaurant, em Torrance, na Califórnia, no sábado (17), à noite. Seu corpo foi encontrado em uma cova rasa na casa do suspeito Jackie Jerome Rogers, em Inglewood.

A família de Naegle, desde as primeiras horas da manhã de domingo (18), confrontou Rogers com imagens do circuito interno de um bar, mostrando Naegle saindo com Rogers. O suspeito tinha lhe dito inicialmente que ele e Naegle estavam em um bar perto Alpine Village, quando ela disse que queria ir para um after-party. Ele alegou que estava muito cansado e saiu sem ela, mas as imagens das câmeras de monitoramento mostraram o contrário. Rogers já confessou ter matado Naegle, de acordo com a polícia de Los Angeles. A polícia não anunciou ainda a motivação do crime.

A vítima mandou uma mensagem ao marido, Derek Harryman, em torno 2h45, dizendo a ele que estava pegando comida e, em seguida, voltaria para casa. Dois dias se passaram sem Harryman ter mais noticias de sua esposa. Naegle, que já competiu no reality show do canal E! "Bridalplasty", foi atingida por sete golpes de martelo na cabeça na madrugada de domingo, segundo fontes policiais. Ela e Rogers tinham acabado de sair de um bar chamado Jack In The Box. O corpo de Naegle foi encontrado nu e enterrado no quintal da residência de Roger, na terça-feira à noite. O legista irá apurar a causa da morte e identificar formalmente os restos mortais da mulher.

Os membros da família disseram que Rogers foi aluno de Naegle, pois ela era professora em uma classe de enfermagem da faculdade que ele estudava. A irmã de Naegle, Danielle Naegle-Kaimona, disse em entrevista que Rogers afirmou que ele estava tendo um caso com Naegle, mas Naegle tinha dito a Danielle que Rogers era gay. Ela disse também que inicialmente Rogers negou qualquer envolvimento com o desaparecimento de sua irmã. Como ele estava entrando em contradições, e depois apareceram as imagens mostrando a vítima saindo com ele do bar, a família acionou a polícia e ele acabou sendo detido. Posteriormente, confessando o crime.

Qualquer novidade eu volto, lembrando que quem quiser entrar em contato comigo, pode add no facebook, procurando por "Bruna Jones" e que agora na página oficial do blog, vocês encontram conteúdo exclusivo: clique aqui! Podem também procurar e seguir no twitter no @odiariodebrunaj certo?

Nenhum comentário:

Postar um comentário