quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Big Brother Brasil 17: Após 16 edições, Fiat não vai ser patrocinadora do reality show


O BBB17 já conseguiu vender todas as suas seis cotas de patrocínio. Após um período de audiência caindo, assim como faturamento, a 17ª edição deve começar com força. O reality show deve render à emissora cerca de R$ 200 milhões este ano. O reality show vai estrear dia 23 de janeiro. Entre seus patrocinadores estão a Ambev (Guaraná Antarctica), Claro, Magazine Luiza e a Cervejaria Petropolis. Outras duas empresas ainda estão negociando. A Fiat não será patrocinadora.

As informações são do site Meio & Mensagem. Em vez de Pedro Bial, o reality será apresentado por Tiago Leifert. A Fiat patrocinava o Big Brother Brasil desde 2002, mas não renovou o contrato. O motivo seria a crise econômica brasileira e o que ela impactou na venda de automóveis. Além do contrato, as inserções de merchansing durante a exibição do reality show pode gerar faturamento extra entre R$ 80 milhões e R$ 100 milhões para a Globo. Isso representa aproximadamente 10% do lucro líquido da Globo.

O programa também geralmente garante ótima audiência à emissora. Além da substituição de Bial por Leifert, a 17ª edição promete ser a que terá o elenco mais diverso. De acordo com informações já veiculadas, o grupo de participantes deve representar toda a diversidade da população brasileira.

Qualquer novidade eu volto, lembrando que quem quiser entrar em contato comigo, pode add no facebook, procurando por "Bruna Jones" e que agora na página oficial do blog, vocês encontram conteúdo exclusivo: clique aqui! Podem também procurar e seguir no twitter no @odiariodebrunaj certo?

Nenhum comentário:

Postar um comentário