segunda-feira, 8 de maio de 2017

Depois do Confinamento: 4x04 - Sérgio Paiva é apresentador da Rede Record


O SBT produziu em 2002 a terceira edição da “Casa dos Artistas”, que confinou pessoas anônimas com as famosas, diante da estreia do “Big Brother Brasil” na Globo, e o vencedor do prêmio de R$ 400 mil foi o triatleta, ator e funcionário do Banco do Brasil Sergio Montenegro.

Agora, 15 anos depois, ele é apresentador do programa de esportes da TV Correio, afiliada da Record na Paraíba, além de ter se formado em Direito, sendo ainda conciliador do Tribunal de Justiça do seu estado. Na época do reality, ele sonhava em ser ator em São Paulo, mas voltou para a sua terra. “Fiz algumas peças, trabalhei com o Giba (o Papai Papudo do Bozo, que morreu em 2010), que foi um grande amigo. Depois viajei o estado de São Paulo com o ‘Show de Culinária’. Era um caminhão que tinha auditório, a cozinheira que ensinava receitas e eu fazia o ajudante trapalhão dela” conta ele.

“Foi meu último trabalho como ator. Desisti, voltei para João Pessoa e concluí a faculdade de Direito”, revela o apresentador, que está com 44 anos, em entrevista ao UOL. Ele chegou a se candidatar a vereador, mas sem sucesso: “Comprei um triciclo e pedalei pela cidade inteira entregando panfleto”. “Foi uma experiência sensacional. Mas vi de perto como era construir uma carreira na política e não quis mais saber”, conta ele, que comandou alguns programas de entretenimento em canais pagos como a TVMaster, até chegar à TV Correio, onde comanda o “Correio Esporte”.

“Me identifiquei tanto com a profissão que estou terminando de concluir o mestrado em Jornalismo”, conta o rapaz, que na “Casa dos Artistas”, engatou um relacionamento com a modelo Luiza Ambiel. “Aconteceu de forma muito natural e foi ótimo. Ficamos juntos uns sete meses”, revela. “Depois nos encontramos em alguns eventos e quando retornei para João Pessoa nunca mais nos falamos”, explica. Hoje ele é casado com a advogada Luana Porto, e não mantém contato com os colegas do programa: “Todo mundo se afasta porque cada um está em uma cidade diferente. Não tem amizade não”.

“Eu adorei tudo aquilo, você repensa muito a vida, passa a dar valor a coisas que você nem dava, amadurece”, disse Sérgio, que doou 10% do dinheiro para instituições de caridade da Paraíba, comprou um apartamento e pagou seus estudos: “Sou formado em Direito e passei na OAB”. “Televisão é instável, você pode sair da noite para o dia. Se me demitirem, trabalho como advogado sem perder tempo. Sempre temos que ter um plano B”, conclui.

Qualquer novidade eu volto, lembrando que quem quiser entrar em contato comigo, pode add no facebook, procurando por "Bruna Jones" e que agora na página oficial do blog, vocês encontram conteúdo exclusivo: clique aqui! Podem também procurar e seguir no twitter no @odiariodebrunaj certo?

4 comentários:

  1. Ele é da minha cidade, João Pessoa, orgulho dele ter vencido a Casa dos artistas 3.

    ResponderExcluir
  2. Só uma correção, A casa dos asrtistas 3 não concorreu com o BBB1: A terceira temporada estreou no dia 2 de junho de 2002. A edição trouxe uma mudança de formato: cada participante trazia um fã para competir no programa. Com final exibida em 28 de julho do mesmo ano, a competição terminou com a vitória do fã da personal trainer Solange Frazão, Sérgio Paiva, que ganhou 400 mil reais.

    ResponderExcluir
  3. Muito bonito, ele ter doado 10% do prêmio.

    ResponderExcluir
  4. E apesar da distância, ele deveria manter contato com os colegas de confinamento, pelo menos com a Solange Frazão. Só com a Carola que seria impossível. Whatsapp e redes sociais estão aí Serginho pra aproximar as pessoas.

    ResponderExcluir