quarta-feira, 21 de junho de 2017

PopStar: Conheça o ator Cláudio Lins


Cláudio Werner Vianna Lins (Rio de Janeiro, 30 de novembro de 1972) é um ator, cantor e apresentador brasileiro. Filho da cantora e atriz Lucinha Lins e do cantor e compositor Ivan Lins, Cláudio cresceu em uma família de artistas e desde pequeno já demonstrava facilidade para a música: quando criança fez aula de piano e participou de inúmeros coros infantis. Pisou pela primeira vez no palco em 1984, aos onze anos, no musical infantil “Sapatinho de Cristal”, dirigido por Cláudio Tovar.

Em 1985, estrelou outro musical, “Verde que te quero ver”. Até os dezoito anos dedicou-se ao estudo do piano e teoria musical, e formou várias bandas na adolescência (a mais importante chamava-se “Pacatatucotianão”). Foi quando voltou ao teatro, ingressando no tradicional O Tablado, no Rio de Janeiro, onde estudou por dois anos, participando de práticas de montagem. No teatro, o ator trabalhou com diretores como Bernardo Jablonski (A Visita da Velha Senhora, de 1993; O Inimigo, de 1994), Tônio Carvalho (A Tragédia Florentina, de 1995), Aderbal Freire Filho (Tia Zulmira e nós, de 2001), Marcelo Saback (Frisson, também de 2001), Cláudio Tovar (Aldir Blanc, um Cara Bacana, de 2000), Antônio Pedro (Se correr o Bicho pega, se ficar o Bicho come, de 2002), Diogo Vilela (Elis Regina, Estrela do Brasil, também de 2002), Charles Müller e Cláudio Botelho (Ópera do Malandro, 2003/04), entre outros.

Na televisão participou de telenovelas e minisséries, como História de Amor (Rede Globo, de 1995), Perdidos de Amor (Rede Bandeirantes, de 1996), Terra Mãe (RTP – Portugal, 1997), Chiquinha Gonzaga (Rede Globo, de 1999) e Sabor da Paixão (Rede Globo, de 2002/03). Em 1999, Cláudio Lins lançou seu primeiro CD solo, «Um», com críticas positivas. Na área musical, ainda fez trilhas para peças teatrais e suas composições têm sido gravadas por intérpretes como Lucinha Lins, Maria Rita e Luciana Melo. Em 2004, voltou ao cenário musical com o show “Eu não estou aqui”. Durante mais de um ano, entre 2002 e 2003, o ator esteve à frente do programa musical A vida é um show, (TVE – Rede Brasil), com excelente aceitação do público especializado.

Em 2004, Cláudio despontou grande sucesso como protagonista na novela Esmeralda, como José Armando, exibido pelo SBT, fazendo par romântico com Bianca Castanho. A novela foi um grande sucesso deslanchando a carreira do ator.[2] Em 2009, Cláudio Lins lançou seu segundo CD solo, «Cara», com todas as músicas de sua autoria, com colaborações na composição de Lotação Esgotada (faixa 5), Dois Voando (faixa 6) e Por Toda Vida (faixa 11). Em 2010 viveu Claude Antoine Geraldy em Uma Rosa com Amor (2010), no SBT, e em 2011, mais uma vez no SBT, protagoniza outra novela de Tiago Santiago, a inédita Amor e Revolução, vivendo o militar José Guerra, que se dividia, em plena ditadura militar, entre a carreira de major e o amor por uma comunista.

Em 2015, foi contratado pela Rede Globo, participando da novela das nove Babilônia, interpretando Sérgio, um empresário gay que se apaixona por Ivan (Marcello Melo Jr.), seu par romântico na novela. No fim da década de 1990, ele esteve casado durante dois anos e meio com a atriz Adriana Garambone. Atualmente vive com Alexandra di Calafiori, sua esposa, com quem tem um filho, Mariano.


Conheça os participantes: Alex Escobar, André Frateschi, Cláudio Lins, Eduardo Sterblitch, Érico Brás, Fabiana Karla, Lúcio Mauro Filho, Marcella Rica, Marcello Melo Jr, Mariana Rios, Murilo Rosa, Rafael Cortez, Sabrina Parlatore e Thiago Fragoso.

Qualquer novidade eu volto, lembrando que quem quiser entrar em contato comigo, pode add no facebook, procurando por "Bruna Jones" e que agora na página oficial do blog, vocês encontram conteúdo exclusivo: clique aqui! Podem também procurar e seguir no twitter no @odiariodebrunaj certo?

Nenhum comentário:

Postar um comentário