terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

Power Couple Brasil 3: Conheça Scheila Carvalho


Scheila Carvalho Ladeira (Juiz de Fora, 24 de setembro de 1973) é uma dançarina, apresentadora e atriz brasileira, conhecida também como a ex-morena do Tchan. Filha da vendedora de churros, Eunice Lessa Carvalho, conhecida como Nicinha e de Waltencyr Fidélis Ladeira, motorista falecido em 1996, possui um casal de irmãos, Vânia e Wágner. Ela deveria se chamar Sandra, porém em virtude de complicações no parto e da religião de sua mãe, foi batizada de Scheila, em homenagem a um espírito de mesmo nome. Scheila é adepta da doutrina desde os dez anos. Seu apelido é Dinguinha. Nos primeiros anos de É o Tchan!, a mídia veiculou um suposto romance com o companheiro de grupo, o Compadre Washington, negado sempre pela bailarina. Após cinco anos de namoro, se casou em 17 de abril de 2007 com Jorge Antonio da Silva Santos, o Toni Salles, da banda Raghatoni e ex-vocalista do É o Tchan!. O primeiro filho do casal, Brian, nasceu prematuramente em 19 de novembro de 2007, pesando apenas 1,5 kg, desenvolveu uma insuficiência renal e não resistiu à infecção, falecendo em 18 de Janeiro de 2008. Scheila engravidou novamente em 2009 e sua filha nasceu em 21 de junho de 2010, batizada de Giulia, em homenagem à origem italiana de seu falecido pai.

Morena de olhos verdes e cabeleira negra, medindo 1,60 de altura e pesando 55 quilos, 85 de busto, 65 de cintura e 95 de quadril, Scheila é considerada o padrão de beleza feminino ideal pelos homens. Em 2000 colocou prótese de silicones nos seios, e declarou não gostar de sua baixa estatura. A mineira Scheila começou a dançar desde os quatro anos de idade, fez balé, jazz e chegou a ser professora de lambada e atendente de telemarketing. Frequentou também aulas de teatro em Minas Gerais, e aos 19 anos, em sua cidade natal, foi uma andorinha na peça infantil A Bailarina de Cristal. No ano seguinte foi trabalhar como bancária para ajudar no orçamento da família. Em 1997, incentivada pelos colegas de trabalho e com o apoio da família, inscreveu-se no concurso A Nova Morena do Tchan, que visava substituir a dançarina Débora Brasil no grupo baiano. Ela gastou o dinheiro que tinha economizado para comprar um carro em passagens de avião para ir até Salvador participar das eliminatórias. Eliminando cerca de 2000 concorrentes, a morena venceu a final disputada contra Rosiane Pinheiro no Domingão do Faustão em 3 de agosto de 1997 e estreou oficialmente no É o Tchan em 21 de agosto do mesmo ano. O grupo foi um enorme sucesso no final dos anos 90, as dançarinas viraram musas nacionais e apresentaram-se em diversos programas televisivos, tais como H e Hebe, o Tchan vendeu 10 milhões de cópias de seus discos, com a média respeitável de mais de 1 milhão de cópias vendidas por CD, teve até certa projeção no exterior, principalmente em Portugal e chegou a participar do renomado Festival de Montreux, na Suíça, em 2004 comemoraram 10 anos com reunião de todos integrantes na gravação de um DVD, Scheila dançou inicialmente com Carla Perez, depois teve como parceira Sheila Mello e despediu-se em 4 de dezembro de 2005 no palco do Domingo Legal ao lado da loira Silmara Miranda, sua última apresentação foi em Palmas em 28 de fevereiro de 2006.

Scheila foi a dançarina a permanecer mais tempo no grupo, oito anos, sendo substituida pelas morenas Juliane Almeida e Aline Rosado. Com a fama adquirida, Scheila teve fotos publicadas em diversos jornais e foi capa de revistas como Nova, Boa Forma, Manequim e Plástica & Beleza, além de campanhas publicitárias da Virilon e da cerveja Glacial da Schincariol, entre outras. Participou de A Turma do Didi e de Casseta & Planeta, Urgente!. Foi a empregada caipira Dadá, a assanhada namorada do velho Venâncio, interpretado por Tom Cavalcante no extinto programa Megatom da Rede Globo, fez aulas de interpretação e tirou um registro provisório, assim estreou o quadro ao vivo Estrela da Sorte - Dia de Estrela no programa É Show. Atuou por cerca de três anos no humorístico A Praça é Nossa do SBT, com sua personagem, a tarada Rosa. Em 2000 teve sua única aparição no cinema com o filme PopStar da Xuxa. Em 2002 apresentou juntamente com Eri Johnson, o programa de auditório Super Show Barateiro, do Grupo Pão de Açúçar, nas manhãs de domingo na Record, inspirado nas antigas gincanas televisivas, o game show premiava instituições beneficentes, ainda foi jurada do Melhor do Brasil, apresentado por Márcio Garcia. Desde 1998, seu primeiro carnaval na Bahia, está acostumada a passar a festa em cima de um trio elétrico, ainda em Salvador, desde 2008 é rainha do bloco infantil da Carla Perez, o Algodão Doce. No sambódromo, estreou em 1998 como destaque de carro alegórico da Mocidade Independente de Padre Miguel, no Rio de Janeiro, em 2007 no carnaval paulista foi madrinha da bateria da Vai-Vai, em 2009 e 2010 saiu pela Unidos de Vila Maria.

Realizou ensaios sensuais para revistas masculinas, sendo cinco vezes capa da Playboy, em fevereiro de 1998, setembro de 1999 (juntamente com Sheila Mello), novembro de 2000, dezembro de 2001 (capa dupla com Luize Altenhofen) e abril de 2009 (simultaneamente com o marido Toni Salles na revista G Magazine). Scheila é recordista de vendas da Playboy na somatória de suas capas, e figura em quarto lugar no ranking das edições individuais com seu ensaio de 1998, atrás apenas de Joana Prado, Suzana Alves e Adriane Galisteu, respectivamente, em 2003 estrelou o primeiro DVD da revista. Foi ainda uma vez capa da edição de aniversário da Sexy, em outubro de 2005 e outras cinco vezes da VIP, em junho de 1999, agosto de 1999, outubro de 2000, novembro de 2001 e setembro de 2002, eleita três vezes consecutivas como a mulher mais sexy do mundo por essa mesma revista, a partir de 2002 se tornou hors-concours de sua votação anual. Em janeiro de 2009 posou para um dos sites mais sensuais do Brasil, o Paparazzo da Globo.com, e foi a Garota Pin-up em dezembro do mesmo ano em outro site. Em 2004 foi cotada para viver a sambista Nalva Ferrari, na novela Senhora do Destino, de Aguinaldo Silva, não pode assumir por problemas de agenda, o papel ficou com Tânia Kalil. Em 2009 interpretou a índia Bartira na tradicional peça do surgimento da cidade de Santos, litoral de São Paulo, o espetáculo contou também com a participação de Nuno Leal Maia. Participou do CQTeste em 20 de abril de 2009. Desde o final de 2001 ela conduz o programa de variedades Bom Demais, o nome é uma homenagem aos mineiros, na TV Itapoan, afiliada da Rede Record na Bahia, e ambiciona um programa de televisão em rede nacional.

Em 2013, participa do reality show A Fazenda na Rede Record. Considerada uma das maiores favoritas ao prêmio, foi a sexta eliminada do reality show em votação recorde do programa, na disputa com Bárbara Evans, campeã do reality. Em 2014 anunciou um projeto em dupla com Sheila Mello intitulado Sheilas Sob as Luzes, onde realizam shows por todo o Brasil coreografando diversas músicas.


Conheça os novos participantes: Aloisio Chulapa, Aritana Maroni, Diego Grossi, Douglas D'Amore, Eliéser Ambrosio, Felipe Franco, Francieli Almeida, Juju Salimeni, Kamilla Salgado, Leticia Oliveira, Lilian Simões, Luisa Albuquerque, Marcelo Galático, Marlon Fabricio, Mc Créu, Nizo Neto, Paulo Rogério, Scheila Carvalho, Tati Minerato, Tatiana Presser, Thais Bianca e Tony Salles. 

Qualquer novidade eu volto, lembrando que quem quiser entrar em contato comigo, pode add no facebook, procurando por "Bruna Jones" e que agora na página oficial do blog, vocês encontram conteúdo exclusivo: clique aqui! Podem também procurar e seguir no twitter no @odiariodebrunaj certo?

Um comentário: