terça-feira, 14 de agosto de 2018

Centro de Comando: 4x07 - Aquele com "A Fazenda: Heróis contra Vilões"


Olá, olá... Tudo bom, queridos leitores? Então que como já comentei aqui no blog e quem acompanha no twitter, eu estou fazendo uma mega maratona de "Survivor", para quem não sabe, se trata da versão americana do "No Limite" e é um baita reality show, cheio dos plot twists interessantes e uma das coisas mais bacanas é que cada temporada é meio que temática e uma delas que me chamou bastante atenção, foi a temporada de "Heróis contra Vilões", eles juntaram 20 ex-participantes sendo 10 de cada e foi bem bacana, embora algumas escalações na minha opinião estivessem erradas.

Quando comecei a assistir, fiquei pensando com os meus botões: "E se a Globo fizesse uma temporada assim para o BBB?", sei que as possibilidades disso acontecer são minimas, mas ainda assim, lá fui eu pegar todo o elenco de todas as temporadas em uma tentativa de selecionar 5 vilãs, 5 vilões, 5 mocinhas e 5 mocinhos para uma temporada ideal, só que... Já passaram pelo confinamento da Globo MAIS de TREZENTAS pessoas, ou seja, selecionar apenas 5 de cada é a atividade mais torturante do mundo, então, decidi pegar pelo menos 10 de cada para formar essa matéria, mas o meu coração pedia pelo menos 15 pra ser uma coisa mais justa, enfim... Vocês podem conferir o resultado, AQUI.

Depois disso, decidi fazer uma edição especial de "A Fazenda" e é o que vocês conferem agora, vem comigo!


Selecionar tanto o elenco de heróis, quanto de vilões foi bem difícil, já que o pessoal de "A Fazenda" é bem diferente do "Big Brother Brasil", ainda assim, dei uma pincelada por cima dos que eu acredito que poderiam estar nesses elencos. Para os mocinhos, temos o Pedro Leonardo da primeira temporada, ele era um dos famosos que nós sabíamos que estaria na final do programa e seu humor e inicio de romance com outra participante, foi mostrando o lado mocinho do rapaz. André Segatti pode ser visto como o mocinho ou com o mais irritante, quem não se lembra da cantoria do "Alegria"? O que importa é que ele não entrou em polêmicas e vivia a vida como se estivesse em um musical. Daniel Bueno e Sérgio Abreu estiveram em lados opostos na terceira temporada, porém, cada um deles conquistou parte do público com o jeito de "bom moço". E como deixar o apaixonado João Kléber de fora dessa lista? Não dá, né?

Na quinta temporada foi a vez de Diego Pombo ser o brincalhão que não pensava muito em estratégia de jogo e sim, em se divertir no confinamento até perder um dente, né? Também teve o Felipe Folgosi batendo cartão na categoria "ator da emissora que é bom moço". Felipe arrasou corações tanto dentro quanto fora da gincana. Na sexta temporada tivemos a plantinha do bem, chamada Gominho. Já na oitava, na falta de um ator da emissora, João Paulo Mantovi foi colocado no elenco para conquistar a mulherada e deu certo, por fim, temos Marcelo Zangrandi, que viveu todo aquele esquema de grande romance que toda telespectadora de sofá e teens adoram, embora eu achasse que várias vezes ele falhou lindamente com a Flávia, só para não manchar a imagem com os demais na casa.


Já no time das mocinhas, nós podemos colocar a vencedora moral da primeira temporada, Danni Carlos, né? Quem não se lembra dela cuidando das ovelhas? Na segunda temporada, a vencedora Karina Bacchi viveu seu próprio conto de fadas Disney no confinamento, só faltou os bichinhos arrumarem a cama dela. Já na quarta, tivemos uma mocinha diferente, uma justiceira, enquanto muita gente não dava confiança para a Joana Machado por ela não ser muito famosa, ela deu a cara a tapa, foi pra cima e venceu a temporada. Já na quina temporada, não sei dizer quem é mocinha e quem é vilã, por isso coloquei as duas nas mocinhas e vocês decidem: Quem estava com a razão nas discussões entre Nicole Bahls e Viviane Araujo?

Na temporada seguinte, por mais que muita gente não visse assim, Barbara Evans acabou conquistando milhares de corações das teens, que viam no relacionamento da moça com Matheus o seu próprio sonho de princesa. Já a Babi Rossi não viveu um grande romance, mas conquistou com o jeitinho dela e se tornou uma das favoritas de todos os tempos. Na mesma temporada, tivemos Débora Lyra, a miss, que viveu romance, drama, perseguição e tudo mais... Para chegar em Rayanne Morais e todo o drama de namora ou não namora o vencedor, misturado com um jeito mais delicado de viver o confinamento. Por fim, não podia deixar de faltar a Flávia Viana, que acabou vivendo um remake do que foi a Iris na sua temporada original do "BBB".


Vamos aos vilões agora? Simbora! Não tem como não começar com o Théo Becker, que apesar dele dizer que tudo não se passou de um personagem, foi uma baita atuação então, não é mesmo? Quem não se lembra do terror que ele botou no confinamento? Caco Ricci por sua vez, tem acena memorável da Bombom no chão chorando aos prantos e ele dando risada, sem contar o lado competitivo dele. Já o Matheus Rocha era mais um "Grinch", com todo o seu péssimo humor na reta final da atração. Dudu Pelizzari por sua vez, tentou fazer suas próprias estratégias e por isso pode ter ficado com a impressão de vilão, sendo acusado de Judas pelo Tico Santa Cruz, que ao meu ver, foi o grande vilão da temporada.

Na quarta temporada o grande antagonista foi o Gui Padua, que merecia e muito voltar ao reality show, na época eu não apreciava muito o jogo dos vilões, mas hoje... Ah... Diego Cristo foi o brigão da temporada dele e imagina esse homem confinado com outras pessoas que possuem o mesmo temperamento que ele? Pois é... Felipeh Campos foi o grande e real vilão da temporada dele e por mais que ele falasse algumas coisas absurdas, quem não gostava de odiar ele? Luka Ribeiro foi um vilão mais fraco, diria que foi o estrategista, mas que só chegou na final por causa de um poder que a Record lhe deu. Por fim, Conrado Fernandes e todas as suas estratégias que só funcionavam em sua própria cabeça.


No time de vilãs, nós temos Franciely Freduzeski que ficou brevemente confinada duas vezes e nas duas saiu botando no cu de todo mundo de alguma maneira. Janaina Jacobina ficou confinada na terceira temporada e surtou, chegando a escrever nos espelhos e tudo mais, só pelo fato do pessoal não votar para ela ser eliminada. Na quarta temporada, Renata Banhara não viveu para ser uma vilã, mas viveu para fazer umas intrigas. Depois disso, foi a vez de Gretchen infernizar a vida de pelo menos uns cinco participantes em sua temporada, fazendo altos deboches e pra evitar a rejeição, pediu pra sair. Na temporada seguinte, o que foi Andressa Urach? Por mais que ela fale que tenha mudado, quem não gostaria de ver ela confinada novamente?

Ainda na temporada dela, tivemos a vilã cômica, Lu Schievano e todas as suas peripécias, digna de vilã Disney. Na temporada seguinte, Bruna Tang era estrategista e muita gente não deu o valor no jogo dela, chamando ela de vilã e olha? Olhando o jogo dela hoje, ela foi uma peça fundamental para a temporada andar. Lorena Bueri é a versão feminina do Diego Cristo, né? E Mara Maravilha atazanou a vida de TODO MUNDO em sua temporada, imagina se ela se deparasse com outras vilãs, o que aconteceria? Por fim, todo mundo já cansou de Aritana Maroni, mas, precisamos ter alguém que perde o humor no decorrer do rolé, não é mesmo?


E ai, o que vocês acham? Quem quiser comentar aqui, peço que comentem duas coisas: 1) Entre esses 40 participantes, selecionem 5 mocinhos, 5 mocinhas, 5 vilões e 5 vilãs... Só entre esses 40, hein? e 2) Quem vocês acham que faltou em qual categoria? Quero saber a visão de jogo de vocês!

Qualquer novidade eu volto, lembrando que quem quiser entrar em contato comigo, pode add no facebook, procurando por "Bruna Jones" e que agora na página oficial do blog, vocês encontram conteúdo exclusivo: clique aqui! Podem também procurar e seguir no twitter no @odiariodebrunaj certo?

Um comentário:

  1. Bruna, vc esqueceu do Igor Cotrim da Fazenda 2 na categoria de vilão, ele era bem louco e surtou várias vezes, inclusive por causa de desperdício de comida, pra mim ele merecia ter chegado na Final e tbm esqueceu da Angelis Borges da Fazenda de verão, ela foi a maior barraqueira daquela edição, chingou a mãe de quase todos os participantes e acabou vencendo e inclusive conquistou minha torcida, ela causou, até romance lésbico rolou mesmo tendo chamando o Haysan de o Gay da casa no Ao Vivo pra votar mele, foi de homofóbica a lésbica, no início ela vivia dizendo que queria ir embora, mas, o jogo virou. E dessa mesma Fazenda de verão, teve tbm o Lucas que poderia voltar na categoria de Vilão, ele atormentou o povo, tomou banho pelado e foi expulso por ameaçar agredir o gay da casa com um machado. Pra mim, esses 3 tinham que voltar. E sobre Andressa Urach, ela realmente está mudada, não duvide. Acho muito difícil que ela volte a participar.

    ResponderExcluir