quinta-feira, 25 de abril de 2019

Troca de Esposas: 1x11 - Kátia (Paulo Goulart Filho) x Lu Peixoto


E chegamos ao último episódio da temporada e olha? Achei um pouco controverso a dona Kátia, esposa do Paulo Goulart Filho. Ela é uma enfermeira militar, que chegou pra militar toda na casa da Lu Peixoto, sendo que não é bem o que é mostrado em sua própria casa. Ela bota as crianças da nova casa para colaborar nas atividades, mas o próprio filho dela não parece fazer muita coisa na casa dela. Além disso ela comentou sobre os filhos da Lu terem muita liberdade e meu... A namorada do filho dela, de 14 anos de idade, dorme na casa dela. Tudo nem que aparentemente os dois dormem separados, mas ainda assim... A menina mora do outro lado da cidade pra precisar fazer isso? São crianças praticamente e no meu ponto de vista, a gente precisa preservar isso o máximo que puder.

Tirando essa parte, achei de inicio que o menino iria ser um personagem bacana na história, mas em pouco tempo ele se tornou um vilãozinho que tapeou a nova mãe para burlar a regra de entregar o celular, além de quando ficou puto por ter sido acordado para arrumar o próprio quarto, fez o favor de jogar uma meia na cara da mulher. Sem contar que quando ela foi questionar da lição de casa, o menino simplesmente falou que não faz, que leva bronca por isso e mesmo assim fica lá. E olha? Eu não duvido que seja isso mesmo. Enfim... Enquanto isso, os filhos da Lu foram bem educados e queridos com a nova mãe, mesmo com ela tirando os doces deles na hora das regras dela.


Se bem que eu acho que quem sofreu mais com os doces foi o marido da Lu, né? Não foi um episódio muito divertido, com conflitos ou atrativo... Analisando o programa dos primeiros episódios para os últimos, ele foi perdendo força no decorrer, acho que eles colocaram os primeiros mais bombásticos para chamar a atenção do público e os demais não corresponderam com as expectativas. Apesar do mini-vilão que a Lu encontrou, acho que ela se divertiu bastante e foi o ponto alto do episódio, principalmente por ter montado uma dupla dinâmica com a mãe da Kátia.

Acho que a Record precisa encontrar uma maneira de produzir melhor os seus realitys, uma hora e meia é muito tempo para alguns conteúdos, esse episódio eu cortaria meia hora fácil, enquanto isso, tem outros episódios MARAVILHOSOS que uma hora e meia é muito pouco. O maior problema da emissora se encontra na direção do Rodrigo Carelli, infelizmente acho que já passou da hora da Record tirar esses programas das mãos dele ou pelo menos colocar uma outra pessoa para pilotar junto com ele.


Mesmo com uns episódios capengas, a temporada acabou sendo um sucesso na emissora e a segunda temporada já começa a ser planejada, resta saber se o programa retornará no segundo semestre, coisa que eu acho difícil, ou se retornará só em 2020 agora.

Qualquer novidade eu volto, lembrando que quem quiser entrar em contato comigo, pode add no facebook, procurando por "Bruna Jones" e que agora na página oficial do blog, vocês encontram conteúdo exclusivo: clique aqui! Podem também procurar e seguir no twitter no @odiariodebrunaj certo?

Nenhum comentário:

Postar um comentário