quinta-feira, 6 de fevereiro de 2020

Biografia do Participante: 5x10 - Conheça Pedro Bismarck (Dança dos Famosos 2)


Aos dezoito anos, Pedro Bismarck deixou sua cidade-natal e mudou-se para Juiz de Fora, onde pretendia seguir a carreira militar. Ficou no Exército durante cinco anos, atingindo a graduação de cabo no 4º Esquadrão de Cavalaria, que em 1985 mudou-se para cidade de Santos Dumont, próximo a Juiz de Fora. Em 1981, criou aquele que seria seu principal personagem: Nerso da Capitinga (inicialmente conhecido como Denílson). Em 1983, atuou na peça "Dr. Getúlio, Sua Vida e Sua Glória", montada pelo Grupo Divulgação. Convidado para integrar um grupo de teatro, apresentou em 1984, na casa noturna Pirandello, um quadro para o espetáculo "Caravana Café Concerto, um Delírio!". Na peça, dirigida por Robson Terra, Pedro Bismarck fazia imitações, cantava e contava piadas. Passou a adotar o nome artístico de Pedro Bissa, que posteriormente foi modificado para seu pseudônimo atual. Em 1990, foi convidado por Chico Anysio para participar do programa Escolinha do Professor Raimundo, após Chico ter visto uma fita de vídeo com apresentações de Pedro. Por sugestão de Chico Anysio, o nome artístico foi alterado para Pedro Bismarck. Teve rápida passagem pelo SBT em 1993 no programa A Praça é Nossa, retornando à Rede Globo no ano seguinte.

Após o fim da Escolinha, em 1995, Pedro Bismarck atuou em outros programas, como Estados Anysios de Chico City e Brava Gente. Em 1998, fez uma participação especial no filme Menino Maluquinho 2 - A Aventura, também foi protagonista de um episódio do programa Você Decide e em 2000, participou do filme Amélia. Em 1999, Pedro Bismarck integrou o elenco do extinto Zorra Total (atualmente Zorra). Em 2006 foi um dos participantes da Dança dos Famosos, quadro do Domingão do Faustão e em 2008 foi garoto-propaganda das Casas Bahia. Após o término do Zorra total, Pedro ganhou um quadro no Vídeo Show, o Morréu Show, apresentado pelo seu personagem, o Seu Feliciano. No quadro, Seu Feliciano relembra personagens da ficção que já morreram. Em 2015, Pedro participou do CD Ser Humano, do cantor Zeca Pagodinho gravando com ele a música "Mané Rala Peito", com direito ao famoso bordão "Morréu"!. Mesmo longe da televisão, Pedro Bismarck continua com seus shows e apresentações por todo o Brasil.


Qualquer novidade eu volto, lembrando que quem quiser entrar em contato comigo, pode add no facebook, procurando por "Bruna Jones" e que agora na página oficial do blog, vocês encontram conteúdo exclusivo: clique aqui! Podem também procurar e seguir no twitter e instagram no @odiariodebrunaj certo?

Nenhum comentário:

Postar um comentário