terça-feira, 31 de março de 2020

Tá no Paredão: 20x11 - Felipe Prior x Manu Gavassi x Mari Gonzales


O décimo Paredão do BBB20 está formado. Neste domingo, 29/3, Felipe, Manu e Mari acabaram emparedados e disputam a permanência na casa na próxima terça, 31/3. Gizelly venceu a Prova do Líder na última quinta, 26/3. Na disputa, a dupla formada por Gabi e Mari teve o pior desempenho e as sisters foram para o Paredão, com direito a disputar a Prova Bate e Volta. Neste domingo Marcela, que venceu a Prova do Anjo da semana, deu a imunidade para Thelma. A Líder Gizelly indicou Felipe para o Paredão. O arquiteto teve direito ao contragolpe e indicou Manu também para a berlinda. Na sequência foi a vez da casa votar no Confessionário. Babu, Flayslane e Rafa empataram como os mais votados. A Líder Gizelly deu o voto de minerva e indicou Flayslane ao Paredão. Assim, Flayslane, Gabi, Manu e Mari disputaram a Prova Bate e Volta. Gabi acertou o porquinho 11 e se salvou do Paredão. Flayslane escolheu o número 25 e também se livrou da berlinda.

"No maior paredão da história do BBB, com estrondosos 550 milhões de votos apenas em 24 horas, chegamos ao ponto crítico da temporada. Caso Prior permaneça no jogo, sua vitória está traçada. Caso contrário, só o futuro poderá nos dizer. Vamos manter o programa pelo menos um pouquinho imprevisível, pode ser? Pera, não tá na hora de declarar a nossa torcida ainda? Erros em Paris, nos perdoem! Vamos falar dos emparedados? Diretamente dos estúdios “O Diário de Bruna Jones”, somos Bianca C e MegaTributo e esse é o “Tá no Paredão”!

Felipe Prior 

Bianca C: Honestamente, espero muito que essa seja a última vez em que eu seja obrigada a falar sobre ele. Dito isso, vamos ao que nos interessa. Felipe começou o jogo como fiel escudeiro da macholândia, participando, inclusive, de todos os esquemas propostos por Hadson, Lucas, Petrix... Só que ele, ao contrário dos demais, teve a sorte de sobreviver o suficiente para ganhar torcida (mesmo que boa parte desses cervejeiros sejam pessoas que apenas não vão com a cara e com o discurso empoderado das mulheres da casa). Hoje em dia, ele passa boa parte do tempo reclamando sobre tudo e todos. TUDO. Se indicam pro monstro, ele reclama; se não indicam, contrariando a narrativa de perseguido que ele ama, o cara também começa a reclamar. A verdade é que nada é capaz de agradá-lo. Até mesmo Babu, seu principal aliado, precisou ouvir um chilique do playboy porque ele é incapaz de entender que nem todo mundo quer seguir a mesma estratégia que ele. Bom, caímos numa palavra interessante. Vamos falar da estratégia de Pyong Lee (lê-se com a voz de Gizelly Bicalho). O nosso coreano favorito tinha uma sagacidade enorme para movimentar a jogatina de seu grupo, mas nunca deixou isso se tornar algo pesado para ele e seus aliados. Até quem critica jogadores foi capaz de torcer por ele. Isso é totalmente diferente do jogo que é feito por Prior. A fixação por Pyong me soa uma admiração, uma vontade de ser 10% do que ele foi durante o confinamento. Só há uma ressalva a ser feita: enquanto Pyong olhava nos olhos das pessoas e dizia que elas eram suas rivais, mas nada impedia suas relações paralelas, Prior acredita que é preciso berrar na cara de alguém para reforçar que essa pessoa é um possível alvo. Eu poderia encerrar esse texto falando sobre o comportamento machista e agressivo dele, sem contar a normalização da zoofilia, mas isso são coisas que, aparentemente, os fãs dele ignoram por completo.

MegaTributo: EU NÃO AGUENTO MAIS ESSE JOGO DE VITIMISMO! Em todas as edições de qualquer reality show, sempre há aquela pessoa que encarna o papel de vítima, se excluindo de tudo e todos e aproveitando qualquer oportunidade para tentar soar como o coitado para o público. Alguns não vingam, como o Victor Hugo desse BBB20. Outros, como Nadja de A Fazenda 10, conseguem criar uma narrativa ridiculamente fake e enganam todo mundo. E está claríssimo que Prior tenta desesperadamente copiar tais personagens caricatos na esperança de vencer o programa. Felipe, que começou em total apoio aos machos escrotos da edição, viu todos os seus aliados sendo eliminados e penso que decidiu que tal estratégia era a única possível. Com isso, se vitimiza sempre que tem oportunidade: quando é votado, quando não é votado, quando ganha o monstro, quando não ganha o monstro, quando não é colocado no VIP, quando o deixam no VIP... O grande rival de Pyong Lee não consegue esquecê-lo mesmo após duas semanadas da eliminação do coreano, mostrando que sua história no programa estava totalmente ligada nele e que agora está muito mais fraca. Com isso, encontrou na Flay uma grande aliada para seguir no mesmo jogo que ele, os coitados excluídos pelas mulheres malvadas que não dão uma chance a eles, e consequentemente vem largando pouco a pouco seu “melhor amigo” Babu. E os fãs juram que é a maior amizade já vista em um BBB. Não há mais defesas para sua permanência. Render? Depois dessa terça, o programa tem apenas mais 23 dias com 10 participantes ainda na casa. Tenho certeza de que somos bem capazes de sermos entretidos sem Felipe Prior no confinamento.

 Manu Gavassi 

Bianca C: Acho que usar o argumento de que Manu não quer estar no reality é totalmente inválido, já que nós podemos ver todo o trabalho que ela teve ao lado de sua equipe de marketing para montar a melhor estratégia que um membro do camarote pôde ter. Ela conseguiu mesclar sua participação no BBB com seu projeto musical e sua série do Youtube, tirando bons resultados dessas três plataformas. Não é por menos que ela é a participante dessa edição com o maior número de seguidores conquistados desde a estreia. Numa comparação entre a participante que temos hoje e a participante que entrou no confinamento, vemos que há uma enorme desconstrução daquela personagem que forçava meme e fingia meditar no meio de um jogo da discórdia. Tanto é que ela já se permitiu sair do sério (na treta com Victor Hugo, o “falso do caralho”) e desabar em lágrimas (após a formação do paredão dessa semana). Isso tudo bate de frente com aquela vibe de quem não se deixa abalar por nada, já que todas as situações dali são potencializadas pela pressão do confinamento. Mesmo não sendo a pessoa que mais causa ou enfia dedo na cara do coleguinha, é impossível dizer que ela não se posicionou e causou bons momentos na edição, como o fim do twist podre do quarto branco e a descoberta dos dois milhões de seguidores da Gizelly. É uma participante que poderá ser copiadas por futuros brothers, mas dificilmente será superada. Esquisitinha como ela, só ela mesma.

MegaTributo: Como já comentei sobre a Manu em seu último paredão, não tive aquela adoração por ela de início como todo mundo. Foi só quando ela largou um pouco a teatralidade e passou a levar mais a sério o jogo que comecei a vê-la melhor. É incrível (ou não, depois de anos sobre os holofotes) como Manoela Gavassi sabe se portar bem, sabe discursar e acabar com quem está querendo queimá-la, como aconteceu nesse último jogo da discórdia. Desde a treta com Victor Hugo, Manu vem crescendo no programa, deixando bem claro seus posicionamentos, como sempre fez, mas agora com mais seriedade. Não gostou do modo pelo qual foi indicada a essa paredão e se posicionou sobre isso de uma ótima forma. Contra ela depõe um comentário realmente infeliz que fez sobre Daniel e Marcela combinarem por suas cores, e isso bastou para os priorzetes a demonizarem e varrerem para debaixo do tapete todas as merdas que seu favorito já falou e fez. Caso venha a ser eliminada será um choque para as outras seis mulheres a quem está aliada nesse momento, e Prior e Flay estarão seguros de que seus jogos de excluídos estão funcionando perfeitamente.

 Mari Gonzales 

Bianca C: Se formos compará-la com alguma ex-panicat que já se aventurou por esse mundo de reality show, eu diria que ela é a versão global de Aryane Steinkopf. Por que? As duas são extremamente apagadinhas e cumprem o papel de moça bonita que não saberia multiplicar fatos de dois dígitos sem usar a calculadora numa temporada onde vários outros enredos foram mais interessantes e trouxeram êxito para o show, porque se dependesse delas, a audiência seria pior do que a TV Gazeta. Até aqui, Mari teve pouquíssimo destaque na narrativa criada pelos demais colegas. Até seu momento de brilhar foi ofuscado por participantes com um pouco mais de “presença de palco”. Sim, o auge de sua participação teria sido o plot da armação maquiavélica para queimá-la perante o público e perante o Jonas 22, mas nem isso foi agarrado por ela. O que a salva (um pouco) é esse jeitinho meio sem filtro que rende pérolas maravilhosas, mas nada que nos faça olhar e admirar a escolha de sua presença no elenco. Mesmo que sua melhor amiga tenha feito uma defesa mil vezes melhor para Prior, essa amizade vai ficar “ainda mais forte” depois que a moça retornar desse paredão, mesmo que as cartinhas de Bruna Tang digam que ela será a eliminada da semana. 

MegaTributo: Decepção define a participação da Mari para mim. Logo quando todos os 18 participantes iniciais foram anunciados, uma das minhas maiores expectativas para protagonizar essa temporada, de uma forma ou de outra, foi depositada nela. Como se não bastasse ela não ter protagonizado absolutamente nada, nem mesmo o seu “grande momento” quando descobriu todo o jogo escroto do Lucas contra si, Mariana não teve praticamente nenhuma relevância nas narrativas do BBB20. Se ela não estivesse ali, pouca coisa teria mudado. Infelizmente parece que nem com a “melhor amiga” a Mari pode contar, pois teve que ver nessa segunda a Flay defendendo Prior com unhas e dentes da eliminação, ao mesmo tempo em que fez uma defesa bem fraquinha para ela. Com certeza vai voltar do paredão por conta da disputa muito polarizada entre Felipe e Manu, e espero, mesmo tendo quase certeza de que nada mudará, que Mari possa reescrever sua passagem na temporada. Ou pelo menos que não volte a demorar a ir ao paredão para que possa ser logo eliminada.


Achamos que nosso posicionamento seja totalmente óbvio, até porque qualquer coisa que não fosse #ForaFelipe seria motivo para nossa demissão (Bruna deixou isso bem claro). Os motivos para optarmos por essa saída estão mais do que explícitos em nossas análises sobre ele, tanto nesse post, quanto em análises de outro paredão em que ele estivesse. Nem todo mundo concorda, mas diria Gabi Prado: “respeito seu posicionamento, mas é um posicionamento burr...” Concordam com a gente? Não? Sim? Em partes? Comentem aí. Voltamos a qualquer hora pra falar sobre mais uma berlinda dessa edição maravilhosa do nosso BBB. BBBeijos.

Conheça os Participantes: Babu Santana, Bianca Andrade, Daniel Caon, Daniel Lenhardt, Felipe Prior, Flayslane Pink, Gabi Martins, Gizelly Bicalho, Guilherme Napolitano, Hadson Nery, Ivy Moraes, Lucas Chumbo, Lucas Gallina, Manu Gavassi, Marcela McGowan, Mari Gonzalez, Petrix Barbosa, Pyong Lee, Rafa Kalimann, Renata Dornelles, Thelma Assis e Victor Hugo.

Qualquer novidade eu volto, lembrando que quem quiser entrar em contato comigo, pode add no facebook, procurando por "Bruna Jones" e que agora na página oficial do blog, vocês encontram conteúdo exclusivo: clique aqui! Podem também procurar e seguir no twitter e instagram no @odiariodebrunaj certo?

4 comentários:

  1. Sou #ForaManu! Uma das grandes decepçoes da temporada, passou a maior parte do tempo apagada, bem planta e olha que eu defendia ela no começo, pois, criei muitas expectativas na participação dela, do time dos famosos ERA minha favorita. Teve poucos momentos de destaque e sobre a fala racista dela, não foram apenas as priozetes que criticaram, quem teve um senso crítico independente de torcida, viu que ela falou uma grande merda e não passou pano, asssim como o Prior tbm já falou e como ela não tem o carisma e protagonismo da Paulinha do BBB19 não deu pra mim relevar. Só lamentei Thelma e Babu não terem presenciado essa fala pra ver se eles teriam se posicionado A briga com o Victor Hugo chamando-o de Falso do caralho foi seu maior destaque, mas, me pareceu forçada já que estava no paredão e IMPLOROU pro Pyong não indicar o prior com medo de sair, mas, o destino encarregou disso acontecer 3 semanas depois. É um paredão HISTÓRICO com mais de 1 BILHÃO de votos, graças ao Prior que tem quem ame e tem quem odei.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aproveitando que estou passando mal e... 🤮🤮🤮

      Excluir
    2. Que pena, Anderson. Mas fique tranquilo que o Carelli nesse momento já deve estar entrando em contato com o Prior.

      Excluir
    3. Prior só saiu por causa da influencia dos amigos famosos que a Manu Gavassi tem. Se Marcela, Gabi ou Ivy estivessem nesse paredão, vcs sabem que elas que sairiam. Mas, a candidata que eu torço desde o início continua no jogo, a minha conterrânea Flay. Mas, tudo indica que infelizmente Manu ou Rafa ganharão por serem famosas e terem muitos seguidores, mas no jogo foram duas plantas.

      Excluir