sábado, 7 de setembro de 2019

Amazônia: STJ condena a Record por premiar a pessoa errada em reality show


Após anos do imbróglio na Justiça, o STJ (Superior Tribunal de Justiça) condenou a Record por causa de uma eliminação durante a semifinal do extinto reality show “Amazônia”, exibido em 2012. A ação foi movida por Alexey Magnavita, após ter sido injustamente eliminado do programa. O astrólogo estava na semifinal e perdeu a disputa após uma contagem errada dos votos e, durante um quiz na grande final, a Record errou mais uma vez.

O canal considerou certa uma pergunta respondida de forma errada pelo piloto Tarso Marques, que levou para casa o prêmio máximo de R$ 500 mil. Alexey entrou na Justiça exigindo uma indenização por danos morais e materiais. As informações são do jornalista Fernando Oliveira, da Jovem Pan. Os representantes da emissora paulista afirmaram que “o recorrido não sofreu nenhum dano moral, material ou à imagem pois é pessoa pública, estando acostumado a polêmicas na mídia e nas redes sociais”. O STJ não aceitou a argumentação da Record e a condenou a pagar R$ 125 mil por danos materiais e mais R$ 25 mil por danos morais, com valores corrigidos desde 2015.

Qualquer novidade eu volto, lembrando que quem quiser entrar em contato comigo, pode add no facebook, procurando por "Bruna Jones" e que agora na página oficial do blog, vocês encontram conteúdo exclusivo: clique aqui! Podem também procurar e seguir no twitter e instagram no @odiariodebrunaj certo?

Nenhum comentário:

Postar um comentário