terça-feira, 14 de abril de 2020

Biografia do Participante: 5x34 - Conheça Pyong Lee (Big Brother Brasil 20)


O silêncio do apartamento de Pyong Lee é um contraste com a personalidade elétrica e empolgada do hipnólogo e youtuber de 27 anos. Às vésperas de entrar no Big Brother Brasil no grupo Camarote, Pyong corre de um lado para o outro separando roupas, fala sem parar, faz truques de mágica e beija a esposa, Samy, grávida de oito meses. Tudo ao mesmo tempo! Sem dormir há mais de 30 horas, ele confessa. “Estou nervoso. Agora está começando a cair a ficha. Nós conversamos muito quando recebi o convite para o programa e deixei a decisão com ela. Fiquei no máximo três dias longe dela. O pior de agora é a despedida". À espera do primeiro filho, um menino que nasce no próximo mês, o casal tem uma história curiosa, mas não rolou hipnose. “Eu estava gravando na rua e a vi passando. Ela pediu pra tirar uma foto e depois me mandou uma mensagem nas redes sociais. Perguntei o que ela ia fazer naquela noite e a resposta foi: ‘Depende do que você vai me convidar’”. O participante do BBB20 atribui à esposa a força para encarar o desafio de entrar no programa. “Nós decidimos abraçar como um casal”. E, por falar em desafios, Pyong já precisou enfrentar alguns. Os pais dele se casaram forçados, após a descoberta da gravidez.

A relação não deu certo, e um dia a mãe foi embora e nunca mais apareceu. O pai teve depressão, se afundou em dívidas e acabou falecendo aos 35 anos. Pyong e os dois irmãos mais novos foram criados pela esposa do tio. “É quem chamo de mãe, uma mulher que ralou muito. Ela e minha avó foram minhas referências de fé e são responsáveis por quem me tornei”. Inclusive, um dos planos dele para este ano, além de ganhar o BBB20, é trazer os avós para morar com ele no Brasil. Hoje eles estão na Coreia do Sul. Enquanto isso não acontece, Pyong se concentra em múltiplas funções, mas assume que gosta mesmo é de um palco. “Desde criança sempre fui carente. Gostava de ser o centro das atenções”, explica, com um sorrisinho maroto. E a tática escolhida para isso na escola foi o break. “Aprendi a dançar, fazer passinho... Era tosco!”, conta. Mais tarde evoluiu para mágica, inclusive profissionalmente, até chegar à hipnose. Hoje, ele conta mais de 6 milhões seguidores em seu canal de vídeos que mescla conteúdos de mágica e hipnose, com nomes conhecidos como Anitta e Fábio Porchat.


Há dois anos esteve na lista da Forbes Under 30, que destaca jovens talentos em diferentes categorias como WEB. “As pessoas acham que vão olhar pra mim e desmaiar! Hipnose não é um poder, não tem nada a ver com misticismo. É uma técnica”. Inclusive, Pyong se aprofundou no uso da hipnose como terapia. “É possível tratar depressão e ansiedade que são os males do século”, garante. Ele opina que as habilidades de hipnose podem ajudá-lo no reality. “Eu não controlo as pessoas, mas sei controlar as minhas emoções e como reajo às coisas”, afirma. O paulista conta que poucas coisas tiram seu bom humor. “Não gosto que me acusem de algo que não fiz, de ser injustiçado, e ficar com fome”, acrescenta. “Lidar com o ser humano é um negócio complexo, mas eu confio bastante na minha capacidade de lidar com as pessoas. Gosto de abraçar, ouvir histórias. Eu gosto de pessoas!”, finaliza Pyong, a caminho do que ele considera a maior aventura da vida: o BBB.

Conheça também: Babu Santana, Bianca Andrade, Daniel Caon, Daniel Lenhardt, Felipe Prior, Flayslane Pink, Gabi Martins, Gizelly Bicalho, Guilherme Napolitano, Hadson Nery, Ivy Moraes, Lucas Chumbo, Lucas Gallina, Manu Gavassi, Marcela McGowan, Mari Gonzalez, Petrix Barbosa, Pyong Lee, Rafa Kalimann, Renata Dornelles, Thelma Assis e Victor Hugo.

Qualquer novidade eu volto, lembrando que quem quiser entrar em contato comigo, pode add no facebook, procurando por "Bruna Jones" e que agora na página oficial do blog, vocês encontram conteúdo exclusivo: clique aqui! Podem também procurar e seguir no twitter e instagram no @odiariodebrunaj certo?

Nenhum comentário:

Postar um comentário