domingo, 22 de maio de 2011

Grey's Anatomy: 3x05 - Oh, The Guilt

Derek descobre mais sobre o relacionamento de Addison e Mark e descobre que Meredith terminou com Finn. Bailey fala sobre maternidade e depressão para uma mãe que precisa passar por uma cirurgia de câncer de mama, mas parece não se importar com as decisões sobre seu futuro. Um ex-casal tem uma recaída e Meredith e Addison trabalham juntas neste caso. As coisas ficam complicadas quando a filha do ex-casal, Michelle, chega ao hospital. Os internos defendem Bailey em uma reunião sobre a morte de Denny, e Izzie ainda precisa trocar o cheque que recebeu de herança.

Nome do Episódio: Faz referência a música da banda Nirvana.

Frase do Episódio: "Primeiro: não cause mal(*). Como doutores, temos que viver segundo esse juramento. Mas então o mal acontece e, então, a culpa acontece. Não há juramento sobre como lidar com isso. E a culpa nunca anda desacompanhada - ela sempre traz suas amigas dúvida e insegurança junto." ... "Primeiro: não cause mal. Mais fácil falar do que fazer. Nós podemos fazer todos os juramentos do mundo, mas a real é que a maioria de nós causa mal o tempo todo. Às vezes, mesmo quando tentamos ajudar, nós causamos mais mal do que bem. E então a culpa mostra sua cara feia. Não nos sobra muita escolha: ou você deixa a culpa te jogar de volta ao comportamento que justamente te encrencou ou então você aprende com ela e faz o melhor para seguir em frente."

(*) Nota: Apesar dessa frase propriamente dita não aparecer no juramento de Hipócrates (que pode nem ter sido escrito por ele), ela é creditada ao mesmo. O juramento é feito por todos aqueles que terminam a Faculdadede Medicina. O juramento pode ser visto integralmente aqui: http://pt.wikipedia.org/wiki/Juramento_de_Hip%C3%B3cratesA confusão se dá porque a frase "do no harm" É realmente de Hipócrates, mas de sua obra chamada "Epidemias" (livro I, seção XI), onde ele diz: "Declare o passado, diagnostique o presente, deduza o futuro; pratique esses atos. Quanto às doenças, faça dessas duas coisas um hábito: ajudar ou, ao menos, não causar mal."

Nenhum comentário:

Postar um comentário