sexta-feira, 31 de agosto de 2018

Centro de Comando: 4x09 - Aquele com a despedida para Mauro Borges


Mauro Borges, DJ ícone da cena clubber paulistana, morreu na manhã desta sexta-feira (31), disse a casa noturna Bubu Lounge Disco em sua página no Facebook. O músico era residente de uma das festas do lugar. A causa da morte não foi divulgada. Borges foi um dos responsáveis pela criação do projeto Que Fim Levou Robin?, considerado o primeiro grupo de dance music brasileiro. A banda, que misturava a batida eletrônica com letras divertidas, estourou nos anos 90 e levou o gênero a programas de TV com músicas como "Tia" e a que dá nome à banda.

Em mais de 30 anos de carreira, o DJ também se tornou nome importante da cultura LGBT em São Paulo. Ele comandou festas famosas nas boates Nation e Massivo, das quais foi sócio. "Éramos como irmãos, convivíamos com as nossas luzes e também sombras. Estranho que uma parte da minha história teve esse fim trágico com a partida dele, coisas da vida, morrer", escreveu Bebete Indarte, também fundadora do Que Fim Levou Robin?. Mauro também foi pioneiro da finada revista "G Magazine" na qual ele foi capa por duas vezes, sendo a primeira em 1997 e a segunda em 1998.


Mauro não chegou a ficar confinado em nenhum reality show da televisão brasileira, mas no último ano, no dia 29 de agosto, eu tive o prazer de publicar uma entrevista com ele para vocês conferirem um pouco mais sobre a carreira dele (quem quiser ver ou rever, clica AQUI) e ele foi uma das pessoas mais gentis e queridas das quais eu já tive o prazer de conhecer e contar um pouco de sua história, inclusive chegando a me convidar para ir conhecer o trabalho dele mais de perto. Por esses motivos, fica aqui a homenagem do blog, espero que esteja onde ele estiver, que Deus lhe tenha e conforte sua família e amigos.

Qualquer novidade eu volto, lembrando que quem quiser entrar em contato comigo, pode add no facebook, procurando por "Bruna Jones" e que agora na página oficial do blog, vocês encontram conteúdo exclusivo: clique aqui! Podem também procurar e seguir no twitter no @odiariodebrunaj certo?

SRA - Além do BBRA: 1x30 - Primeiro Nome do Juri


Os participantes retornam para o acampamento e Maura reclama da instabilidade da água, que uma prova como essa deveria ser mais estável para os participantes. Gabriela responde que ali eles estão lutando uns contra os outros e contra a natureza também, que em um minuto está tudo bem e no seguinte, eles estão sendo tombados pela vida. Beto diz que lá se foi a oportunidade deles eliminarem Miguel e Rubens responde que sempre terá uma nova chance em seguida, que agora eles precisam apenas decidir se será Emanuel, Everton ou Ricardo o próximo eliminado. Beto diz que talvez seja melhor eliminar Ricardo para o rapaz não ter chance de surpreender eles novamente, mas Rubens diz que talvez eles consigam trabalhar com o rapaz no futuro.

Marlene vai questionar em quem os rapazes vão votar, enquanto Maura vê a cena de longe com Emanuel, a moça diz que eles nem esfriaram o corpo da prova e os urubus já estão tentando decidir o que vão fazer com a vida deles. Emanuel diz que dá até um desanimo de jogar sabendo que eles vão ser os próximo eliminados e que somente um não será, a menos que vença todos os desafios dali até a final. A moça responde que se recusa a jogar a toalha, que eles precisam sair atrás de ídolos de imunidade e causando intrigas com a aliança maior para que eles acabem votando entre si mesmos.


Maura conversa com Camilla e Gabriela sobre a eliminação que se aproxima, a moça diz que entende que eles estejam querendo eliminar os originais da tribo amarela, mas quelas precisam concordar que Rubens é uma das pessoas mais fortes da competição e que se elas esperarem eliminar todos os amarelos para fazer alguma coisa, elas não vão conseguir fazer nada, então deveriam pensar em fazer algo neste momento enquanto possuem apoio, já que ao eliminar o rapaz, eles ainda vão continuar com o número maior e uma ameaça a menos. Camilla responde que entende o que ela quer dizer, mas que não sabe se seria a coisa certa para se fazer.

Maura diz que não só seria a coisa certa neste momento, como para o futuro, já que quando todos os amarelos forem eliminados, vão sobrar três mulheres contra quatro homens e com certeza eles vão se juntar para eliminar elas. Gabriela diz que faz até sentido, que ao eliminar um deles, elas pelo menos conseguem igualar a votação lá na frente. Camilla pede para falar sozinha com Gabriela, a moça diz que se elas fizeram isso agora, os homens vão se voltar contra elas de qualquer maneira, que elas precisam deixar para fazer isso daqui umas duas votações, assim elas vão ter eliminado dos fortes do amarelo e eles ainda vão querer trabalhar com elas, para não serem os próximos eliminados.


Chega o momento dos participantes se encontrarem com Glenda no conselho tribal. A apresentadora começa questionando como que Marlene vê essa nova dinâmica do jogo. Ela responde que apesar do jogo ser individual agora, a divisão de equipes ainda é muito clara, que existem os antigos vermelhos, os antigos amarelos e os antigos verdes que estão no meio das duas tribos. A apresentadora questiona se ainda existem possibilidades dos antigos verdes migrarem para os amarelos e Marlene responde que tudo ainda é possível nesse jogo, que ele se reinventa a cada instante e que é isso que torna tudo mais interessante. Camilla responde que é interessante ouvir isso, que ela não imaginava que essa seria uma opção.

Marlene diz que é claro que neste momento todo mundo sabe o que precisa ser feito, mas que pessoas mudam normalmente dia após dia e que o jogo ali torna todo mundo mais vulnerável. Samuel diz para ela encerrar logo que está só piorando, fazendo os demais darem risada. Maura pede para ela continuar, que está adorando ouvir isso tudo. Glenda questiona a importância do que está acontecendo agora para a moça e ela responde que obviamente os antigos membros da tribo dela e ela estão por baixo nesse momento do jogo, mas que agora eles estão vendo uma luz no fim do túnel ao perceberem que ainda existe uma chance de movimentar um pouco as coisas.


Gabriela entra na conversa dizendo que é óbvio que o pessoal vai tentar fazer todo o possível para saírem da situação em que eles se encontram e que ela não julga isso, já que faria a mesma coisa no lugar deles, mas que acha bem difícil alguma coisa mudar nessa altura do jogo. Miguel responde que enquanto Glenda não apagar as tochas deles, o jogo está rolando. Gabriela diz que sabe disso, mas que todo mundo ali possui um objetivo em comum, que é vencer e pra isso, precisam eliminar a concorrência mais forte. Maura dá risada e questiona onde que ela é forte e a moça responde que é no jogo social e que isso vale muito ali para eles.

Maura olha para Glenda e diz que então existem diversos tipos de ameaças e forças, que ela não imaginava que isso seria possível. Samuel diz que parando pra pensar, esse é um jogo mais social do que de força, que no final das contas, eles dependem das pessoas que eles próprios eliminaram para vencer o jogo, então eles precisam pensar duas vezes na maneira como vão eliminar as pessoas, já que isso pode se voltar contra eles. Maura diz que no momento eles vão ter que rebolar para conseguir o voto de cinco pessoas depois, já que eles não vão estar felizes na hora de votar. Beto diz que a beleza da coisa é que ainda assim, essas cinco pessoas vão ser obrigadas a votar em um dos finalistas querendo ou não premiar um deles.


Glenda diz que esse foi um dos conselhos mais tumultuados que ela já presenciou e Maura diz para a apresentadora pegar a pipoca e se preparar, que esse é apenas o começo de tudo. Ela responde que é assim que todo mundo gosta, de ver o jogo vivo e que chegou o momento deles votarem. Ela diz que se Miguel quiser passar o colar para alguém, esse é o momento. Ele responde que vai manter e a votação começa. Beto, Rubens, Camilla, Gabriela, Marlene, Samuel, Gabriel, Miguel, Emanuel, Everton, Maura e Ricardo vão até a cabine e escrevem os nomes. Glenda diz que vai buscar os votos e quando retorna, diz que se alguém tiver o ídolo de imunidade e quiser usar, esse é o momento. Ninguém se manifesta e a apresentadora diz que vai começar a ler os votos então e que uma vez que chegar na conclusão, a pessoa deverá deixar o jogo imediatamente.

"Primeiro voto, Everton. Um voto Everton e um para Rubens. Dois votos Everton. Terceiro voto, Everton. Três Everton e Dois Rubens. Estamos empatados, três Everton e três Rubens. Everton. Quinto voto para o Everton. Rubens. Empatamos novamente, cinco Everton e cinco Rubens. Sexto voto para o Everton. Décima terceira pessoa eliminada e o primeiro nome do nosso juri, Everton." O rapaz dá risada e diz que se sente como no filme "Premonição", que não conseguiu enganar a morte por muito tempo. Ele leva sua tocha para Glenda, ela apaga e diz para os demais que agora o jogo começou para valer e libera eles para o acampamento. Enquanto Everton dá o seu depoimento, conferimos que os antigos da tribo vermelha e verde votaram nele, enquanto os da antiga amarela votaram em Rubens.


LEMBRANDO QUE: Esta coluna é uma obra de ficção, qualquer semelhança com nomes, pessoas, factos ou situações da vida real terá sido mera coincidência. Todos os direitos de criação das personagens e suas histórias são reservados. Este material não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem autorização. © 2015 - 2018

Qualquer novidade eu volto, lembrando que quem quiser entrar em contato comigo, pode add no facebook, procurando por "Bruna Jones" e que agora na página oficial do blog, vocês encontram conteúdo exclusivo: clique aqui! Podem também procurar e seguir no twitter no @odiariodebrunaj certo?

Vazou na Web: 5x67 - Marcos Oliver de "A Fazenda 6" posta nudes no instagram


Marcos Oliver voltou a ser assunto nos últimos dias. O motivo? O ex-participante de “A Fazenda”, da Record, teria um perfil fechado no Instagram com imagens um tanto quanto comprometedoras. Em uma das fotos, o homem – apontado como o ex-ator do extinto “Teste de Fidelidade”, da RedeTV! – aparece sem roupa, cobrindo as partes íntimas com a mão. Contudo, no registro, parte do rosto do rapaz foi cortada, impedindo sua identificação.

Vale lembrar que o famoso surpreendeu recentemente ao usou as redes sociais para pedir iPhone 7 de presente. No post, Oliver disse que achou o aparelho "show", "top", lindo". “Olha, gente, estou aceitando um iPhone7 como doação, viu? [Risos] rsrs”, escreveu. O pedido de Marcos, entretanto, não teria sido atendido.

Confira também os peladões de "A Fazenda": Oscar Maroni (AQUI), Dudu Pelizzari (AQUI), Penélope Nova (AQUI), Douglas Sampaio (AQUI), Thiago Servo (AQUI), Luka Ribeiro (AQUI), João Paulo Mantovani (AQUI), Léo Rodriguez (AQUI), Rodrigo Capella (AQUI), Daniel Bueno (AQUI), Dado Dolabella (AQUI) e Veridiana Freitas (AQUI).


Qualquer novidade eu volto, lembrando que quem quiser entrar em contato comigo, pode add no facebook, procurando por "Bruna Jones" e que agora na página oficial do blog, vocês encontram conteúdo exclusivo: clique aqui! Podem também procurar e seguir no twitter no @odiariodebrunaj certo?

quinta-feira, 30 de agosto de 2018

SRA - Além do BBRA: 1x29 - Colar de Imunidade


Os participantes vão para a recompensa e lá, Miguel diz que quer fazer um brinde por eles terem chegado nesse momento da fusão de equipes e dizer que está feliz com a possibilidade de jogar com eles. Rubens diz que essa é mesmo uma boa oportunidade para eles jogarem com pessoas que ainda não jogaram e se conhecerem melhor, que ele está contente com esse grupo de vencedores. Enquanto isso, no acampamento, Camilla diz que eles podem usar uma quantia maior no arroz essa noite, já que os outros seis vão estar de barriga cheia quando chegarem da recompensa. Samuel diz que não sabe se isso é uma boa ideia e Maura acaba apoiando a decisão de Camilla.

Na recompensa, Beto diz que não aguenta mais de comer, mas vai continuar, já que ele não sabe quando que eles vão ter outra recompensa bacana dessas. Gabriela diz que ele não pode exagerar para não passar mal, ainda mais tendo prova de imunidade vindo no dia seguinte. Beto diz que não está se importando muito com isso não, que eles possuem os números para se garantirem no próximo conselho tribal. A moça diz para ele não ir se apegando nessa ideia, que ela está desacreditando no quanto que Rubens está confortável conversando com Miguel neste momento. O rapaz responde que ele está apenas sendo educado, deixando o pessoal se sentir confortável para que eles não tentem nenhuma loucura na votação.


Miguel questiona quais são os planos de Rubens nessa nova etapa do programa e o rapaz responde que como ele já sabe, ainda existe uma certa divisão de equipes, embora eles estejam vivendo como uma só. Miguel diz que sabe disso, mas que não impede eles de terem planos paralelos. Rubens questiona o que ele tem em mente e Miguel responde que estava pensando em trazer ele e Gabriela para o lado deles, então, eles teriam um número confortável para seguir nas próximas votação e quando chegarem no top 7, cada um jogaria por si próprio. Rubens questiona se ele já teve essa conversa com Gabriela e o rapaz responde que não, que queria checar com ele primeiro antes de dar continuidade ao plano.

No acampamento, Samuel diz que gostaria de saber o que eles estão conversando na recompensa e Marlene responde que os rapazes devem contar para eles quando chegarem. Quando os seis retornam, Beto ainda pretende comer um pouco do arroz, questionando se o pessoal deixou um pouco para ele. Maura responde que não, que como eles estavam em uma recompensa na qual poderiam comer o quanto quisessem, imaginaram que todos voltariam de barriga cheia. O rapaz diz que ficou chateado pela falta de consideração e Gabriela responde que ele foi quem mais comeu durante a recompensa, que não está entendendo o motivo dele estar reclamando de um pouco de arroz.


Beto diz que o arroz é coletivo, que ele é um homem grande e depois de algum tempo, com certeza vai sentir fome. Maura responde que sente muito e que se ele quiser, pode fazer uma quantia para si próprio. Ele responde que agora vai deixar para amanhã, que ele vai dar uma volta. Maura questiona se esse é o tipo de pessoa que Gabriela pretende arrastar para a final do programa e a moça responde que vai ser um longo caminho até a final.  Enquanto isso, Miguel conversa com Emanuel e Everton sobre a conversa que teve e os rapazes dizem que duvidam que Rubens irá querer se juntar com eles, que o rapaz com certeza deve estar louco para se desfazer dos mais fortes, que ele trocando de lado é só Gabriel e Samuel que ele iria eliminar, que as mulheres não são uma ameaça pra ele.

Miguel responde que não sabe o que vai acontecer, mas que eles precisam tentar todas as alternativas que tiverem, que só assim vão conseguir uma brecha para sobreviverem nas próximas votações, caso contrário, é um eliminado por vez. Everton diz que eles perderam a chance quando Lúcia e Melissa foram eliminadas, que eles não pensaram que as outras tribos poderiam se unir contra eles. Emanuel diz que agora resta lutar com o que eles possuem e torcer para que nenhum deles acabe trocando de lado. Migue responde que não acredita nisso, que talvez Ricardo trocaria, mas que depois do que ele fez por Everton, duvida que isso aconteça.


No dia seguinte, Rubens conta para Gabriela sobre a conversa que teve com Miguel e a moça questiona o que ele pretende fazer. O rapaz responde que certamente ele não irá se juntar com eles, que ele quer é eliminar a competição e não ajudar eles a seguir no jogo, mas que pelo menos ter essa informação poderia ajudar eles de alguma forma. A moça questiona como e ele responde que ainda não sabe que tipo de vantagem que poderia tirar disso, mas que eles precisam pensar em alguma coisa. Chega a hora deles encontrarem Glenda para o primeiro desafio de imunidade individual. Os competidores chegam na arena de desafios, a apresentadora pega de volta o ídolo de imunidade e diz que ele não está mais na disputa, que agora, eles vão competir pelo colar de imunidade, mostrando o objeto para eles.

Glenda ainda avisa que o colar de imunidade é para uma única pessoa, porém, se quem ganhar achar que está se sentindo seguro na votação e quiser passar o poder para outra pessoa, ele pode. A apresentadora explica como funcionará a prova. Cada jogador estará em uma plataforma flutuante na água no qual cada um terá pouco espaço para apoiar os pés. Após dez minutos de competição, eles devem subir para o topo da plataforma, dificultando o equilíbrio. Quem ficar em sua plataforma por mais tempo sem cair ou tocar a plataforma com qualquer parte de seu corpo além dos pés ganha a imunidade. Em seguida, ela diz para os competidores se posicionarem e inicia a prova.


Os doze competidores estão visivelmente desconfortáveis na plataforma e a água em movimento não ajuda muito no equilíbrio deles. Logo depois de alguns minutos, Beto já havia caído na água. Antes dos dez minutos terminarem, Gabriel e Ricardo também foram eliminados da prova. Glenda avisa que os dez minutos terminaram e que agora eles precisam subir para o topo da plataforma, dando um aviso de dez segundos para eles se posicionarem novamente. Marlene não consegue cumprir o tempo e é desclassificada. Logo após a transição, Everton e Rubens também caem na água por não conseguirem se equilibrar. Pouco tempo depois é Samuel quem acaba caindo.

Emanuel e Camilla também acabam saindo da prova, depois Maura, sobrando apenas Gabriela e Miguel. O rapaz avisa que ele não vai desistir tão cedo da competição e a moça responde que ela também não, porém, ele acaba vencendo após ela perder o equilíbrio durante uma das ondas. Glenda reúne todo mundo, parabenizando Miguel, dizendo que ele estará imune no próximo conselho e que qualquer outro dos onze competidores poderá ser o eliminado. Após colocar o colar no rapaz, a apresentadora dispensa todo mundo para o acampamento.


LEMBRANDO QUE: Esta coluna é uma obra de ficção, qualquer semelhança com nomes, pessoas, factos ou situações da vida real terá sido mera coincidência. Todos os direitos de criação das personagens e suas histórias são reservados. Este material não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem autorização. © 2015 - 2018

Qualquer novidade eu volto, lembrando que quem quiser entrar em contato comigo, pode add no facebook, procurando por "Bruna Jones" e que agora na página oficial do blog, vocês encontram conteúdo exclusivo: clique aqui! Podem também procurar e seguir no twitter no @odiariodebrunaj certo?

Biografia do Participante: 3x149 - Nayara Justino


Nayara Justino foi a mulata Globeleza no ano de 2014. No ano de 2014 a escolha da mulata Globeleza foi realizada por meio de votação popular em diversas etapas. Na primeira, foram escolhidas cinco direto mais uma selecionada pelo público. Já na segunda, foram escolhidas três, no mesmo critério da anterior, só que duas escolhidas pelo júri mais uma escolhida pelo público, sendo Camila Silva, Nayara Justino e Nara Carvalho, brigando pra quem será a nova Globeleza. Nayara Justino foi escolhida para brilhar na vinheta para o carnaval desde 2014. Na vinheta daquele ano, Nayara dança na frente de um telão com a marca Globeleza. Desta vez, a pintura que envolve a Globeleza imita o movimento de confete e serpentina. Apesar do prestígio conquistado como musa do Carnaval da Globo, Nayara não acredita que a fama no posto tenha sido decisiva para que conseguisse o papel. Como justificativa, ela conta ter passado por uma seleção de elenco rigorosa. "Não sei se teve influência, até porque estava conversando [com pessoas ligadas à novela] e disseram que eu fui excelente no teste", afirmou. A vontade de ser atriz é antiga e existe desde antes de ela vencer o concurso com voto popular promovido pelo "Fantástico" no ano passado.

"Quando me mudei para o Rio comecei a estudar teatro, mas sempre participei de peças na escola e era muito envolvida com isso", contou. "Não pensava [em trabalhar como atriz] na Globo especificamente, queria estudar e me aprimorar para que, quando aparecesse alguma oportunidade, eu estivesse preparada", disse. Mesmo sendo contratada da principal produtora de telenovelas do País, ela diz que não se iludiu com a ideia de fazer alguma novela na antiga emissora: "Lá eu era contratada como Globeleza, então não criei expectativa". Nayara fala com gratidão do trabalho que a tornou conhecida, embora não se veja mais como Globeleza. "Já me desapeguei (risos), mas sei que se não fosse pelo concurso talvez não tivesse me mudado tão rápido para o Rio e talvez não tivesse feito teatro", declarou. "Mas agora é outra fase, que estou adorando", comemora. A moça esteve na novela "Escrava Mãe" da Record.


Qualquer novidade eu volto, lembrando que quem quiser entrar em contato comigo, pode add no facebook, procurando por "Bruna Jones" e que agora na página oficial do blog, vocês encontram conteúdo exclusivo: clique aqui! Podem também procurar e seguir no twitter no @odiariodebrunaj certo?

quarta-feira, 29 de agosto de 2018

SRA - Além do BBRA: 1x28 - Um Novo Dia de Uma Nova Era


Os participantes retornam para o acampamento e ficam surpresos pelo fato de Everton continuar na competição. Miguel questiona o que aconteceu e Gabriel diz para o pessoal não se fazer de sonsos, que eles sabem muito bem o que aconteceu. Miguel responde que não faz ideia do que estão falando, que jura não estar se fazendo. Everton comenta que usou um ídolo de imunidade para permanecer no jogo. Os demais ficam surpresos e Maura questiona onde que ele conseguiu o objeto. Ricardo comenta que ele entregou o dele para o rapaz, que proteger ele pareceu ser a melhor opção neste momento.

Maura diz que sabia que ele possuía o ídolo de imunidade e questiona o motivo dele não ter revelado isso antes. Ricardo diz que informação é poder e que ele queria escolher o melhor momento para usar essa vantagem, sem que os demais ficassem sabendo para não tentarem lhe sabotar durante o percusso. Miguel dá parabéns para os rapazes e diz que eles fizeram um bom trabalho hoje. Beto diz para Gabriel que não acredita que Otávio foi o eliminado e o rapaz responde que ele também não acredita, que ele achava que eles iriam escolher Rubens para ser eliminado, mas que parece que a decisão foi mais pessoal do que estratégica. Beto diz que também pensou nisso, mas não falou nada por não querer ser visto como paranoico. Gabriel comenta que ele não está sendo, que existe algo por trás disso.


Maura diz para Emanuel que está ficando cada vez mais claro que eles não podem confiar em Ricardo. O rapaz responde que não acredita que ela continua pensando dessa forma, visto que ele ajudou um deles a sobreviver no conselho hoje, sendo que ele poderia muito bem guardar o ídolo para beneficio próprio. A moça diz que ele pode ter ajudado hoje, mas que guardou a informação por muito tempo e ficou se fazendo de sonso por todo esse tempo, que ele pode muito bem acabar lhes enganando no futuro. Emanuel responde que quando eles tiverem uma vantagem maior no jogo e ela ainda estiver com dúvidas sobre o rapaz, eles tentam ver o que podem fazer, mas por enquanto ele está mais do que engajado em fazer a antiga tribo amarela chegar entre os finalistas e se ela continuar falando sobre isso, pode ser que pegue mal para ela.

Gabriela diz que não está acreditando no que aconteceu no conselho tribal, que ela tinha certeza que Everton seria o eliminado. Camilla diz que ainda está passada com isso também e que seu coração quase parou quando o rapaz anunciou o ídolo de imunidade. Gabriela diz que essa diferença entre o Survivor e o BBRA é gritante, que lá eles ficam sabendo dos poderes e podem se organizar melhor para a votação, mas ali, tudo o que eles planejam pode explodir na cara deles, sem dar tempo de organizar as ideias. Camilla diz que a única coisa boa disso é que pelo menos eles se livraram do ídolo de imunidade. Marlene entra na conversa e questiona se elas acham que vai ter outro ídolo para ser encontrado e Gabriela responde que se houver, elas precisam encontrar discretamente para poderem enganar os rapazes também.


Na manhã seguinte, Everton diz para Miguel que nem acredita que ainda está na competição. O rapaz responde que ele também não, que tanto ele quanto Ricardo souberam guardar bem essa surpresa. Everton diz que não comentou nada com ninguém por ter medo da informação acabar vazando, que ele queria ter a oportunidade de eliminar um dos homens e acredita que se eles soubessem disso, iriam mirar em uma das mulheres. Miguel responde que entende, mas que achava que ele iria eliminar Rubens. Everton comenta que pensou em fazer isso mesmo, mas que a ligação entre Otávio e Beto é bem maior do que a de Rubens com eles, então tirar o Otávio era uma decisão mais estratégica, pensando no futuro do jogo. Emanuel diz que ele jogou bem e é o que importa.

Maura chega dizendo que tem uma mensagem para o grupo, ela lê a carta da produção que anunciava que eles finalmente chegaram na fusão de tribos e estão recebendo neste momento os objetos e os materiais necessários para produzirem uma nova bandeira para a tribo, que eles além disso vão decidir como essa nova tribo vai se chamar. Ao invés de duas cores diferentes, agora a tribo possui uma única cor: Azul. Maura questiona quem tem as melhores habilidades artísticas e Gabriel diz que talvez seja melhor as meninas cuidarem disso enquanto eles vão buscar lenha, tentar pescar e tudo mais. Marlene responde que por ela tudo bem, mas que eles deveriam pensar em um nome juntos pelo menos.


Miguel diz que acha que deveria ser um nome que representasse as três tribos e Camilla brinca dizendo que eles deveriam chamar então de "Jacarucu-Pintada". Os participantes dão risada e Maura responde que não é uma má ideia. Eles chegam na conclusão de que esse será o nome da tribo então. Junto com os materiais, eles também receberam as novas bandanas azuis. Beto diz para Rubens que agora que as tribos se fundiram e o jogo se tornou individual, eles precisam mais do que nunca ter Gabriel, Samuel e Marlene do lado deles para conseguirem eliminar o pessoal da antiga tribo amarela. Rubens responde que sabe disso e que o primeiro de todos que deve ir embora é o Miguel, já que dos homens ele é a maior ameaça física.

Durante a tarde, chega o momento dos participantes encontrarem Glenda para o desafio de recompensa. A apresentadora recebe eles e questiona como é o novo nome da tribo. Camilla diz dando risada que eles são os "Jacarucu-Pintada", fazendo Glenda rir também. A apresentadora questiona se todo mundo ficou de acordo com esse nome e Maura responde que não poderia existir um nome melhor para a tribo deles. Glenda então, diz que agora o jogo é individual, mas que nessa prova de recompensa eles vão jogar em dois times que vão ser sorteados. Um de cada vez, cada membro da tribo deve correr até uma área de atividade militar abandonada, composta por vários barracões, onde estavam escondidos três pares de diferentes itens (um abridor de latas, uma faca e um capacete do exército). Ganha a recompensa a primeira tribo que obtiver todos os seus itens (sem duplicação) e trazê-los, um a um, até a linha de partida.


A apresentadora questiona se eles querem saber pelo o que estão jogando e todos respondem que sim. Ela diz que a equipe vencedora será levada para um rodizio de pizza, no qual eles vão poder saborear quantos pedaços quiserem durante a noite inteira, ela questiona se todos estão animados. Eles respondem que sim e em seguida é feito o sorteio das equipes. Beto, Emanuel, Everton, Gabriela, Miguel e Rubens estão jogando como equipe vermelha, enquanto Camilla, Gabriel, Marlene, Maura, Ricardo e Samuel estão jogando como equipe amarela. A apresentadora dá inicio a prova e os participantes começam a correr. No fim, a equipe vermelha acaba tendo vantagem na prova durante quase todo o percurso e acabam vencendo o desafio.

Glenda parabeniza a equipe vencedora e diz que eles podem pegar as coisas deles e seguir para a recompensa, enquanto que os demais, devem pegar suas coisas e voltar ao acampamento. Camilla reclama que eles perderam de lavada essa prova e que seria mais justo se as equipes fossem equilibradas. Maura responde que eles estão longe de justiça ali e que já é melhor elas irem se preparando para a próxima. Marlene responde que acha que as equipes vão ser trocadas na próxima prova e a moça responde que sabe disso, mas que elas vão precisar se preparar bem mais se quiserem bater qualquer um desses homens da competição. Enquanto isso, Gabriel diz que está cansado de perder as coisas já, que ele não vê a hora das provas dependerem só dele para serem finalizadas.


LEMBRANDO QUE: Esta coluna é uma obra de ficção, qualquer semelhança com nomes, pessoas, factos ou situações da vida real terá sido mera coincidência. Todos os direitos de criação das personagens e suas histórias são reservados. Este material não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem autorização. © 2015 - 2018

Qualquer novidade eu volto, lembrando que quem quiser entrar em contato comigo, pode add no facebook, procurando por "Bruna Jones" e que agora na página oficial do blog, vocês encontram conteúdo exclusivo: clique aqui! Podem também procurar e seguir no twitter no @odiariodebrunaj certo?

Biografia do Participante: 3x148 - Cairo Jardim


Nasceu em Cruzeiro (SP) Formado em Administração e Marketing pela ESPM, trabalhou em diversas grandes empresas nas áreas de marketing e comercial. Atualmente, é empresário e junto com a família administra pizzarias e outros empreendimentos em Búzios (RJ), onde mora com Nayara Justino. Em paralelo, faz a assessoria da mulher e estuda para se tornar “coach” de emagrecimento. Ele conseguiu emagrecer 18 kg nos últimos três meses e, com seu exemplo, ajuda diversas pessoas nas redes sociais. Marido da atriz Nayara Justino, ele é responsável pela empresa de marketing que cuida da imagem da mulata e o seu maior incentivador. “Não tenho ciúmes. Todo mundo olha para ela mesmo. Se eu fosse brigar por isso…”, garante o rapaz. O casal mora junto numa casa própria em Volta Redonda e é dono de uma pousada em Búzios.

“Já temos uma vida de casado, mas quero fazer uma festa de três dias para comemorar nossa união”, planeja ele. “Não penso em casar de véu e grinalda, nem na igreja. O que vale é o sentimento”, completa Nayara, que também quer aproveitar a vitória no concurso para mergulhar na carreira artística. “Antes, eu pretendia fazer faculdade de Educação Física. Hoje, já penso em fazer Artes cênicas e Dança”, diz. E o que será que o casal pensa sobre ensaio nu? “A decisão é dela e eu vou apoiá-la. Mas adianto que não vejo o menor problema”, entrega o empresário. Então, Nayara? “Se não for vulgar, eu faria. Acho bonito”.


Qualquer novidade eu volto, lembrando que quem quiser entrar em contato comigo, pode add no facebook, procurando por "Bruna Jones" e que agora na página oficial do blog, vocês encontram conteúdo exclusivo: clique aqui! Podem também procurar e seguir no twitter no @odiariodebrunaj certo?

terça-feira, 28 de agosto de 2018

SRA - Além do BBRA: 1x27 - Apenas um Milagre


Miguel diz para os companheiros de equipe que está difícil conseguir mudar o voto para salvar Everton. Maura diz que talvez seja o momento deles procurarem por algum ídolo de imunidade nessa nova ilha. Ricardo escuta a conversa deles e fica um pouco pensativo. Miguel diz para Everton que eles vão sair procurando por um ídolo de imunidade e o rapaz responde que vai junto com eles. Camilla observa a movimentação e diz para os homens de sua equipe o que está acontecendo. Beto diz que não acredita que tenha ídolos por ali, já que o ídolo estava na antiga tribo deles. Otávio questiona se alguém havia encontrado e o rapaz responde que dizem por ai que está com Ricardo, mas que ele não tem certeza.

Otávio questiona se existe a possibilidade do rapaz entregar o ídolo para alguma outra pessoa e Beto responde que duvida muito, que apesar dele estar com a tribo original dos amarelos, ele joga um jogo mais individual do que os demais. Gabriela diz que também não acredita que ele abriria mão de ter alguma vantagem por outra pessoa e é exatamente por isso que o grupo está pela floresta procurando por um ídolo. Otávio diz que ainda assim, seria bom se eles  também saíssem por ai procurando, que é muito arriscado ficar sentado esperando e que eles podem acabar pagando caro por isso.


Gabriel se disponibiliza a sair andando procurando e Marlene e Beto acabam indo com o rapaz procurar por alguma informação. Nenhum dos participantes acaba encontrando nada pelo caminho, deixando todos frustados. Otávio diz que pelo menos eles vão poder manter o plano de indicar Everton no conselho de hoje. Rubens diz que está com um pressentimento sobre hoje e que talvez fosse bom eles dividirem os votos. Otávio questiona em quem e o rapaz diz que entre Everton e Gabriel. Otávio diz que se acontecer de Everton ter o ídolo e Gabriel for eliminado, automaticamente eles vão perder o apoio de Marlene e Samuel, com isso eles se tornam minoria. Rubens diz que é melhor fazer isso do que correr o risco de um deles ser eliminado.

Otávio conta a estratégia para Beto e o rapaz responde que arriscaria um deles ser eliminado ao invés de perder Marlene e Samuel, que mesmo que eles percam um, ainda vão estar na vantagem. Otávio diz que o problema é que isso se tornaria uma roleta russa, Everton poderia indicar qualquer um deles e provavelmente seria o Rubens ou ele. Gabriela diz que isso seria apenas se o rapaz tivesse o ídolo de imunidade, coisa que ele não tem. Otávio questiona se ela tem certeza absoluta disso e ela responde que sim, que pode confiar nela. Os participantes recebem uma mensagem na qual dizia que só a tribo vermelha deveria seguir para o conselho de hoje.


Chega o momento deles encontrarem Glenda no conselho tribal. A apresentadora questiona como que está a vida no acampamento com duas tribos vivendo juntas. Marlene diz que definitivamente é algo mais complicado do que eles imaginavam, principalmente pelo fato deles ainda estarem divididos em tribos. Glenda diz que em momento algum havia sinais de que a fusão estava realmente acontecendo e Marlene responde que eles realmente foram ingênuos em acreditar nisso, mas que essa ainda é a primeira temporada do reality show, que eles estão pegando o jeito e com certeza o pessoal que vier depois já vão estar mais prontos para esse desafio. Glenda diz que eles não podem contar que vão ter tempo para se adaptar, que eles já estão no vigésimo sétimo dia de competição e que tudo passa mais rápido do que eles podem calcular.

Otávio diz que é verdade, que esse jogo é mais frenético do que o outro e que eles precisam ter raciocínio rápido para conseguirem se manter no jogo, mas que ele acredita que todo mundo ali tem isso em mente, já que tantos foram eliminados e eles ainda estão jogando. Everton diz que o problema nem é o raciocínio, que chega em um ponto em que os números falam mais alto do que qualquer outra coisa e que quando isso acontece, a pessoa fica sem ter o que fazer, além de esperar a sua eliminação. Glenda questiona se o rapaz está falando sobre si mesmo e ele responde que sim.


Everton diz que a aliança entre os antigos vermelhos e verdes se uniram e que agora chegou o momento dele deixar a competição. Otávio diz que essa é a coisa mais natural dessa temporada, que eles construíram uma relação desde o começo do jogo e que vão mantendo essas relações enquanto podem, eliminando as ameaças quando podem. Everton diz que claramente Rubens seria uma ameaça maior ou até mesmo Gabriel pelo fato dele ser instável, mas que ainda assim eles pretendem lhe eliminar. Camilla diz que é uma questão de manter a aliança, que nesse momento, a ameça está maior para o rapaz, já que a fusão pode acontecer e ele iria se reunir com sua antiga tribo, coisa que já estava acontecendo nesses últimos dias.

Glenda questiona o que Everton poderia fazer para tentar reverter essa situação então e o rapaz responde que apenas rezar e torcer por um milagre, fazendo todo mundo dar risada. Ele diz que falando sério, não vê um cenário positivo para si mesmo nessa noite, que o destino dele foi traçado na eliminação de Melissa ainda, a única maneira de sobreviver seria vencendo a prova de imunidade, coisa que não aconteceu. A apresentadora diz que então chegou o momento da votação começar e ver se ele estava certo sobre isso tudo. A votação começa com Rubens, indo para Otávio, Camilla, Marlene, Gabriel e terminando com Everton. Glenda diz que vai buscar os votos e quando retorna, diz que se alguém tiver o ídolo de imunidade e quiser usar, esse é o momento. Everton se levanta, vai até a apresentadora e questiona se o que ele está segurando é um ídolo.


Os participantes ficam surpresos e Glenda responde que de fato, é um ídolo de imunidade e que todos os votos direcionados ao rapaz serão anulados. Everton diz que no fim das contas, parece que ele não vai ser eliminado. A apresentadora diz que vai começar a revelar os votos. "Everton, não conta. Mais um para o Everton, também não conta. Everton, não conta. Otávio, um voto. Everton, também não conta. Décima segunda pessoa eliminada do programa, Otávio. Você precisa me trazer a sua tocha." Os participantes seguem descrentes do que está acontecendo, enquanto Everton dá risada. Otávio se levanta, parabeniza o rapaz e vai até Glenda. A apresentadora diz que a tribo decidiu e apaga a tocha dele, pedindo para ele deixar o conselho.

Otávio segue pelo caminho dos eliminados enquanto Glenda diz aos demais que quando eles pensam que dominaram e já possuem tudo resolvido, uma reviravolta acontece e embaralha todo o jogo novamente. Ela dispensa eles para o acampamento e enquanto acompanhamos Otávio dando o seu depoimento, olhamos todos eles votando em Everton e o rapaz votando no eliminado da noite. Otávio diz que está surpreso e arrependido de não ter tentado tirar Gabriel ou Marlene, mas que o jogo é assim, eles estão jogando completamente no escuro e tendo que confiar uns nos outros.


LEMBRANDO QUE: Esta coluna é uma obra de ficção, qualquer semelhança com nomes, pessoas, factos ou situações da vida real terá sido mera coincidência. Todos os direitos de criação das personagens e suas histórias são reservados. Este material não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem autorização. © 2015 - 2018

Qualquer novidade eu volto, lembrando que quem quiser entrar em contato comigo, pode add no facebook, procurando por "Bruna Jones" e que agora na página oficial do blog, vocês encontram conteúdo exclusivo: clique aqui! Podem também procurar e seguir no twitter no @odiariodebrunaj certo?

Biografia do Participante: 3x147 - MC Marcelly


Marcelly Almoaya da Silva (Rio de Janeiro, 28 de janeiro de 1992), mais conhecida como MC Marcelly, é uma cantora e compositora brasileira. Marcelly nasceu no bairro do Complexo do Alemão, na cidade do Rio de Janeiro. Marcelly é casada com Francimar Cavalcante (Frank) que atualmente também exerce a função de empresário da cantora. Iniciou sua carreira artística no ano de 2008, aos 16 anos de idade, quando gravou sua primeira música intitulada "Coraçãozinho" o que a fez ganhar notoriedade no cenário do funk carioca, essa popularidade aumentou logo em seguida após o lançamento de outras canções como "Uh, Aceita".

No ano de 2013 explodiu nacionalmente com o smash hit "Bigode Grosso", que chocou a sociedade brasileira tradicional por redefinir os conceitos de moralidade e autoridade através dos pelos faciais masculinos. o clipe oficial possui atualmente mais de 30 milhões de visualizações no YouTube e o single também atingiu a posição #1 em charts de países como o Camboja, Ilhas Fiji e Cyprus. Em 2015 assinou contrato com a gravadora Universal Music para lançar seu primeiro álbum de estúdio, Dona da Noite que foi lançado em outubro daquele mesmo ano. Em 2017, tornou-se uma das participantes do reality show Power Couple, na RecordTV, alcançando o segundo lugar na disputa.


Qualquer novidade eu volto, lembrando que quem quiser entrar em contato comigo, pode add no facebook, procurando por "Bruna Jones" e que agora na página oficial do blog, vocês encontram conteúdo exclusivo: clique aqui! Podem também procurar e seguir no twitter no @odiariodebrunaj certo?

Bruna Entrevista: 7x47 - Stirling Cooper


Olá, olá... Tudo bom, pessoal? Então que vamos dar continuidade nas entrevistas especiais com o pessoal do entretenimento adulto e hoje, se vocês forem adultos responsáveis ou se possuírem a permissão de um, vão acompanhar a conversa que eu tive com o ator Stirling Cooper, que inclusive está concorrendo em algumas categorias em uma premiação desse gênero cinematográfico. Vem conferir um pouco mais!

Bruna Jones: Vamos começar pelo começo. O que você costumava fazer ou trabalhar antes de começar a atuar em vídeos adultos?
Stirling Cooper: Bem, eu me formei na Universidade com um diploma duplo em Química e depois trabalhei para uma empresa farmacêutica por um tempo e depois para uma empresa de testes de Petróleo e Gás depois disso, mas eu tive absolutamente zero satisfação no trabalho e satisfação com essa carreira, então desisti e decidi começar meu próprio negócio fornecendo refeições pré-preparadas saudáveis ​​diretamente para as casas das pessoas. Eu então vendi esse negócio quando decidi que queria começar uma carreira no entretenimento adulto.

Bruna Jones: Algumas pessoas entram para o entretenimento adulto por fama, dinheiro ou até mesmo prazer. O que te motivou a começar a fazer esses filmes?
Stirling Cooper: Eu tinha um membro da minha família que estava morrendo de câncer e isso me fez pensar sobre a vida, a morte, a mortalidade e o pouco tempo que temos nesta terra. Por um mês, decidi fazer a mesma pergunta todas as manhãs - "Se eu morresse amanhã, qual seria a primeira coisa que eu me arrependeria de nunca ter feito na vida?" e por um mês direto a resposta foi - Pornô. Então foi isso, eu decidi que tinha que me dar um presente e adorei cada minuto disso.


Bruna Jones: Como foi para você na primeira vez que você gravou um vídeo adulto? O que você pensa sobre ter milhares de pessoas que conferem os seus vídeos diariamente?
Stirling Cooper: Quando as filmagens começaram foi realmente emocionante e divertido, mas alguns momentos antes de começarmos a filmar, quando eu estava apenas esperando o diretor me chamar, foi realmente estressante, eu só queria começar, você sabe e ter que esperar por ali me deixou muito nervoso. Eu acho ótimo poder ajudar a facilitar as fantasias das pessoas, sou um exibicionista, então fico com a ideia de que as pessoas estão me assistindo.

Bruna Jones: Hoje em dia ainda existe um pouco de preconceito com quem trabalha na industria adulta. Você sente isso no seu dia-a-dia?
Stirling Cooper: Não, eu não sinto nenhum preconceito no meu dia-a-dia, mas isso é porque eu não saio por aí dizendo a todos que eu me deparo no supermercado que eu estou no pornô. Haha...  Eu realmente não entendo o estereótipo negativo que as garotas nessa indústria conseguem, na maioria das vezes quando as pessoas descobrem o que eu faço elas são fascinadas e querem me perguntar tudo sobre isso ou elas são incrivelmente ciumentas ou me dão um "toca aqui". Mas há algumas pessoas do meu passado, particularmente dos meus tempos de universidade, pensam que estou desperdiçando minha inteligência fazendo uma carreira como essa.

Bruna Jones: Alguns atores começam a carreira fazendo porno hétero e mesmo não sendo gays, acabam migrando para o porno gay por supostamente obter um pagamento melhor pelas cenas. Já lhe fizeram algum tipo de proposta para mudar de carreira?
Stirling Cooper: Não, na verdade eu nunca tive nenhum diretor de pornografia gay me procurando, e estou bem com isso porque eu nunca faria pornografia gay. Eu tenho muitos fãs gays e bissexuais, então eu filmo meu próprio conteúdo solo para eles.


Bruna Jones: Durante a sua carreira no porno, você já teve a possibilidade de interpretar algumas fantasias sexuais... Você gosta quando existe alguma encenação antes do sexo em si? Qual fantasia você ainda não interpretou e gostaria de fazer?
Stirling Cooper: Sim, eu tive que interpretar muitos papéis diferentes e representar muitas fantasias. Eu realmente adoro ir a cenários de RPG como esse, eu realmente entendo, é excitante para mim porque eu vivo essa fantasia através do personagem que estou interpretando. Na minha vida pessoal, eu posso não ter tido a oportunidade de representar metade das fantasias que eu tenho feito na câmera, então é ótimo, porque te dá a oportunidade de explorar diferentes aspectos da sua sexualidade que você pode não ter pensado. explorando antes. Eu recentemente fiz a minha primeira cena de BDSM onde dominei uma garota que estava toda amarrada e isso era fantástico, eu fantasiei sobre isso por um longo tempo e finalmente consegui representá-lo diante das câmeras. Mas uma fantasia que eu não fiz ainda seria um gangbang reverso, então eu e 5 ou mais mulheres em uma orgia louca seria um sonho tornado realidade.

Bruna Jones: Você possui alguma história divertida de bastidores ou sobre algo inusitado que aconteceu em cena, que pode compartilhar com a gente?
Stirling Cooper: Lembro-me de uma vez que estávamos filmando uma cena em um barco no rio e estava chovendo, então o convés estava bastante escorregadio. De qualquer forma eu fui para a cabine do barco, mas escorreguei e aterrei com todo o meu peso no queixo, basicamente me cortando com o teto do barco. O diretor quase teve um ataque cardíaco porque tinha certeza de que eu estava morto ou inconsciente, mas eu voltei a subir de novo e continuei a cena como se nada tivesse acontecido.

Bruna Jones: Sua carreira já está bem estabelecida neste momento. O que você pretende fazer com ela no futuro? Existe algum plano de longo prazo para o que você está fazendo?
Stirling Cooper: Bem, eu pretendo estar nesta indústria pelo menos nos próximos 10 anos, então tenho muitos planos à minha frente. Mas no momento meu foco está em construir minha reputação como performer na Europa e nos EUA, porque se eu puder me estabelecer lá, então terei uma carreira longa e bem-sucedida à minha frente. Eu também planejo lançar alguns sites de nicho nos próximos anos com foco em fetiches que não são muito bem atendidos no momento.


Bruna Jones: Tanto nos Estados Unidos quanto no Brasil, reality show está na moda. Existem vários..."The Voice", "Survivor", "Big Brother"... Se você fosse convidado para participar de algum, você aceitaria?
Stirling Cooper: Depende do reality show, eu adoraria fazer algo como Survivor, porque eu sempre quis ver como eu lidaria com uma situação de sobrevivência real como essa, mas algo como Big Brother provavelmente me deixaria louco porque você fica apenas trancado em uma casa por meses. 

Bruna Jones: Você já esteve no Brasil? Gostaria de visitar a gente?
Stirling Cooper: Sim eu estive e amo o Brasil! Eu estive ai para o Carnaval do Rio há vários anos e foi sem dúvida as duas semanas mais incríveis que eu já tive, os brasileiros sabem festejar! Eu não podia acreditar o quanto todo mundo estava se divertindo, os brasileiros têm uma cultura realmente única e divertida que eu tenho inveja. Passei 3 meses viajando por todo o Brasil e também visitei as Cataratas do Iguaçu, Porto Alegre, Florianópolis, São Paulo, Montes Claros, Salvador, Manaus e Tabatinga. Eu adoraria voltar novamente em breve.

E ai, bacana né? Ele ainda deixou um recadinho (que ele escreveu em português mesmo), olha só: "O Brasil é lindo maravilhoso! As brasileiras têm as melhores bundas do mundo! ;) Eu adoro conversar com os meus fãs nas redes sociais, então me siga no twitter no @stirlingcooperx ou no instragram @cooperstirling e se você quiser comprar qualquer um dos meus conteúdos produzidos por mim, você pode conferir meus manyvids AQUI que possui conteúdo de casal ou onlyfans AQUI para conteúdo solo."


Espero que vocês tenham gostado, em breve eu volto com mais! Qualquer novidade eu volto, lembrando que quem quiser entrar em contato comigo, pode add no facebook, procurando por "Bruna Jones" e que agora na página oficial do blog, vocês encontram conteúdo exclusivo: clique aqui! Podem também procurar e seguir no twitter no @odiariodebrunaj certo?

segunda-feira, 27 de agosto de 2018

SRA - Além do BBRA: 1x26 - A Enganação de Glenda


Na manhã seguinte, os participantes começam a especular como será a primeira prova individual que eles vão ter que competir. Camilla diz que deve ser de recompensa também, já que eles não tiveram nenhuma atividade no dia anterior. Maura responde que não deve ter recompensa nenhuma, já que eles tiveram um grande banquete na fusão de tribos. A moça diz que pode ser, mas que toda comida é bem vinda ali, que ela não imaginava que iria ser tão difícil ficar sem se alimentar direito. Otávio responde que talvez nenhum deles tenha pensado nisso direito quando assinaram contrato com a emissora e que os futuros participantes vão ter que pensar bem melhor antes de toparem essa aventura, que ela não é para qualquer um.

Beto diz que sente falta do conforto do "Big Brother Realidade Alternativa", que não existe nem comparação entre os dois programas e eles ainda comenta sobre o "Power Couple Realidade Alternativa" que Miguel apresentou e Marlon participou. Maura diz que tem gente querendo fazer carreira com reality show, que toda oportunidade de aparecer em um diferente, está aceitando. Miguel responde que é interessante, que esses três principais realitys da emissora são formatos diferentes, com provas diferentes, fazendo os competidores pensarem de maneiras diferentes e que isso pode ser comprovado justamente com a participação de Marlon, que esteve nos três. Gabriel completa dizendo que é muita falta do que fazer ficar confinado em reality após reality.


Marlene questiona o motivo de não ter tido uma segunda temporada do programa e que estranhou ele estar ali com eles como participante. Miguel diz que a emissora ainda possui planos para uma nova temporada, mas que no momento preferiram dar continuidade aos spin-offs do "BBRA" e inicio nesse novo projeto, que ele poderia ficar esperando para retornar a grade ou participar, então ele resolveu arriscar a chance nessa nova competição. Maura diz que tinha certeza que Amélie também estaria ali e Miguel responde que ela deve ter sido convidada, assim como Lucas, mas eles estão pensando em outros caminhos para a carreira deles. Samuel diz que Luiza foi convidada, mas que eles acharam que era melhor ele participar no lugar dela.

Gabriela diz que é incrível o vinculo que todo mundo tem, embora eles tenham participado de temporadas diferentes, que ela infelizmente não tem tudo isso, já que não chegou a oficialmente entrar no confinamento. Rubens concorda com a moça, dizendo que o pessoal do spin-off acaba sendo deixado de lado tanto pela produção quanto pelo público. Samuel diz que não concorda muito com isso, já que está oficializada uma nova temporada do "BBRA" com ex-participantes e tem gente de spin-off que pegou vaga na atração, que tudo é uma questão de destaque, que tanto Rubens como Gabriela se destacaram também, caso contrário não teriam recebido convites para participar do "Survivor".


Chega o momento dos participantes se encontrarem com Glenda para mais um desafio de imunidade. A apresentadora questiona como está sendo os primeiros momentos com as duas tribos vivendo juntas e Miguel responde que eles ainda estão em uma fase de adaptação, mas que está sendo interessante. Ela avisa que eles estão competindo em uma prova de imunidade hoje e explica como a prova vai funcionar. Quatro náufragos de cada tribo seriam acorrentados pelos tornozelos e teriam que navegar por uma pista de obstáculos para coletar sacos de bolas e correntes. Uma vez que todas as sacolas fossem coletadas, um quinto náufrago montaria as bolas e correntes em bolas para serem usadas em um jogo de lance de escada. O primeiro náufrago a conseguir três das suas bolas na escada ganharia imunidade para a sua tribo.

Os participantes ficam confusos até que Camilla questiona o que a apresentadora falou sobre as tribos. Glenda diz que em momento algum eles foram avisados sobre a fusão, que eles apenas estão vivendo juntos na mesma ilha, mas como tribos separadas. Os participantes ficam chocados com a informação. A apresentadora diz que vai dar algum tempo para eles decidirem quem vai ficar com qual parte da atividade. Pela tribo vermelha, Rubens, Otávio, Marlene e Everton vão ficar acorrentados enquanto Gabriel tentará lançar as bolas. Já pela tribo amarela, Miguel, Samuel, Emanuel e Ricardo vão ficar acorrentados enquanto Beto tentará lançar as bolas. Glenda então, dá inicio na prova.


A tribo vermelha consegue se adiantar com as correntes, enquanto a amarela se atrapalha um pouco por causa de Ricardo. Ainda assim, a tribo amarela consegue se desacorrentar primeiro, dando vantagem para Beto. Em seguida, a vermelho também consegue e Gabriel começa a competir na prova, mas o nervosismo do rapaz acaba atrapalhando e ele não consegue encaixar as bolas na escada, fazendo com que Beto terminasse a prova primeiro, ganhando a imunidade para a sua tribo. O pessoal da tribo amarela comemora a sua vitória, enquanto Everton demonstra ser a pessoa que mais ficou abalada com a derrota.

Glenda parabeniza a equipe, lhes entrega o ídolo de imunidade e dispensa eles de volta para o acampamento. Na volta, Everton diz para Miguel que com certeza ele será eliminado. Miguel responde que eles precisam trabalhar para isso não acontecer, que essa vantagem das tribos estarem juntas pode ser útil. Enquanto isso, os demais ficam chocados ainda pelo fato de estarem divididos em tribos, mas morando juntos. Marlene diz que quando pensa que o jogo não poderia ficar mais tenso, eles encontram uma maneira de fazer com que isso aconteça. Gabriela fica em dúvida se todos vão para o conselho ou só a tribo perdedora e Emanuel responde que deve ser só a perdedora, já que eles jogaram como tribos e não individualmente.


Miguel diz para Maura que eles precisam de duas pessoas para votarem com Everton para o rapaz escapar da eliminação e ela diz que pode tentar conseguir Marlene, mas que não sabe se ela estará disposta ou não. Ele responde que não custa tentar e que ele vai conversar com Rubens. Enquanto isso, Rubens, Otávio e Beto conversam sobre a votação e dizem que chegou o momento de Everton ir embora, que agora não é mais questão de manter os mais fortes pela tribo e sim, manter aqueles que eles conseguem vencer na votação e nas outras provas. Beto diz que eles precisam tomar cuidado com Marlene, que ela possui uma bela história de pano de fundo para vencer a atração e Otávio responde que eles podem eliminar ela antes dos conselhos finais, que agora é a vez de Everton.

Miguel questiona Samuel se ele não conseguiria fazer com que Gabriel e Marlene jogassem com eles também e o rapaz responde que tem quase certeza que os ex-colegas de tribo estão trabalhando com os antigos vermelhos e que ele não pretende jogar do lado errado do fluxo também. Miguel diz que com certeza o pessoal estará apenas usando eles, que uma vez que os originais do amarelo se forem, eles vão tratar de eliminar um por um da antiga verde. Samuel responde que os originais da amarelo também fariam o mesmo com eles, que é um jogo no qual não tem muita saída para eles, além de tentarem conseguir se manter dia após dia.


LEMBRANDO QUE: Esta coluna é uma obra de ficção, qualquer semelhança com nomes, pessoas, factos ou situações da vida real terá sido mera coincidência. Todos os direitos de criação das personagens e suas histórias são reservados. Este material não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem autorização. © 2015 - 2018

Qualquer novidade eu volto, lembrando que quem quiser entrar em contato comigo, pode add no facebook, procurando por "Bruna Jones" e que agora na página oficial do blog, vocês encontram conteúdo exclusivo: clique aqui! Podem também procurar e seguir no twitter no @odiariodebrunaj certo?