sábado, 23 de abril de 2011

Grey's Anatomy: 2x08 - Let It Be

Meredith tenta evitar os Shepherds, e Cristina e Burke saem juntos. Derek pede para Meredith não ignorá-lo até que Addison apareça. Derek e Addison tomam partidos opostos quando um casal de amigos precisa de uma cirurgia controversa. Izzie ajuda Addison e Derek no caso dos amigos e quando Alex tenta ajudar fazendo piada sobre as conversas deles, a situação fica séria. Uma pessoa se torna paciente de George, e fica muito surpresa. Os pacientes de Meredith não param de falar sobre monogamia. Webber fala com Bailey sobre tomar uma decisão amigável até que ele descubra o que mais está influenciando a decisão dela, e que ele precisa saber.

Nome do Episódio: Faz referência a uma canção dos Beatles.

Curiosidade do Episódio: Nesse episódio descobrimos que Bailey está grávida.
(A personagem fica grávida porque a atriz Chandra Wilson que interpreta Bailey estava grávida na vida real).

Frase do Episódio: "A fim de ganhar créditos extras, a Sra. Snyder nos fez participar de todas as peças teatrais. Sal Scafarillo era Romeu. E, como o destino assim quis, eu era a Julieta... A maioria das meninas ficaram verde de inveja. E eu nem aí. Eu falei pra Sra. Snyder que a Julieta era uma idiota. Porque ela se apaixona por aquele cara que ela sabe que não pode ter... Todo mundo acha isso tão romântico: Romeu e Julieta, amor verdadeiro... que triste. Se Julieta foi burra o bastante para se apaixonar pelo inimigo, beber uma garrafa de veneno e ir repousar num mausoléu, então ela teve o que merecia." ... "Talvez Romeu e Julieta estivessem destinado a ficarem juntos, mas só um pouquinho, e então o tempo deles passou. Se eles soubesse disso antes, talvez tudo tivesse terminado bem. Eu falei pra Sra. Snyder que quando eu crescesse, eu controlaria meu próprio destino. Eu não ia deixar nenhum cara me arrastar com ele. A Sra. Snyder então me disse que eu seria uma sortuda se eu tivesse esse tipo de paixão com alguém e que, se eu tivesse,a gente ficaria junto pra sempre. E até hoje, eu acredito que na maior parte do tempo, o amor é uma questão de escolhas. É questão de tirar os venenos e as adagas da frente e criar o seu próprio final feliz... na maior parte do tempo. E às vezes, apesar de todas suas melhores escolhas e intenções... o destino vence de qualquer forma."

Nenhum comentário:

Postar um comentário