quarta-feira, 26 de abril de 2017

Bruna Entrevista: 6x05 - Luiz Felipe


Oi minha gente, tudo bom? Então que quem acompanha o blog, viu que ele ficou um pouquinho parado no último mês, mas agora estamos colocando tudo em ordem novamente, logo mais ficará 100% atualizado novamente. E hoje, vamos dar inicio novamente com as entrevistas da nossa sexta temporada. Para começar bem, eu convidei o querido ex-participante deste ano do "Big Brother Brasil" e Mister Alagoas, Luiz Felipe. Vem conferir um pouco mais sobre sua carreira e experiencia no reality show global.

Bruna Jones: Você participou foi eleito o "Mister Alagoas 2013" e concorreu ao "Mister Brasil" do mesmo ano. Como foi para você participar destes concursos que geralmente são bem competitivos? 
Luiz Felipe: Participar do Mister Brasil foi muito bom. Eu pude ter mais noção do que é realmente ser um "Mister", e aprendi que a beleza é importante, mas não tudo. Existiam outros princípios, como os da ação social, da inteligência, educação. Em relação a competitividade, eu me preparei para estar lá, logo eu sabia o que ia enfrentar.

Bruna Jones: Você já trabalhava como modelo antes de participar dos concursos ou só começou após a exposição que teve naquele período?
Luiz Felipe: Me tornei modelo aos 15 anos, até que fiquei doente. Peguei uma catapora muito forte e cheguei a perder 15 quilos, ficando muito magro e sem nenhuma definição. Foi quando eu achei que era o momento de dar um tempo. Depois melhorei e me tornei Mister. Voltei a trabalhar como modelo aí.


Bruna Jones: Foi dificil para você encontrar o seu lugar como modelo? Quais foram as dificuldades no começo da carreira?
Luiz Felipe: A carreira de modelo na adolescência, aos 15 anos, foi bem rápida, como contei na resposta acima. Mas, após o Mister continuei fazendo propagandas, fotos e ensaios para revistas. A dificuldade em Maceió, e até em outros lugares do Brasil, foi a questão do cachê. Queriam que eu trabalhasse de graça, ou com cachê muito baixos. Eu não achava justo receber um tanto que não me ajudava a me manter e nem a valorizar minha profissão.

Bruna Jones: O que te motivou a querer participar do concurso "Mister Alagoas" e depois de "Mister Brasil"?
Luiz Felipe: A inscrição do Mister veio como incentivo para que eu conseguisse alcançar um objetivo: a minha boa forma. Com o um apoio grande de minha ex-namorada, que é Miss, eu embarquei nesta e a levei junto. O Mister Brasil participei por ter vencido o Estadual.

Bruna Jones: Por serem concursos de beleza, é necessário ter uma autoestima bem elevada, não é mesmo? Como você encara essa vulnerabilidade de se expor para a opinião pública?
Luiz Felipe: Jogo futebol desde os 6 anos de idade. Aos 13, comecei a viajar em jogos pelo colégio, onde por incrível que pareça a pressão das torcidas já era bem grande. Sempre fui aquele atleta que todos queriam no time, sabe? Tenho gana de vitória, não paro e não desisto. Quanto a exposição, por ter jogado em estádio com 5 mil pessoas me xingando, acho que me acostumei com qualquer opinião pública. Se eu estou bem comigo e com a minha consciência, eu não me importo.


Bruna Jones: Recentemente você fez um ensaio sensual para o "Paparazzo". Como foi para você ter a oportunidade de participar de um dos maiores sites de ensaios masculinos da atualidade?
Luiz Felipe: Eu nunca tinha pensado em entrar em um reality, assim como nunca tinha passado pela minha cabeça fazer um ensaio sensual. As fotos foram superbacanas. O fotógrafo Marcos Serra Lima me passou segurança e a equipe foi totalmente parceira. Me senti em casa para fazer o trabalho.

Bruna Jones: Falando em ensaio sensual, se houvesse um convite para um ensaio de nudez, você toparia?
Luiz Felipe: Nudez eu teria que ver primeiro com a minha família, com a minha mãe, porque é uma exposição bem grande. Quando se fala em nudez, temos que ver se realmente vale a pena. Quero ter filho, e pensar neles, o que iriam falar quando tivesse 10 a 15 anos, se soubessem que eu fiz um ensaio com nudez. Penso muito no meu futuro. E, claro, não tem como negar, o cachê precisa vale a pena.

Bruna Jones: Este começo de ano está sendo bem agitado para você, lá em janeiro você ficou confinado no "BBB" da Globo. O que te motivou a querer participar da atração?
Luiz Felipe: A minha entrada foi algo bem maluco. Eu realmente nunca tinha pensado em participar de um reality. Mas eu tinha acabado de sair de uma pequena depressão em que engordei 20 quilos. Resolvi então chutar o balde e me inscrever. Eu realmente estou seguindo a vida por um caminho que nunca fui. Gosto de arriscar, conhecer o diferente, ousar. Quem bom que consegui participar do 'BBB 17'.


Bruna Jones: Em algum momento você chegou a pensar em desistir da atração? Qual foi a pior parte do confinamento para você?
Luiz Felipe: Nunca. Não sou de abandonar o barco. Sou capitão. Chego com ele ou afundo com ele. A maior dificuldade do confinamento é a saudade da família.

Bruna Jones: Qual foi a coisa do "mundo real" que você sentiu mais falta no confinamento? E qual foi a primeira coisa que você fez aqui fora e que não podia fazer lá dentro?
Luiz Felipe: Minha família, como eu disse, era o que eu mais sentia falta. Fora isso, tomar banho pelado também faz muita falta. É muito ruim tomar banho de sunga, rs...

Bruna Jones: Agora que o programa chegou ao fim, tem novidades pintando na área? Algo que possa dividir com a gente?
Luiz Felipe: Sempre estou em busca de novidades. Estou estudando músicas. Quero ser DJ, aproveitar meu gosto muito grande por música eletrônica. Quero seguir carreira trabalhando como DJ. E estou aberto a parcerias com lojas de roupas masculinas. Também gosto muito de moda.


Pensam que acabou? Ainda tem um recadinho do rapaz, confere só: "Primeiramente agradecer a todos que são meus fãs e aos fãs do blog. Quero agradecer aos que gostaram de mim no programa e peço que me sigam nas redes sociais para conhecer um pouco mais de mim. Sou alegre, respeitoso, carinhoso. Tenho meus defeitos, errar faz parte, mas saber corrigir é uma dádiva. Me acompanhem porque eu sou um cara legal e estou cheio de novidades. Um grande beijo e carinho a todos."

E quem quiser continuar acompanhando o trabalho do rapaz, basta procurar nas seguintes redes sociais: Instagram: @luizfelipebari Snapchat: luizbari Twitter: luizfelipebari e para contatos profissionais é só procurar por: Lucas Pasin – (21) 98214-9747 tudo bem? Espero que vocês tenham gostado, eu adorei!

E eu? Logo mais estarei de volta com uma nova entrevista. Qualquer novidade eu volto, lembrando que quem quiser entrar em contato comigo, pode add no facebook, procurando por "Bruna Jones" e que agora na página oficial do blog, vocês encontram conteúdo exclusivo: clique aqui! Podem também procurar e seguir no twitter no @odiariodebrunaj certo?

segunda-feira, 17 de abril de 2017

Comunicado sobre as atualizações do blog [Atualizado 17/04]


Pessoal, tudo bom? Quem acompanhou as redes sociais e o blog no último mês, ficou sabendo que eu estava em uma batalha imensa com a minha vó para ela se recuperar da internação do hospital... Infelizmente ela faleceu na última semana e eu agora estou voltando ao meu dia-a-dia normal... Hoje retornei ao meu trabalho e pretendo colocar o blog em ordem também.

Como amanhã começa o "Power Couple Brasil", pretendo priorizar ele, além de já estar assistindo aos episódios que ficaram faltando do "Big Brother Brasil 17", hoje mesmo já postei um episódio aqui... Assim que eu colocar ele em ordem, eu volto com o "BBRA" beleza? Se eu quiser voltar com tudo de uma vez só, não vou dar conta...

Quero agradecer quem aguardou esse tempo todo, quem mandou energias positivas pra mim e para a minha família e dizer que o blog não morreu. Estamos voltando! Esse post ficará no topo do blog até eu conseguir organizar ele todinho, tá? Assim fica mais fácil ver as matérias novas. Clique no nome das matérias e você será redirecionado para elas, beleza?

[ATUALIZAÇÕES]

17/04 - Big Brother Brasil: 17x51
17/04 - Big Brother Brasil: 17x52
17/04 - Grey's Anatomy: 13x15
18/04 - Big Brother Brasil: 17x53
18/04 - Big Brother Brasil: 17x54
18/04 - Big Brother Brasil: 17x55
18/04 - Biografia dos Artistas: 2x11 - Danielle Souza
19/04 - Big Brother Brasil: 17x56
19/04 - Big Brother Brasil: 17x57
19/04 - Big Brother Brasil: 17x58
20/04 - Big Brother Brasil: 17x59
20/04 - Grey's Anatomy: 13x16
20/04 - Big Brother Brasil: 17x60
20/04 - Big Brother Brasil: 17x61
20/04 - Big Brother Brasil: 17x62
20/04 - Big Brother Brasil: 17x63
20/04 - Biografia dos Artistas: 2x12 - Pedro Leonardo
20/04 - Big Brother Brasil: 17x64
21/04 - Big Brother Brasil: 17x65
21/04 - Big Brother Brasil: 17x66
21/04 - Big Brother Brasil: 17x67
21/04 - Grey's Anatomy: 13x17
21/04 - Big Brother Brasil: 17x68
21/04 - Big Brother Brasil: 17x69
22/04 - Biografia dos Artistas: 2x13 - Carlinhos da Silva
23/04 - Big Brother Brasil: 17x70
23/04 - Big Brother Brasil: 17x71
23/04 - Big Brother Brasil: 17x72
23/04 - Big Brother Brasil: 17x73
23/04 - Grey's Anatomy: 13x18
23/04 - Big Brother Brasil: 17x74
23/04 - Big Brother Brasil: 17x75
24/04 - Big Brother Brasil: 17x76
24/04 - Biografia dos Artistas: 2x14 - Danni Carlos
24/04 - Big Brother Brasil: 17x77
24/04 - Confinamento Especial: 3x07 - Marcos é expulso do BBB17
24/04 - Big Brother Brasil: 17x78
24/04 - Big Brother Brasil: 17x79
24/04 - Tá no Paredão: 17x13 - Emilly Araujo x Ieda Wobeto x Vivian Amorim
24/04 - Big Brother Brasil: 17x80
24/04 - Big Brother Brasil: 17x81
24/04 - #VNPDSS: 4x27 - Ilmar revela se posaria nu
24/04 - Confinamento Especial: 3x08 - Emilly Araujo é intimada a depor

sábado, 15 de abril de 2017

Power Couple Brasil 2: Conheça Aline Kezh, esposa do cantor Rafael Ilha


O ex-polegar Rafael Ilha, de 44 anos, lançou sua biografia , "Rafael Ilha - as pedras do meu caminho", em São Paulo. Mas quem parecia estar mais ansiosa que ele era sua mulher, a administradora de empesas Aline Kezh, de 34 anos. "Nossa, estou muito nervosa. Ficamos 40 minutos esperando no carro, vendo a movimentação. Ele já está acostumado, porque é uma pessoa pública, mas mesmo assim ficou nervoso e acabou passando esse nervosismo pra mim", disse ela, entre risos.

Aline não escondia o orgulho pelo marido durante o evento. "Não o conhecia na época que ele usou drogas, mas sei de toda a história. Hoje o vejo superforte, tenho muito orgulho do meu meu marido. É um homem que tem muita fé. Nuna fui fã do Polegar, mas sou fã do Rafael como ser humano. É diferente ver a pessoa pública e ele, como meu marido. Ele tem muito caráter, uma índole muito boa", declarou. Para ela, que acompanhou todo o processo do livro, a parte mais pesada é quando fala da dependência química. "O uso de drogas, a vida no morro, o que fez pra ter drogas, como roubar. Como ele fala, foram 13 anos jogados no lixo. É muito pesado", explicou ela, que acredita que a biografia é um incentivo para quem passa por problemas parecidos: "Dizem que o vício é uma doença, mas acho que o livro é uma lição de que é possível sair dele. É muito difícil, mas é possível".

Aline se derreteu toda ao falar de Rafael como pai - eles têm uma filha, Laura, de três meses, e o ex-cantor ainda é pai de Kauã, de 14 anos, de um relacionamento anterior. "É muito bonitinho ver ele com a Laurinha, é muito carinhoso como pai. atencioso. Ama muito ela. É um excelente pai pra Laura e para o Kauã", disse. Os dois ainda não são casados oficialmente, mas Aline falou que isso é um detalhe. "Temos uma união estável, não tem necessidade de ir no cartório. Quem sabe mais pra frente fazemos uma festa, mas a maior festa foi a chegada da Laura. Nosso casamento é nossa união, nosso amor", afirmou ela, que não descarta ter mais um filho com Rafael no futuro: "Agora não temos vontade, mas nunca se sabe".

Qualquer novidade eu volto, lembrando que quem quiser entrar em contato comigo, pode add no facebook, procurando por "Bruna Jones" e que agora na página oficial do blog, vocês encontram conteúdo exclusivo: clique aqui! Podem também procurar e seguir no twitter no @odiariodebrunaj certo?

Power Couple Brasil 2: Conheça Ana Paula de Lima Pereira, esposa de Sylvinho Blau Blau


Ana Paula de Lima Pereira, (Rio de Janeiro, 23 de outubro de 1971), conhecida como Ana Paula Pereira, é uma ex-jornalista, personalidade do carnaval e estilista de acessórios. Ana Paula nasceu no subúrbio do Rio de Janeiro, no universo artístico. Debuta para o carnaval com apenas 8 anos, tornando-se a mais nova Rainha do Bloco Carnavalesco Dragão de Camara, bairro onde Ana Paula nasceu e passou grande parte de sua infância. Desfila pela sua escola de coração, Mocidade Independente de Padre Miguel. Participou de vários concursos sempre ligados ao carnaval, entre eles: Rainha do Carnaval do Bangú Atletico Clube (1990), Rainha do Carnaval do Cassino Bangu (1991), Rainha do Carnaval do América Futebol Clube (1992), Musa do Baile do Vermelho e Preto (1996,1997 e 1998), Rainha do Carnaval do Cordão da Bola Preta (1992).

Em 1993, convidada pelo então Carnavalesco Miguel Falabella e pela diretoria da escola de samba Império da Tijuca, faz o seu debuto como componente da Comissão de frente da escola. No ano seguinte, 1994, fica fora do desfile da Império da Tijuca, por ter sido eleita no Parque Garota de Ipanema, no Arpoador a Rainha do Carnaval do Rio de Janeiro, nos jornais matérias diziam que Ana Paula era “Muito Rainha”, a Rainha mais elegante desde a criação do concurso, uma Rainha com grande preocupação social, uma Rainha que falava três idiomas, fluente em Inglês, Francês e Italiano. Nessa época, Ana Paula era noiva do restaurante Italiano, Luciano Pollarini dono tradicional restaurante Arlecchino em Ipanema.

Em 1995, volta a escola do Morro da Formiga, dessa vez, desfila no carro abre alas, ao lado de Viviane Araújo, com grande repercussão nos jornais, pela pouca fantasia que apresentava, seios nus. A escola sobe para o Grupo Especial, e o convite vem automaticamente da Diretoria, ela é convidada para ser Rainha de Bateria da verde e branco em 1996. E Foi nesse ano que debutou à frente da Bateria de uma escola do Grupo Especial. Ainda no ano de 1995, foi Rainha da tradicional Banda do Recreio. Completa seu ciclo no carnaval em 1997, quando é convidada pelo amigo Ivo Meirelles, a participar do concurso para Rainha da Bateria da Estação Primeira de Mangueira. Apesar de ser personagem notório no carnaval, ela decide aceitar o convite e vence o concurso, tornando-se Rainha da Bateria no ano de 1997.

Torna-se a primeira Rainha de Bateria da Estação Primeira de Mangueira de fora da comunidade. O que gerou muitos protestos inclusive tomando proporções jornalísticas. A frente da Bateria da Mangueira, vence o Estandarte de Ouro de Melhor Passista Feminina. Assim, entra para a história do Carnaval Carioca como a Primeira Rainha de Bateria a vencer um Estandarte de Ouro desfilando como Rainha, premio antes concedidos apenas as passistas das escolas. Recebe também o Troféu Babadinho e é eleita pelo público a Musa do Carnaval do ano de 1997 (fonte: Jornal O Povo). Estuda na escola de atores O Tablado, participa de uma montagem do projeto “Novo Olhar” com a direção de João Brandão, apresentado no teatro da PUC no Rio apenas para os Diretores das emissoras de TV, teatro e cinema.

Entre idas e vindas a Italia, conhece o cantor Sylvinho Blau-Blau, começam a namorar em 1995 e no ano seguinte foram morar juntos, oficializando a união. O casal tem dois filhos, Maria Luiza nascida em 23 de março de 1997 e Antonio Luiz em 11 de julho de 1999. Se afasta da folia. Formada em Comunicação Social pela FACHA, nunca exerceu a profissão, mas devido sua forte ligação com a cultura Italiana, recebe convite para trabalhar na televisão da Itália. Na Rai International, faz documentário sobre o carnaval carioca. Apresenta o programa Miss Itália nel Mondo. Abandona definitivamente a televisão. Passa a trabalhar na moda como designer de acessórios.

Em setembro de 2009 vence a competição Yang Bravado na Itália, organizado pela ANCI, Associazione Nazionale dei Calzaturieri di Milano, recebendo o prêmio de melhor estilista revelação de 2009. No mesmo ano, vence o primeiro lugar no concurso de sapato feminino social organizado pela Francal no Brasil, o Top de Estilismo. Em julho de 2011, Ana Paula foi convidada para fazer parte da galeria Web http://www.virtualshoemuseum.com/, um museu virtual dedicado às criações de sapatos, que reúne obras de designers do mundo todo. Atualmente, tem um empresa de criação de acessórios femininos, onde presta consultoria para empresas no Brasil e no exterior.

Qualquer novidade eu volto, lembrando que quem quiser entrar em contato comigo, pode add no facebook, procurando por "Bruna Jones" e que agora na página oficial do blog, vocês encontram conteúdo exclusivo: clique aqui! Podem também procurar e seguir no twitter no @odiariodebrunaj certo?

Power Couple Brasil 2: Conheça Ana Paula Onofre, esposa de Thaíde


Thaíde lançou em 2011 a música Ok Mama. Nesse novo som ele conta com a participação de sua esposa, Ana Paula Onofre, que é considerada uma das melhores dançarinas de dance hall do país. A música vem na mesma pegada dos últimos sons de Thaíde, com batida dançante e letra alto astral. Os primeiros versos cantados por Ana Paula Onofre. são: "Sempre gostei, mas nunca admiti, que ele é o homem que ia me fazer feliz". As outras rimas da música seguem na mesma linha, falam de sedução e relacionamentos.

Além de dançarina, a moça também é produtora do maridão. Em breve o rapper irá lançar um novo cd no qual contará novamente com a participação de Ana, além disso, a moça colaborou para o livro "Thaíde: 30 Anos Mandando a Letra".

Qualquer novidade eu volto, lembrando que quem quiser entrar em contato comigo, pode add no facebook, procurando por "Bruna Jones" e que agora na página oficial do blog, vocês encontram conteúdo exclusivo: clique aqui! Podem também procurar e seguir no twitter no @odiariodebrunaj certo?

Power Couple Brasil 2: Conheça Andressa Ganacin


Andressa tinha 23 anos quando participou da décima terceira temporada do "Big Brother Brasil" e morava em Cianorte, no interior do Paraná. Ela era tecnóloga em estética e cosmetologia e estava terminando a pós-graduação em estética facial e corporal. Como trabalhava em casa, estava sempre em contato com a família. Além disso, para a tristeza dos marmanjos, a gata tem namorado o também ex-participante do reality show, Nasser Rodrigues.

Andressa aponta como uma característica para ganhar o jogo a sua facilidade em se comunicar. “Trabalho, diariamente, com muitas pessoas e faço amizades com muita facilidade”, diz a jovem que acrescenta que não abre mão dos amigos: “Sempre me reúno com eles, fazemos churrasco, gosto de roda de viola e de sair para algum barzinho”. Um defeito? “Ser sincera demais. Quando percebo, já falei”, comenta. No reality show da Globo a moça conseguiu conquistar o terceiro lugar, qual será a posição que ela ficará nessa nova aventura?

Qualquer novidade eu volto, lembrando que quem quiser entrar em contato comigo, pode add no facebook, procurando por "Bruna Jones" e que agora na página oficial do blog, vocês encontram conteúdo exclusivo: clique aqui! Podem também procurar e seguir no twitter no @odiariodebrunaj certo?

Power Couple Brasil 2: Conheça Cairo Jardim, marido de Nayara Justino


A vitória de Nayara Justino, de 29 anos, como Globeleza deve-se muito a Cairo Jardim. Marido da atriz há seis anos, ele é responsável pela empresa de marketing que cuida da imagem da mulata e o seu maior incentivador. “Não tenho ciúmes. Todo mundo olha para ela mesmo. Se eu fosse brigar por isso…”, garante o rapaz, de 34 anos. O casal mora junto numa casa própria em Volta Redonda e é dono de uma pousada em Búzios.

“Já temos uma vida de casado, mas quero fazer uma festa de três dias para comemorar nossa união”, planeja ele. “Não penso em casar de véu e grinalda, nem na igreja. O que vale é o sentimento”, completa Nayara, que também quer aproveitar a vitória no concurso para mergulhar na carreira artística. “Antes, eu pretendia fazer faculdade de Educação Física. Hoje, já penso em fazer Artes cênicas e Dança”, diz. E o que será que o casal pensa sobre ensaio nu? “A decisão é dela e eu vou apoiá-la. Mas adianto que não vejo o menor problema”, entrega o empresário. Então, Nayara? “Se não for vulgar, eu faria. Acho bonito”.

Qualquer novidade eu volto, lembrando que quem quiser entrar em contato comigo, pode add no facebook, procurando por "Bruna Jones" e que agora na página oficial do blog, vocês encontram conteúdo exclusivo: clique aqui! Podem também procurar e seguir no twitter no @odiariodebrunaj certo?

Power Couple Brasil 2: Conheça Carol Narizinho


Carolina Almeida Sertório Gonçalves mais conhecida como Carol Narizinho (Porto Alegre, 20 de março de 1990) é uma modelo brasileira. Começou sua carreira em Garota do Site. Único Concurso de Beleza Da Era Digital (100% Internet No Brasil). Esteve no elenco do programa desde abril de 2012 até dezembro do mesmo. Participou do programa Casa Bonita 4 do canal Multishow, junto com Thaís Bianca, entrou no programa com o cabelo loiro e saiu com o cabelo mais loiro escuro.

Foi capa da edição de março de 2013 da revista Playboy. No final de 2013 e começo de 2014 Carol passa a ser assistente de palco do programa Domingo da Gente, na Rede Record. Em setembro de 2014 estreia como apresentadora do programa Desafio das Beldades, no SBT. Entre 2015 e 2016, vem fazendo aparições no programa junto com as ex-panicat Thaís Bianca. Atualmente, possui um canal no Youtube com dicas de moda e viagens. Narizinho retornou ao Pânico em 31 de Janeiro de 2016 para fazer participação especial no quadro "Afogando o Ganso" junto com Ana Paula Minerato e Thaís Bianca.

A moça também já participou do blog em uma entrevista exclusiva, confira AQUI.

Qualquer novidade eu volto, lembrando que quem quiser entrar em contato comigo, pode add no facebook, procurando por "Bruna Jones" e que agora na página oficial do blog, vocês encontram conteúdo exclusivo: clique aqui! Podem também procurar e seguir no twitter no @odiariodebrunaj certo?

Power Couple Brasil 2: Conheça Diego Cristo


Diego Conrado de Cristo (Ponta Grossa, 26 de abril de 1979) é um ator e modelo brasileiro. O ator participou da novela Os Mutantes na Rede Record e fez participações em algumas novelas da Globo. Seu trabalho mais recente foi na novela Além do Horizonte. Diego já foi atleta profissional, é pai de dois meninos e atualmente está solteiro. Foi casado com a também modelo Michele Birkheuer, irmã da modelo e atriz Leticia Birkheuer.

No dia 14 de setembro de 2014, foi confirmado como um dos participantes do reality show A Fazenda 7, concorrendo ao prêmio de 2 milhões de reais Assim sendo o segundo eliminado do reality show . Em agosto de 2015, Diego estreou como ator teatral no espetáculo teatral 10 Coisas que Eu Amo em Você, do autor Marcio Motta, com direção de Antonio Vanfill.

Confira as melhores fotos de ensaios sensuais do rapaz, AQUI.

Qualquer novidade eu volto, lembrando que quem quiser entrar em contato comigo, pode add no facebook, procurando por "Bruna Jones" e que agora na página oficial do blog, vocês encontram conteúdo exclusivo: clique aqui! Podem também procurar e seguir no twitter no @odiariodebrunaj certo?

Power Couple Brasil 2: Conheça Fábio Villa Verde


Fábio Villa Verde (Rio de Janeiro, 20 de janeiro de 1970) é um ator brasileiro. Estreou na telenovela Brilhante de 1981 e fez vários trabalhos na TV e no cinema, dentre eles VA Terra Prometida, Pecado Mortal, Carrossel, Amor e Revolução, Vende-se Um Véu de Noiva, Revelação, Sitio do Pica-Pau Amarelo, O Profeta, Seus Olhos, A Pequena Travessa, A Padroeira, Estrela de Fogo, Você Decide, Malhação, Confissões de Adolescente, Gente Fina, Vale Tudo, Didi Quer Ser Criança, Soluços e Soluções, Atrapalhando a Suate, O Trapalhão na Arca de Noé e Os Vagabundos Trapalhões. . Atualmente é contratado da TV Record, fez a primeira novela de Carlos Lombardi na Record,

Qualquer novidade eu volto, lembrando que quem quiser entrar em contato comigo, pode add no facebook, procurando por "Bruna Jones" e que agora na página oficial do blog, vocês encontram conteúdo exclusivo: clique aqui! Podem também procurar e seguir no twitter no @odiariodebrunaj certo?

Power Couple Brasil 2: Conheça Frank Cavalcante, marido da MC Marcelly


Respeita o moço! Vivendo junto há oito anos com MC Marcelly, Frank Cavalcante, seu marido e empresário, é o verdadeiro bigode grosso da funkeira. Até então, ela ainda não tinha posado ao lado do amado e preferia manter o romance longe dos holofotes. Eles se conheceram quando ela ainda sonhava viver de música e, hoje, aproveitam o sucesso de Marcelly nas paradas. Ela, inclusive, mandou um depoimento para a coluna sobre o amado: “Meu amor, amigo e empresário Frank. Obrigado por me fazer a mulher mais feliz do mundo!”.

Qualquer novidade eu volto, lembrando que quem quiser entrar em contato comigo, pode add no facebook, procurando por "Bruna Jones" e que agora na página oficial do blog, vocês encontram conteúdo exclusivo: clique aqui! Podem também procurar e seguir no twitter no @odiariodebrunaj certo?

Power Couple Brasil 2: Conheça Julia Zangrandi, esposa de Marcelo Zangrandi


Em um lugar incrível Marcelo Zangrandi, levou amigos e familiares para testemunhar um dos momentos mais importantes de sua vida – o pedido de casamento para a sua futura noiva Julia. Inicialmente sobrevoamos o local de parapente, nosso piloto chamou a atenção da Julia pelo seu nome, através de um megafone e surpreendentes voos rasantes nos céus, arrancando sorrisos e suspiros de todos que estavam presentes. Uma chuva de pétalas de rosas foi cobrindo o céu durante o pedido, tornando o momento mágico e inesquecível para o casal. Assim que começou a ouvir seu nome, vindo dos céus, Julia ficou paralisada. Quando viu seu futuro noivo descer de parapente, vestido de príncipe, indo ao seu encontro em uma carruagem e ao som de uma orquestra maravilhosa, lágrimas rolaram dos seus olhos… pode compreender, naquele momento, que se tratava de pedido de casamento. O evento aconteceu na luxuosa fazenda do seu amigo o socialite Chiquinho Scarpa, localizada em Espírito Santo do Pinhal, foi lá onde o noivo sobrevoou a área em nosso paramotor.

Qualquer novidade eu volto, lembrando que quem quiser entrar em contato comigo, pode add no facebook, procurando por "Bruna Jones" e que agora na página oficial do blog, vocês encontram conteúdo exclusivo: clique aqui! Podem também procurar e seguir no twitter no @odiariodebrunaj certo?

Power Couple Brasil 2: Conheça Lorena Bueri


A Gata do Paulistão 2012, Lorena Bueri, 25, hoje sempre é fotografada por aí cheia de glamour, mas já ralou muito no passado. Nascida em Pirapora (MG), ela já ajudava a mãe ainda criança, como conta ao Tudo Miss: — A minha mãe fazia salgadinhos, eu saía com uma cestinha e ela com outra. Logo depois mudamos para Brasília, onde vendíamos de tudo: quando chovia vendíamos guarda-chuvas, quando fazia frio vendíamos toucas, meias, depois entregávamos marmitas, enfim, fazíamos de tudo, até que minha mãe abriu uma kombi de livros novos e usados. O glamour entrou na vida de Lorena quando uma amiga sugeriu que ela participasse do concurso Miss Taguatinga (DF). E apesar da falta de grana (ser miss custa caro!), a gata borralheira venceu a competição, em 2009:

— Não ter dinheiro nunca me impediu de nada. Depois que ganhei concurso arrumei alguns parceiros, salão de beleza, loja de roupa. A morena de 1,78 m, que diz ter personalidade forte, perdeu a disputa do Miss Distrito Federal, mas em seguida competiu no Miss Brasil Mundo 2009 representando o Mato Grosso do Sul. Saiu-se bem na prova Best Model, mas não se classificou entre as 16 semifinalistas do concurso (ficou em 18º lugar). Em 2011, foi a miss Brasil Beleza Mundial. Também foi a candidata de Goiás no Miss Brasil Latina 2012, além de ter participado de um concurso internacional.

A moça ficou confinada na sétima temporada do reality show "A Fazenda" e conseguiu conquistar alguns barracos durante sua participação, além disso, ela também acabou se envolvendo com o modelo Diego Cristo. Depois do confinamento ela foi capa da Revista Sexy novamente, desta vez, estrelando um ensaio só seu.

Qualquer novidade eu volto, lembrando que quem quiser entrar em contato comigo, pode add no facebook, procurando por "Bruna Jones" e que agora na página oficial do blog, vocês encontram conteúdo exclusivo: clique aqui! Podem também procurar e seguir no twitter no @odiariodebrunaj certo?

Power Couple Brasil 2: Conheça MC Marcelly


Nascida no Complexo do Alemão, uma comunidade carioca de muita gente boa e funk melhor ainda, Marcelly Almoya tinha o sonho de ser cantora. Novinha, bem novinha ainda, ela para ir aos bailes, para curtir o batidão e aprender como é que se fazia. Em 2008, aos 16 anos de idade, seu sonho virou realidade, quando ela gravou e lançou a música “Coraçãozinho”. E o que veio em seguida foi só sucesso: “Uh aceita”, “Eu sou tudo”, “Bota com raiva”, Deixa arder” e o hit dos hits, “Bigode grosso”, cujo clipe oficial teve mais de 23 milhões de visualizações na rede.

Vida que segue e, no passado, Marcelly partia para sonhos maiores, apresentando na internet o reality show “De rolé com Marcelly”, feito para compartilhar sua rotina de rainha do funk com os fãs. Quando o mundo se deu conta, aquela menina que começara na humildade, tinha surpreendido a todos e vencido. E agora que cresceu ela é a “Dona da noite”, título de seu primeiro álbum, que a Universal Music põe na praça com faixas produzidas por um time só de artilheiros, composto por Dalto Max, Oscar Tintel, Bruno de Holanda, Rick Joe, Gustavinho DJ e Alex MPC.

A nova levada da Marcelly tá ali na cara de quem entra no disco, na faixa “Dona da noite”. “Cheguei e as inimigas vão ter que me aturar”, avisa ela, salvaguardada por poderosas batidas e linhas de sintetizador, em sua investida no mundo selvagem dos camarotes, dos celulares de última geração e dos selfies no Instagram. Depois, em “Arma secreta”, já lançada na internet, a menina descarrega mais munição, protegida pelo colete à prova de inveja e o batom da ironia: “Quando a vida desafia, minha potência se manifesta”. Em Marcelly, o recalque bate e volta – eis uma recomendação que ela faz questão de dar em “Tá feio demais”, funk de rimas certeiras, de sua autoria. “Eu não sou apadrinhada, mas me garanto no certo”, dispara Marcelly.

Em embalagem sonora luxuosa, pós-funk (aquela que tem tudo de bom do pop gringo sem perder a raiz neurótica do morro carioca), Marcelly canta com aquela segurança que alguns dirão que é marra, atrevimento – mas que é só mesmo para quem tem bigode grosso. E por falar no seu hit (outra das composições), ele está de volta em “Dona da noite” com todo requinte sonoro e classe de um churrasco regado a Amarula e Chandon. “Patente alta, dá aula, é bigode grosso”, lembra ela, agora com o todo o som de baile de 2015 a que a música tinha direito. Com Marcelly não tem caô, só papo reto. Seja com o cara que espera um “Romance de novela” (“então não se apaixone, fica a dica”) ou em “Não se brinca com mulher” (“a vingança vai ser dura, faz ele chorar”). Os homens, coitados, não esses têm vez com as historinhas que contam. O “Plano perfeito” do malandrão que deu perdido na gata em plena sexta-feira, achando que ela ia engolir essa, tem um só desfecho: encontrá-la na festa dançando até o chão ao som do tamborzão. A falta de noção (em “Que cara mala”) e a imaturidade (em “Criança”), essas também não tem perdão.

Mas a armadura de Marcelly tem lá as suas brechas, como dá para perceber na balada romântica cheia de soul “Nasci pra te amar” e em “Não vale nada”, música sobre “a garota certa com o cara errado”. “Mesmo cheio de defeitos, me apaixonar só ele conseguiu”, admite, muito dona da noite e de si mesma, reconhecendo que à felicidade se chega mesmo por caminhos estranhos. Nem toda a festa e romance, porém, deixou Marcelly esquecer das suas origens. E ela se esmera para dar o toque de realidade em “Roda gigante”, outro funk de sua autoria, com produção cascuda de Alex MPC: “Existir é fácil, o difícil é viver / com as voltas que o mundo dá, assim temos que aprender / tudo é uma roda gigante, aqui se faz aqui se paga / a mesma mão que aplaude, te cobra e também te mata”, versa ela. Na pracinha da comunidade, depois do baile, Marcelly chega à mais importante de suas conclusões: “O importante é nós tá vivo e junto ano que vem”. E, para fechar o disco, ela vem com a música “Menina do morro”, um agradecimento emocionado a todo mundo que a ajudou a chegar lá.

Qualquer novidade eu volto, lembrando que quem quiser entrar em contato comigo, pode add no facebook, procurando por "Bruna Jones" e que agora na página oficial do blog, vocês encontram conteúdo exclusivo: clique aqui! Podem também procurar e seguir no twitter no @odiariodebrunaj certo?

Power Couple Brasil 2: Conheça Marcelo Zangrandi


Marcelo foi integrante do humorístico Pânico e também fez parte do elenco do novo programa do Gugu. Marcelo também é ator formado pela Escola de Atores Wolf Maya e já fez várias participações em novelas da Globo e propaganda publicitárias.

“Como ator, me formei e continuo virgem, coisa rara no segmento [risos]. Também me formei em um curso em Londres, na Inglaterra, que se chama Theater4Life. Fiz algumas pontas em novelas (Belíssima, Fina Estampa, Amor e Revolução e outras), mas papéis muito pequenos, fiz propagandas e algumas peças de teatro. Já fiz até simulação no programa do Gugu! Desde pequeno gosto de atuar, mas parece que minhas atuações se voltaram para outro lado, o humor, e adoro.”

Bonito, o rapaz não está solteiro. “Me considero um cara muito bonito. Hoje de manhã mesmo, por exemplo, acordei do lado de uma mulher linda e ela me elogiou muito. Disse que sou o homem mais bonito do mundo e muito charmoso. Minha mãe é um amor!”, brinca.

Qualquer novidade eu volto, lembrando que quem quiser entrar em contato comigo, pode add no facebook, procurando por "Bruna Jones" e que agora na página oficial do blog, vocês encontram conteúdo exclusivo: clique aqui! Podem também procurar e seguir no twitter no @odiariodebrunaj certo?

Power Couple Brasil 2: Conheça Matheus Boeira, namorado de Carol Narizinho


No caso de Carol Narizinho, a máxima ‘por trás de todo homem existe uma grande mulher‘ se inverte. O corpão sem celulite exibido pela modelo em fotos de biquíni tem um grande responsável: seu namorado Mateus Boeira. Junto com a ex-panicat há três anos, é ele quem controla com mão de ferro a alimentação da namorada, dona de um corpo irretocável. Mateus, que também acumula a função de empresário de Narizinho, proíbe a modelo de comer chocolate e prescreve a forma como ela deve se exercitar na academia. “Narizinho é chocólatra assumida e eu não deixo ela comer chocolate. Não concluí a faculdade de Educação Física, mas tenho conhecimento e escolho para ela os exercícios que deve fazer na academia. Carol é muito regrada na alimentação e é bonita por natureza”, disse o apaixonado, que avalia o quanto se sente responsável pelo corpão de Narizinho: “Diria que 20% é de minha responsabilidade”.

Além de cuidar da beleza da moça, Mateus também fecha contratos e veta convites para trabalhos mais ousados oferecidos à namorada. “Muitos homens acham que pelo fato de Carol trabalhar com o corpo também faz programas. Eu que respondo a todos os e-mails de trabalho dela e encontro esses pedidos no meio deles. Como tem mulher que faz, eu esclareço que Narizinho nunca fez nem nunca fará esse tipo de coisa. Mas sem crises de briga ou ciúme. Encaro tudo profissionalmente e sei dividir bem o lado profissional do pessoal”. Carol pretende se casar com Mateus no religioso e gosta de tê-lo a seu lado. No entanto, confessa que apesar de se sentir segura pelo fato de ele ser seu empresário, a intimidade muitas vezes atrapalha a convivência. “É bom e ruim ao mesmo tempo, pois brigamos muito. Mas no final das contas sei que ele nunca vai ser desonesto comigo”. Um dos motivos das brigas entre o casal talvez seja o fato de ela burlar as ordens de Mateus: “Ele me proíbe de comer chocolate, mas sempre dou um jeito de comer escondida”.

Qualquer novidade eu volto, lembrando que quem quiser entrar em contato comigo, pode add no facebook, procurando por "Bruna Jones" e que agora na página oficial do blog, vocês encontram conteúdo exclusivo: clique aqui! Podem também procurar e seguir no twitter no @odiariodebrunaj certo?

Power Couple Brasil 2: Conheça Mauricio Ribeiro


Maurício Ribeiro (Juiz de Fora, 6 de dezembro de 1984) é um ator, modelo e cantor brasileiro. É vocalista de uma banda chamada Tapa de Luva. Maurício Ribeiro iniciou a carreira atuando em peças na sua cidade natal, Juiz de Fora. Aos 18 anos, mudou-se para o Rio de Janeiro, onde encenou a peça Que esse bem somos nós ao lado de Osmar Prado. A partir daí, fez participações nas novelas Malhação e Mulheres Apaixonadas da Rede Globo.

Quando encenava outra peça, foi convidado pelo diretor Tiago Santiago para atuar na novela Prova de Amor, que o mesmo estava iniciando na Rede Record. Após isso, foi convocado pra atuar também em Alta Estação. Em 2016, assina contrato com o SBT, para interpretar Fausto na novela Cúmplices de um Resgate, adaptação de Íris Abravanel.

Qualquer novidade eu volto, lembrando que quem quiser entrar em contato comigo, pode add no facebook, procurando por "Bruna Jones" e que agora na página oficial do blog, vocês encontram conteúdo exclusivo: clique aqui! Podem também procurar e seguir no twitter no @odiariodebrunaj certo?

Power Couple Brasil 2: Conheça Nasser Rodrigues


Nasser Bernardes Rodrigues é filho único do casal Sérgio Rodrigues e Êrica Bernardes, ele trabalhava como vendedor de uma loja de um shopping da capital gaúcha até ser convidado por "olheiros" para participar da 13ª edição do Big Brother Brasil, Em 2012, ele chegou a ficar entre os finalistas que entrariam na casa, mas acabou ficando de fora, e recebendo de Boninho a promessa de que pelo menos dois do ''grupo de rejeitados'' seria repescado em 2013. Não deu outra, o gaúcho extrovertido chegou até a 13ª edição do reality.

Em sua última atualização no Facebook antes do confinamento, Nasser deu dicas do seu perfil mais "esquentadinho" ao compartilhar um meme polêmico: "keep calm c******". Em algumas redes sociais, ele usa o sobrenome Arafat, em alusão ao líder palestino Yasser Arafat.Nasser. Desde o começo do programa foi denominado o "jogador" da edição e conseguiu chegar na final do reality show. Nasser não levou o prêmio mais conquistou o segundo lugar e o coração de seus milhares de fãs. Durante o confinamento também, ele entrou em um relacionamento amoroso com Andressa Ganacin, mesmo a moça tendo um relacionamento fora do reality show, o casal segue junto até hoje.

Qualquer novidade eu volto, lembrando que quem quiser entrar em contato comigo, pode add no facebook, procurando por "Bruna Jones" e que agora na página oficial do blog, vocês encontram conteúdo exclusivo: clique aqui! Podem também procurar e seguir no twitter no @odiariodebrunaj certo?

Power Couple Brasil 2: Conheça Nayara Justino


Nayara Justino foi a mulata Globeleza no ano de 2014. No ano de 2014 a escolha da mulata Globeleza foi realizada por meio de votação popular em diversas etapas. Na primeira, foram escolhidas cinco direto mais uma selecionada pelo público. Já na segunda, foram escolhidas três, no mesmo critério da anterior, só que duas escolhidas pelo júri mais uma escolhida pelo público, sendo Camila Silva, Nayara Justino e Nara Carvalho, brigando pra quem será a nova Globeleza. Nayara Justino foi escolhida para brilhar na vinheta para o carnaval desde 2014. Na vinheta daquele ano, Nayara dança na frente de um telão com a marca Globeleza. Desta vez, a pintura que envolve a Globeleza imita o movimento de confete e serpentina.

Apesar do prestígio conquistado como musa do Carnaval da Globo, Nayara não acredita que a fama no posto tenha sido decisiva para que conseguisse o papel. Como justificativa, ela conta ter passado por uma seleção de elenco rigorosa. "Não sei se teve influência, até porque estava conversando [com pessoas ligadas à novela] e disseram que eu fui excelente no teste", afirmou. A vontade de ser atriz é antiga e existe desde antes de ela vencer o concurso com voto popular promovido pelo "Fantástico" no ano passado. "Quando me mudei para o Rio comecei a estudar teatro, mas sempre participei de peças na escola e era muito envolvida com isso", contou. "Não pensava [em trabalhar como atriz] na Globo especificamente, queria estudar e me aprimorar para que, quando aparecesse alguma oportunidade, eu estivesse preparada", disse.

Mesmo sendo contratada da principal produtora de telenovelas do País, ela diz que não se iludiu com a ideia de fazer alguma novela na antiga emissora: "Lá eu era contratada como Globeleza, então não criei expectativa". Nayara fala com gratidão do trabalho que a tornou conhecida, embora não se veja mais como Globeleza. "Já me desapeguei (risos), mas sei que se não fosse pelo concurso talvez não tivesse me mudado tão rápido para o Rio e talvez não tivesse feito teatro", declarou. "Mas agora é outra fase, que estou adorando", comemora. A moça esteve na novela "Escrava Mãe" da Record.

Qualquer novidade eu volto, lembrando que quem quiser entrar em contato comigo, pode add no facebook, procurando por "Bruna Jones" e que agora na página oficial do blog, vocês encontram conteúdo exclusivo: clique aqui! Podem também procurar e seguir no twitter no @odiariodebrunaj certo?

Power Couple Brasil 2: Conheça Rafael Ilha



Rafael Ilha Alves Pereira (Rio de Janeiro, 7 de março de 1973) é um cantor, apresentador e repórter brasileiro ex-integrante do extinto grupo Polegar que teve seu auge entre o fim da década de 1980 e início da década de 1990. No fim da década de 1990, tornou-se notório seu envolvimento com drogas. Atualmente é repórter do programa A Tarde É Sua, apresentado por Sônia Abrão.

Começou sua carreira muito jovem participando de comerciais para a TV, logo após ingressou no grupo Polegar, sendo um dos vocalistas e guitarrista da banda; essa experiência durou 3 anos. Na mesma época, participou do filme "Uma Escola Atrapalhada" do grupo humorístico Os Trapalhões. Logo após sua saída do grupo Polegar, Rafael tornou-se apresentador do programa Casa Mágica na TV Record. Nesse período de sua adolescência e começo da vida adulta, Rafael se viu envolvido com o mundo das drogas, consumia cocaína, maconha, crack e outras substâncias, chegou ao ponto de ser expulso de casa e viver alguns meses como um mendigo. Foi preso duas vezes, a primeira supostamente por um mal-entendido, a outra devido a posse ilegal de armas no ano de 2002. A partir do ano 2000, segundo suas próprias palavras, largou o vício após ser internado em uma clínica para dependentes químicos.

Casou-se e tem um filho. Trabalha como voluntário em uma clínica para recuperação de usuários de drogas. Sua carreira de cantor enveredou-se para a música gospel. 2014 voltou a cantar junto com a rapaziada do Grupo Polegar mais depois em 2015 ele e o grupo encerraram suas atividades musicais no ano de 2015, ainda no mesmo ano Rafael formou uma dupla de pop rock e funk com o seu ex- parceiro do grupo Polegar Alex Gill com o nome de Alex Gill e Rafael Ilha. No dia 1 de julho de 2008, Rafael Ilha foi preso por tentativa de sequestro, na região central de São Paulo. Ele tentou levar, à força, a dona de casa Karina de Sousa Costa, de 28 anos, para a clínica de reabilitação de dependentes químicos em Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo. Neusa Camargo Antunes, de 43 anos, e Cristiano da Silva Andrade, de 25, funcionários da clínica e que estavam junto com o cantor, também foram detidos.

Em depoimento ao delegado Diogo Dias Zamut Júnior, no 5º Distrito Policial da Aclimação, Ilha disse que o ex-marido de Karina, Pedro José de Santana Vaz, de 36 anos, que está em Macapá (AP), havia solicitado a internação dela para um tratamento de desintoxicação. O ex-Polegar acrescentou que Vaz teria ligado para a ex-mulher e pedido que ela fosse até o prédio onde ele mora, na Bela Vista, para pegar o dinheiro das mensalidades escolares dos dois filhos do casal. O trio, que estava em um Toyota Hilux, ficou à espera da dona de casa. Ao chegar ao local, Karina foi atacada por Ilha e funcionários da clínica, que tentaram sedá-la com auxílio de uma seringa e algodão embebido em éter. Ao ouvirem gritos de socorro, testemunhas acionaram a polícia. Os acusados foram autuados em flagrante por tentativa de seqüestro e formação de quadrilha. Pedro José de Santana Vaz passa a ser considerado procurado pela Polícia.

Em 21 de julho de 2014, Rafael Ilha foi preso em Foz do Iguaçu, no Paraná, junto com a mulher. Eles tentaram passar do Paraguai para o Brasil com uma espingarda calibre 12, munição e arma de choque. O casal estava em duas motos. Ao revistar o casal, os agentes da Receita encontraram a espingarda e a munição enrolados em um cobertor. A arma estava desmontada. Com Rafael, foi encontrada a arma de choque. No dia 20 de outubro de 2009 a polícia foi chamada para atender uma ocorrência em um condomínio no Morumbi no qual encontrou Rafael Ilha dentro de um elevador tentando se matar. Após negociações ele entregou os objetos que possuía em seu domínio como um pedaço de vidro e um garfo. Ilha teria tentado se matar com o pedaço de vidro fincado em seu pescoço. Após cirurgia passa bem. Esteve próximo de participar da oitava temporada de "A Fazenda" da Record, mas foi impedido pela justiça Brasileira.

Qualquer novidade eu volto, lembrando que quem quiser entrar em contato comigo, pode add no facebook, procurando por "Bruna Jones" e que agora na página oficial do blog, vocês encontram conteúdo exclusivo: clique aqui! Podem também procurar e seguir no twitter no @odiariodebrunaj certo?

Power Couple Brasil 2: Conheça Regiane Cesnique


A atriz Regiane Cesnique era só alegria quando conquistou pela primeira vez um lugar ao pódio do Kart dos Artistas, realizado em 2014, no Kartódromo Internacional Beto Carrero World em Penha, Santa Catarina. Primeira dama do Kart dos Artistas [ela é mulher de Fábio Villa Verde, idealizador do evento junto ao produtor Carlinhos Romagnolli], estava cheia de planos. “Fiquei dois anos parada, só cuidando do Rafa [Rafael, filho de 8 anos do casamento com Fábio]. Agora chegou a hora de voltar e com força total! Estou estudando um texto do Flavio Marin para uma peça de teatro, que será minha primeira. Estou me entregando totalmente, tenho muita vontade de viver essa nova experiência. Mas também estou conversando com o SBT e a Record. Vamos ver no que dá”, conta.

Entre muitos assuntos e alguns bons minutos de conversa, a loira abre o coração. “Sou adotada. Minha vida é uma novela… (risos) Meus pais cuidaram da minha mãe biológica durante toda a gravidez. Me lembro até hoje quando minha mãe [adotiva] me contou. Eu tinha 4 anos, mas entendi. Sou super bem resolvida sobre esse assunto. Acredito que minha mãe biológica tenha sido o fio condutor pra eu estar nessa família que amo tanto. Temos contato, posso até dizer que somos amigas. Mas meus pais e minhas irmãs são minha vida!”, revelou, emocionada.

A moça esteve recentemente na novela "A Terra Prometida" da Record.

Qualquer novidade eu volto, lembrando que quem quiser entrar em contato comigo, pode add no facebook, procurando por "Bruna Jones" e que agora na página oficial do blog, vocês encontram conteúdo exclusivo: clique aqui! Podem também procurar e seguir no twitter no @odiariodebrunaj certo?

Power Couple Brasil 2: Conheça Suyane Moreira


Suyane Moreira (Juazeiro do Norte, 7 de novembro de 1982) é uma atriz e modelo brasileira. Começou como atriz no filme Árido Movie, no qual foi descoberta. Em 2007 e 2008 atuou na minissérie Amazônia, de Gálvez a Chico Mendes e Os Mutantes - Caminhos do Coração, respectivamente, estabelecendo sua carreira de atriz. Antes da carreira de atriz, Suyane foi modelo da Ford Models, que a contratou após ela ficar entre as cinco finalistas do Supermodel Brasil de 2000. O contrato a levou a trabalhos no exterior, assim como a se tornar um dos rostos da marca M. Officer, de Carlos Miele.

Suyane cresceu com três outros irmãos nas cercanias carentes de Juazeiro do Norte. Aos dois anos, perdeu o pai e sua mãe, Antônia Moreira, teve que trabalhar como doméstica para sustentá-los. Neta de índios, até os nove anos a modelo vivia na roça, caçava insetos, não estudava nem penteava os cabelos. Antes de virar modelo, ainda na adolescência, Suyane foi recepcionista de concessionária de veículos e loja de calçados, e no início da adolescência ela havia sido dançarina da bandas de forró em sua cidade. Chegou a se inscrever para o concurso que iria substituir Débora Brasil na banda É o Tchan!, mas não foi selecionada por ser muito magra e jovem (tinha apenas 14 anos). Um ano depois ganhava da mãe um curso de modelo, como presente de debutante. Contudo, por achar que o mundo da moda era só para as loiras sulistas, ela não se animou com a possibilidade de ser modelo. Até um dia ver a top model Naomi Campbell na televisão, seu grande modelo de inspiração.

A entrada dos anos 2000 coincidiu com o boom das modelos nordestinas no mercado de moda brasileiro, já que até então as com biotipo europeu eram as preferidas. Nessa época modelos provenientes do Norte–Nordeste, como Adriana Lima, Fernanda Tavares e Caroline Ribeiro, já estavam com suas carreiras em franca consolidação. No início de 2000, o 1,75 metro de altura e o biótipo exótico herdado dos antepassados indígenas e negros de Suyane atraíram a atenção de um caça-talentos que havia ido a Juazeiro do Norte participar do evento em que ela havia sido convidada a desfilar, aos 17 anos, para o qual o pagamento seria uma calça de couro. Após ser garimpada por esse agente de moda, Suyane foi convidada a participar da etapa regional Norte–Nordeste do Supermodel Brasil em Fortaleza e acabou por vencê-lo. Dois meses depois estaria em São Paulo para a final nacional, na qual ficou em quarto lugar, entre as 52 mil candidatas inscritas nacionalmente. Em menos de seis meses, já estava trabalhando em Nova York. Sua primeira grande aparição nacional foi no São Paulo Fashion Week. O desfile, impactante, mostrava as modelos desfilando em meio a uma passarela que tinha como personagem central — sentada incólume e cercada de utensílios rústicos — a avó índia de Suyane, Joana Moreno. A M. Officer (responsável por lançar modelos como Isabeli Fontana e Raica Oliveira) foi seu primeiro grande trabalho. Até então só havia feito pequenos desfiles para as lojas de sua cidade. O contrato exclusivo com a Ford Models possibilitou outros trabalhos de peso, como as Vogues italiana e alemã, assim como a L'Officiel francesa e um editorial para a i-D, a bíblia da moda britânica. Fez ainda desfiles nas passarelas de Paris, Londres e Nova York e em 2008 a modelo posou para o site Paparazzo.

Em 2003, Suyane foi convidada a participar do longa-metragem Árido Movie, do cineasta Lírio Ferreira. Preparou-se para o papel com a atriz Myriam Muniz, que pôs Suyane na pele da índia Wedja, uma moça brejeira de sotaque nordestino e jeito agreste. As filmagens tiveram locação em Arcoverde, Pernambuco, a alguns quilômetros de sua terra natal. Em 2006, foi contratada para as filmagens da minissérie Amazônia, de Gálvez a Chico Mendes, da Rede Globo, na qual faz o papel de uma índia da tribo Ashaninka. Em 2008 e 2009 participou de Os Mutantes - Caminhos do Coração e Mutantes - Promessas de Amor, como Iara. Já em 2010, foi a vilã Iaru, em Araguaia. Já em 2012, protagonizou um dos episódios de As Brasileiras e integrou o elenco da telenovela Gabriela.

Atualmente a atriz é casada com o ator Maurício Ribeiro, com quem tem um filho, Davi. Por causa da carreira o casal mora no Rio de Janeiro. No passado já havia tido relacionamentos com um engenheiro paulistano e com o estilista Carlos Miele.

Qualquer novidade eu volto, lembrando que quem quiser entrar em contato comigo, pode add no facebook, procurando por "Bruna Jones" e que agora na página oficial do blog, vocês encontram conteúdo exclusivo: clique aqui! Podem também procurar e seguir no twitter no @odiariodebrunaj certo?

Power Couple Brasil 2: Conheça Sylvinho Blau Blau


Sylvio Luiz do Rego Junior, mais conhecido como Sylvinho Blau-Blau (Rio de Janeiro, 23 de agosto de 1959), é um cantor , músico e compositor brasileiro. Começou sua carreira integrando a banda Absyntho, que ficou famosa com a música Ursinho blau-blau e participou de uma série de programas de televisão e rádio. Outras canções, como Só a lua e Lobo, também estouraram nas paradas de sucesso, tinha ainda Balanço do Trem, canção que encerrava o programa da Xuxa. Teve um CD produzido por Lulu Santos e chegou a fazer apresentações em outros países. Integrou a chamada geração new wave do rock que durou cinco verões, entre 1983 e 1988. O new wave surgiu nos Estados Unidos no final dos anos 1970 e teve os grupos Blondie e Talking Heads como maiores expoentes. Só chegou ao Brasil no verão de 1983 com bandas como B-52, Devo, General Public, entre outras. Com o sucesso, o grupo Absyntho foi a praticamente todos os programas de televisão da época, entre eles, Chacrinha, Globo de Ouro, Raul Gil, Barros de Alencar e Bolinha. Nessa época anos 1980, os conjuntos musicais no Brasil tocavam músicas com letras ingênuas.

Depois que a banda foi desfeita, em 1988, Sylvinho lançou o seu primeiro disco solo. Ele ainda nem tinha incorporado o "Blau Blau" no sobrenome artístico. A música "Medo feroz" foi a faixa de trabalho do álbum "Topete" pela gravadora BMG e foi grande sucesso musical na época. O disco é bem produzido e se destaca pela participação especial do Lulu Santos na música que dá título ao disco, composta pelo próprio em parceria com Bernardo Vilhena. Entre os compositores também se encontram o Lobão, Vinicius Cantuária, Ed Wilson e Evandro Mesquita, entre outros. Em 1989, lançou um novo disco, que foi produzido por Marlene Matos (que foi empresária de Xuxa) e Michael Sullivan (parceiro de Paulo Massadas) para o selo Xuxa Discos-RGE. Em 1995, lançou o disco Trampolim pela gravadora Cedro Music em uma das primeiras experiencias em música eletrônica, com o grande músico e arranjador Victor Chicri. Após uma temporada na Europa, gravou, no Brasil, em 1999, o disco Animal Faminto pela gravadora Indie Records, com músicas assinadas por Cassiano, Fernanda Abreu e outros artistas. Ainda em 1999, recebeu convite para posar nu para a revista Íntima e Pessoal. Sylvinho já havia entrado para a Igreja pentecostal de Nova Vida, mas a igreja não se opôs à decisão.

Sylvinho Blau-Blau, entrará na história em 2001 como participante do mega festival Rock in Rio. Quando recebeu o convite, Sylvinho pensou em uma forma de se desvencilhar do Ursinho Blau Blau, personagem da sua música de maior sucesso, convidou o lendário roqueiro Serguei para se apresentarem juntos, no palco ele então rasgou o bicho de pelúcia, para dar um fim àquela história. A tentativa, no entanto, não deu certo, e os dois acabaram ovacionados e na primeira página de todos os jornais no dia seguinte. Em 2012, integrou o elenco da quinta edição do reality show A Fazenda da Rede Record. Foi o primeiro «fazendeiro» desta edição, escolhido pelo primeiro eliminado, Lui Mendes. Blau-Blau foi o terceiro eliminado de quinta edição com 81% dos votos. Em 2013 realiza seu sonho de criança, cantar no réveillon de Copacabana, bairro onde nasceu e cresceu. Divide o PALCO SANTA CLARA com artistas como Beth Carvalho e a Escola de Samba Beija-Flor de Nilópolis. Em 2014 participa da Copa do Mundo realizada no Brasil, cantando na praia de Copacabana no espaço Fifa Fan Fest.

Criado em Copacabana, Sylvinho tem dois filhos, Maria Luiza e Antonio Luiz, frutos de seu enlace de 19 anos com Ana Paula de Lima Pereira, uma jornalista e ex-rainha do carnaval carioca. O músico também já esteve aqui no blog em uma entrevista exclusiva, confira AQUI.

Qualquer novidade eu volto, lembrando que quem quiser entrar em contato comigo, pode add no facebook, procurando por "Bruna Jones" e que agora na página oficial do blog, vocês encontram conteúdo exclusivo: clique aqui! Podem também procurar e seguir no twitter no @odiariodebrunaj certo?

Power Couple Brasil 2: Conheça Thaíde


Altair Gonçalves (São Paulo, 5 de novembro de 1967), mais conhecido pelo seu nome artístico de Thaíde é um rapper, compositor, produtor, apresentador e ator brasileiro. Fez muito sucesso nos anos 80 e 90, cantando em parceira com o DJ paulistano DJ Hum, formando a dupla Thaíde & DJ Hum. Também foi apresentador do programa Yo! MTV Raps, da MTV Brasil, voltado ao rap e à black music. Thaíde faz parte da velha escola do rap nacional, iniciou sua carreira no início dos anos 80 como um dos fundadores da equipe de break Back Spin. Ao lado de seu ex-parceiro DJ Hum, foi um dos primeiros artistas de rap do país a gravar, participou da primeira coletânea de rap Hip-Hop Cultura de Rua, que veio a ganhar projeção nacional com o sucesso da clássica "Corpo Fechado".

Com o tempo, sua carreira ganhou respeito nacional e internacional, além de excelente receptividade tanto do público como da crítica, graças à sucessos como "A Noite", "Afro brasileiro", "Apresento meu amigo" e o mega hit "Senhor Tempo Bom". Hoje, ao lado dos Racionais MCs, é considerado um dos principais nomes do rap brasileiro. Recentemente, fez uma participação especial no filme e seriado Antônia na Rede Globo, com o personagem Marcelo Diamante. Thaíde também participou do filme Caixa Dois em uma rápida aparição. Em abril de 2009 assumiu o comando do programa Manos e Minas, da TV Cultura, saindo do programa um ano depois. Assinou contrato com a TV Bandeirantes em 2010 e apresenta atualmente o programa "A Liga" nesta mesma emissora, junto com Cazé Peçanha, Mariana Weickert e Mel Fronckowiak e o programa Metro Black da Rádio Metropolitana FM de São Paulo junto com a radialista Marcela Rocha.

Foi criado na periferia da Zona Sul paulistana, Altair Gonçalves, o Thaíde, cresce ouvindo AM, sambas de malandragem e de breque, forrós e música brega, além de gringos como Commodores, Temptations e Barry Manilow. Mas aquele que, ao lado de seu ex-parceiro DJ Hum, seria um dos pilares do hip hop nacional, não imagina que o seu destino seria apresentado no início dos anos 1980 pelo programa televisivo Comando da Madrugada, do Goulard de Andrade: "Era madrugada. Estava tocando The big through down e o Goulard de Andrade falou assim, e nós estamos aqui num baile da Chic Show tradicional equipe de som dos anos 70 e 80. e vocês não têm idéia do que estes crioulos fazem lá embaixo. Vem comigo! Aí a câmera foi dxxescendo, e aquele som aumentando. Foi quando eles mostraram o Nelson Triunfo e outros caras dançando break. Falei comigo mesmo, taí, é isso aí que nós somos", relata no livro Pergunte a quem conhece: Thaíde".

O pernambucano Nelson Triunfo e sua equipe Funk Cia já naquela época se apresentam em programas de TV e, principalmente, no centro da capital paulista, na rua 24 de Maio. Foi aí que Thaíde e seu amigo Mario vêem pelo primeira vez ao vivo e à cores a dança flexiva-robótica do break. O impacto foi tamanho que montam o grupo Black Panthers, de vida curta. Em seguida, nasce a Dragon Breakers, que se apresenta no programa de TV Barros de Alencar, onde Thaíde conhece o Marcelinho, da Furious Breakers. Sugere, então, que a Dragon e a Furious se unam e se transformem na Back Spin Crew. E foi o que acontece naquele 1984 que terminava. Thaíde já risca algumas letras e rimas em cima de outras músicas. O estímulo para a composição parte de amigos como o Cláudio (que também frequentava a Archote, casa noturna em Moema) e Marco Tadeu Telésforo, que se firma como parceiro de suas primeiras músicas ("Corpo fechado", "A noite", "Algo vai mudar", "Homens da lei" e "Falsidade"). Foi também na Archote que conhece Humberto Martins, o DJ Hum, discotecário da casa.

Nessa época, a equipe Back Spin resolve não ficar na mesma área do Nelson Triunfo, que já sofria com a polícia, e faz do Parque do Ibirapuera seu primeiro quartel general. Ali se juntam outras equipes de dança, além da rapaziada do skate e da bike. Isso até que um dos dançarinos sugira um novo terreiro para o break: a estação de metrô São Bento. Começa ali a geopolítica do hip hop brasileiro. Como Thaide afirma em sua biografia, nem sempre era possível curtir o som direto dos aparelhos que levam para a estação de metrô: ou porque os seguranças não deixam utilizar a energia elétrica da estação ou porque as pilhas acabam. Assim, aproveitando sua experiência com atabaques, Thaíde segura a percussão tocando em latas de lixo e improvisando rimas. "Com o passar do tempo, isso já por volta de 1987, sem que nós procurássemos ninguém, todo mundo começou a ir à São Bento. Nunca ligamos para um jornal, revista ou emissora de televisão, e de repente o local estava cheio de jornalistas querendo fazer matérias."

Grande parte disso eu acho que se deve à presença do pessoal do underground, que havia nos descoberto antes e tinham bastante contato com a mídia. "Os caras do Fábrica Fagus e o Skowa sempre estavam por lá e acho que foi o pessoal do Fábrica que levou o Nasi, vocalista do Ira!, para conhecer o lugar", relevou no livro Pergunte a quem conhece: Thaíde. E foi por meio do Nasi e do Fábrica que Thaíde participa da festa My Baby (com destaque para o hip hop), realizada naquele 1987 no finado Teatro Mambembe. É intimado a apresentar um som. Leva "Consciência", que tem as bases feitas pelo Nasi e pelo Fábrica. É a primeira vez que entra em um estúdio, como é também sua estréia em palco. Aplaudido, com direito a bis, Thaíde é surpreendido por Pena Schmidt, diretor artístico da gravadora multinacional CBS (hoje Sony), que o convida a gravar um disco. Surpreendentemente, o rapaz que não sonhava ser artista nega que não está pronto.

Mas nesta mesma festa, Thaíde se encontra com DJ Hum e o intima a firmarem uma parceria profissional. "Um não sabia fazer scratch direito, e outro não sabia rimar direito." E está dada a largada a um dos casamentos artísticos mais frutíferos do rap nacional. Somente um ano depois da formação, a dupla sobe no palco. Segundo Thaíde, diferentemente do que se pode pensar, é a turma do underground quem arruma lugares para os rappers debutantes se apresentarem. A periferia comparece somente mais tarde. 1988 é um ano crucial. A gravadora Eldorado convida Rôo, do O Credo, grupo frequentador da São Bento, a selecionar outros nomes daquela cena nascente para gravar um LP. E assim faz: O Credo, Código 13, MC Jack e Thaíde & DJ Hum cravam cada um duas faixas em "Hip Hop cultura de rua". A coletânea alcança a marca de 60 mil cópias vendidas e faz de "Corpo fechado" seu grande abre-alas. Além desta, Thaíde & DJ Hum gravam "Homens de lei", ambas produzidas por Nasi e André Jung (Ira!). O sucesso de "Corpo fechado" e do disco garante à dupla uma dezena de shows pelo Brasil e o tapete vermelho para o primeiro álbum individual. Produzido por Nasi e Jung, Pergunte a quem conhece (Eldorado, 1989) reúne músicas como "Consciência", "Cláudio, eu tive um sonho", "Homens de lei", "Minha mina" (que tem, originalmente, uma citação de "Você", do ídolo Tim Maia, mas como o autor não autoriza, têm de destruir os 1500 LPs da primeira prensagem) e "Corpo fechado".

O êxito comercial do disco leva a dupla pelo Brasil afora e a programas de rádios e de TV. No entanto, o segundo disco de carreira, "Hip Hop na veia" (Eldorado, 1990), não repete o caminho de seu antecessor e decepciona a gravadora. "Precisávamos dizer que o hip hop não era uma cultura de moleques. Pregávamos a consciência e a responsabilidade", afirma em seu livro. O LP traz as músicas "Luz negra" e "Por um triz". Do outro lado, e no mesmo ano, os Racionais MCs injetam novo tônico ao incipiente rap nacional com seu disco de estréia, Holocausto Urbano. Descontentes com a Eldorado, Thaíde & DJ Hum assinam com a Independente TNT, que lançou em 1992 "Humildade e coragem são nossas armas para lutar". A independência deu resultado com o disco repercutindo bem, ancorado pelas músicas "A noite" e "Nada pode me parar". No início da década de 90, o hip hop ganha mais vozes (Gabriel O Pensador, Pavilhão 9) e até um evento oficial com apoio da Prefeitura de São Paulo (Mostra Nacional de Hip Hop, 1993). Em paralelo, Thaíde & DJ Hum moldam uma homenagem ao povo tupiniquim, materializada no álbum Brava Gente (Hip Hop Brasil, 1994), e mais um petardo, "Afro-brasileiro", lançado em single pelo então recém-criado selo da dupla, o Brava Gente. A música integrou o disco seguinte, Preste atenção (Brava Gente/Eldorado, 1996), que revelou um dos grandes sucessos do rap nacional, "Senhor tempo bom", uma faixa memorialística com recortes da infância e da adolescência de Thaíde, e dos cenário da música negra brasileira dos anos 70 e 80.

Outros marcos deste CD foram “Malandragem dá um tempo” e "Desabafo de um homem pobre", que revela o período de maior dificuldade emocional e financeira que o autor passava na época que antecedeu à gravação. O êxito comercial do álbum liquidou a crise de Thaíde, realimentando sua fé artística, e garantiu nos anos 1997 e 98 um grande circuito de shows pelo país. Em nova gravadora, a dupla lança Assim Caminha á Humanidade (Trama, 2000), no mesmo ano em que viaja para Cuba e Thaíde para Assaré (CE), onde conhece o cordelista Patativa do Assaré (1909-2002), encontro que marcou sua carreira artística. Ainda em 2000, substituiu KL Jay, dos Racionais MCs, no comando do programa televisivo Yo!, da MTV. No período em que o hip hop ganha mais espaço (Casa do Hip Hop em Diadema, Academia Brasileira de Rimas, documentários teses, livros, novos discos e artistas), a parceria entre Thaíde & DJ Hum apresenta ranhuras, mas Assim caminha a humanidade é uma tentativa de superar a fase braba. Como remédio, convidam os camaradas do rap para festejar o momento que o "ritmo e poesia" nacionais vivem. SNJ, RZO, SP Funk, Sabotage (1973-2000), Estado Crítico, Xis, Nelson Triunfo e Quelynah participam do CD, que trouxe músicas como "Sangue bom" e "O desafio do rap embolada". As divergências e os projetos individuais superam os planos da dupla que, em 2001, colocou um ponto final na história.

Nos anos seguintes, Thaíde amplia seu leque de atuação. Integra em 2002 a Edição Especial, banda do baixista Sérgio Bartollo que embala funk, soul, jazz e rap. Em 2003 é curador do Agosto Negro, festival de rap de origem cubana também realizado em São Paulo, e no ano seguinte publica o livro Pergunte a quem conhece: Thaíde (Labortexto), escrito em parceria com o jornalista César Alves, em que fala de sua trajetória no hip hop nacional. O livro traz um CD com a música “Caboclinho comum” e dois remixes, seu primeiro registro fonográfico depois do fim da parceria com o DJ Hum.

Em 2006, o multimídia Thaíde destaca-se na dramaturgia ao encarnar Marcelo Diamante em Antônia, seriado que virou filme da cineasta Tata Amaral. Participa também de Caixa dois, de Bruno Barreto e o Filme Dois coelhos. Com tanto trabalho, o disco solo demora para sair, mas em 2007 Thaíde Apenas tem a música dançante (o hit “Pra cima”), além de confirmar sua veia narrativa (“Pilantras de plantão” e “Expresso da favela”) e contar com o Z'África Brasil em “Zé Lirou Pipou”. No início de 2009, Thaide entrou no lugar de Rappin' Hood no comando do programa Manos e Minas (TV Cultura). Em 2010 foi para Band ser um dos apresentadores da A Liga.

Qualquer novidade eu volto, lembrando que quem quiser entrar em contato comigo, pode add no facebook, procurando por "Bruna Jones" e que agora na página oficial do blog, vocês encontram conteúdo exclusivo: clique aqui! Podem também procurar e seguir no twitter no @odiariodebrunaj certo?