sexta-feira, 6 de maio de 2011

Grey's Anatomy: 2x19 - What Have I Done to Deserve This?

Meredith e George estão vivenciando a tensão da manhã seguinte em casa e no trabalho, e o resto dos doutores estão questionando o que aconteceu. Derek e Addison estão vivenciando sua própria versão da tensão da “manhã seguinte” como resultado da visita de Mark a Seattle. Bailey, retribuindo o favor que foi feito para ela durante a situação de perigo do hospital, precisa falar com Addison sobre um problema feminino específico. Izzie e Alex estão progredindo em seu relacionamento até que Denny Duquette volta. Logo Alex não sente tanto ciúmes da atenção que Izzie está dando para Denny.
Alguém encontra conforto em se confidenciar para um paciente, e Burke lida com um paciente e precisa observar a instável relação entre ele e a noiva.

Nome do Episódio: É uma Música cantada pelos Pet Shop Boys. Foi primeiramente gravada no segundo álbum deles ‘Actually’. Pode ser uma alusão a como George e Meredith se sentem sobre o que acontece com eles desde o episódio anterior.

Curiosidades do Episódio: Esse é o primeiro episódio que contém um flashback. É o primeiro episódio em que aparece a ortopedista Calliope Torres (Callie). Também pela primeira vez, George faz a voz ao fundo em vez de Meredith. É a segunda vez que um personagem que não seja a Meredith narra a voz ao fundo, o outro episódio foi o especial Straigh to The Heart.

Frase do Episódio: "OK, então, às vezes, até mesmo o melhor de nós toma decisões precipitadas. Más decisões. Decisões que bem sabemos que vamos nos arrepender no momento, num minuto e especialmente na manhã seguinte. Digo, talvez não se arrepender, arrepender porque, pelo menos (cê sabe) agente deu a cara ao tapa. Mas... ainda assim... Alguma coisa dentro da gente decide fazer uma coisa louca. Uma coisa que a gente sabe que provavelmente vai se voltar contra nós e nos pegar desprevinidos. E agente faz mesmo assim. O que eu tô falando é... nós colhemos o que plantamos. Aqui se faz, aqui se paga. É carma e, mesmo se você tentar amenizar... carma é um saco!" ... "De uma maneira ou de outra, nosso carma nos faz encararmos a nós mesmos. Nós podemos encarar nosso carma nos olhos ou a gente pode esperar que ele venha sorrateiramente e nos pegue de surpresa. De uma maneira ou de outra, nosso carma sempre vai nos achar. E a verdade é que, como cirurgiões, temos mais chance que a maioria para fazer a balança pesar em nosso favor. Não adianta tentar, que não escaparemos de nosso carma. Segue a gente até em casa. Eu acho que a gente não pode ficar reclamando do nosso carma. Não é que não seja justo. Nem é inesperado. Apenas... balanceia as coisas. E mesmo quando a gente tá pra fazer algo que sabemos que vai tentar o carma a nos pegar de surpresa... bem, nem preciso dizer... a gente faz mesmo assim."

Nenhum comentário:

Postar um comentário