terça-feira, 21 de janeiro de 2020

Bruna Entrevista: 9x03 - Gaston Croupier


Olá, olá... Tudo bem, meus queridos leitores? Então que hoje é dia de conferir mais uma entrevista inédita aqui no blog, olha que bacana? Seguindo o especial de entrevistados com atores do seguimento de filmes adultos, vocês já sabem, né? É preciso ter a permissão de um adulto responsável para continuar lendo, caso você seja menor de idade. Se você já for adulto, vem conhecer um pouco mais sobre a carreira e as experiências do ator Gaston Croupier. Olha só como foi bacana o nosso papo!

Bruna Jones: Vamos começar do começo. O que você costumava fazer ou trabalhar antes de começar a atuar em vídeos para adultos?
Gaston Croupier: Antes de começar a atuar em vídeos adultos, eu era aluno de graduação em linguística.

Bruna Jones: Algumas pessoas entram no entretenimento adulto por fama, dinheiro ou até por prazer. O que o motivou a começar a fazer esses filmes?
Gaston Croupier: Minha aspiração foi estabelecida pelo prazer e pelo desejo: Desde a adolescência, sonhava em estar em uma cena pornô e participar da ação. Então, comecei a fazer pornô por isso: Lucas Kazan tornou meu sonho realidade.


Bruna Jones: Como foi para você a primeira vez que gravou um vídeo adulto?
Gaston Croupier: Minha primeira vez em gravar um vídeo pornô foi um desastre completo, eu tive que me masturbar, mas eu era tão tímido na frente de um homem bonito como o Ettore Tosi e, pela mistura de medo e 'incredulidade', fiquei paralisado. Felizmente, todos esses sentimentos desapareceram lentamente quando Ettore se aproximou e começou a me foder.

Bruna Jones: Quando você estava trabalhando como ator de filmes adultos, você acabou criando uma boa base de fãs que gostam do seu trabalho e te admiram, como é para você ter esse contato com o publico que consumia os seus vídeos?
Gaston Croupier: As pessoas me mandam mensagens de texto porque estão felizes e cheias de tesão por terem assistido meus vídeos, elas me deixam muito agradecido e satisfeito, a satisfação é realmente minha.

Bruna Jones: Muitas pessoas são muito perfeccionistas quanto à obra de arte, você tinha o hábito de assistir seus próprios vídeos? Aliás, você tem o costume de assistir qualquer tipo de material adulto? 
Gaston Croupier: Eu ainda sou um fã de vídeos pornográficos de longa data, eu amo amadores sem camisinha, POV, gang bangs, capturar câmeras, ao ar livre, mas toda vez que um vídeo meu é liberado ou eu só me deparo, prefiro evitar vê-lo apenas porque me ver em uma tela me faz rir muito.


Bruna Jones: Hoje em dia a pornografia se tornou muito mais acessível ao mundo inteiro, uma pequena gravação pode se tornar viral em questão de minutos e mais e mais pessoas estão consumindo esse tipo de material do ponto de vista de um ator. Você acredita que mesmo hoje pode haver preconceito com quem trabalha nessa profissão?
Gaston Croupier: O preconceito está naqueles que "querem, mas não podem" e isso afeta sua própria sexualidade, atinge sua própria integridade e prejudica suas próprias crenças. Infelizmente, o mundo ainda acolhe pessoas frustradas assim, mas precisamos amá-las porque são apenas vítimas de suas próprias cadeias mentais, de suas próprias convenções sociais. Em resposta a isso, eles tratam os atores pornográficos como meras prostitutas, mostrando sua miséria moral e profunda ignorância.

Bruna Jones: Você chegou a trabalhar produzindo conteúdo adulto por volta de cinco/seis anos, o que te fez achar que era o melhor momento para finalizar essa carreira?
Gaston Croupier: Qualquer carreira merece parar quando está no topo. Pessoalmente, abandonei a pornografia depois de conhecer meu namorado atual, pois fui recompensado duas vezes e ainda tinha muitas oportunidades no meu horizonte, na verdade, eu planejava uma viagem aos EUA para aumentar minhas possibilidades se não me comprometesse.

Bruna Jones: Agora que você saiu da industria de filmes adultos, o que você planeja fazer? Algo que possa compartilhar com os seus fãs?
Gaston Croupier: Parei de fazer vídeos pornográficos e também shows de sexo em 2017. Desde então, trabalho em uma loja em Roma onde moro e tento terminar meus estudos.


Bruna Jones: Tanto nos Estados Unidos quanto no Brasil, reality show está na moda. Existem vários..."The Voice", "Survivor", "Big Brother"... Se você fosse convidado para participar de algum, você aceitaria?
Gaston Croupier: Bem, por que não... Eu moro em Roma há 9 anos e esta cidade está ficando 'mais estreita' agora. Minha disposição é basicamente quadriculada e, dispendiosamente, sou irregular, talvez precise de uma mudança de cenário.

Bruna Jones: Você já esteve no Brasil? Gostaria de vir nos visitar?
Gaston Croupier: Nunca estive no Brasil, mas gostaria de visitar e principalmente amar os brasileiros: eles são gostosos, eles mandam!!!

Bacana a nossa conversa, não é mesmo? E ele ainda deixou um recadinho antes de ir, olha só: "Brasileiros, quando a Amazônia se queimou, eu estava com vocês, não permita que os palhaços prometam o céu, pois as grandes empresas estão explorando sua riqueza debaixo do nariz. Políticos propagandísticos se deitam com grandes empreendedores e não dão a mínima para o povo, exceto por sua própria carteira. A resposta correta deve ser: Foda-se e vá para a cama com a realidade! Ou pelo menos, foda-me enquanto vamos para a cama!"


E se você for maior de idade e quiser continuar acompanhando o trabalho do rapaz, ele avisa que pode ser visto no Facebook @gaston.croupier, Twitter @gaston_croupier e Instagram @gastoncroupier. Ele também tinha um blog, mas uma vez que deixou a pornografia, ele também deixou de postar, mas quem quiser conhecer é só clicar AQUI.

Espero que vocês tenham gostado, em breve eu volto com mais! Qualquer novidade eu volto, lembrando que quem quiser entrar em contato comigo, pode add no facebook, procurando por "Bruna Jones" e que agora na página oficial do blog, vocês encontram conteúdo exclusivo: clique aqui! Podem também procurar e seguir no twitter e instagram no @odiariodebrunaj certo?

Nenhum comentário:

Postar um comentário