segunda-feira, 2 de outubro de 2017

Big Brother Realidade Alternativa 7: Everton Cruz


"Meu nome é Everton Cruz, sou de Novo Hamburgo, Rio Grande do Sul, mas a minha vida é os palcos do Brasil e do mundo, já que eu sou vocalista de uma das bandas de rock/metal de maior sucesso daqui deste país. Tenho 37 anos e estou solteiro, não penso em compromisso tão cedo, prezo muito pela minha liberdade de fazer o que eu quiser, quando quiser, sem ter que dar satisfação ou depender de outra pessoa. Acredito que o confinamento poderá ficar um pouco pesado pra mim por conta disso, por não ter pra onde ir quando me estressar. Sou um cara de personalidade forte e que não esconde os sentimentos apenas para o bem estar do próximo.

Uma das principais tretas para mim no confinamento teria ser que conviver com o Edson, mas com o meu público é forte, a gente já conquistou essa eliminação. Não é que eu tenha problemas sérios com ele, eu apenas não vejo muitas coisas em comum para o nosso convívio ser mais próximo. Acho que essa vai ser uma temporada surpreendente para todo mundo, com esse elenco que está sendo formado e não é por eu ser famoso que vou ser diferente com pessoas menos conhecidas, pra mim, todo mundo ali dentro está no mesmo nível de popularidade, caso contrário a gente não estaria reunido nessa casa, não é mesmo? Eu estou indo para ganhar, quero ganhar e vou fazer de tudo para que isso aconteça. Que os jogos comecem!"


LEMBRANDO QUE: Esta coluna é uma obra de ficção, qualquer semelhança com nomes, pessoas, factos ou situações da vida real terá sido mera coincidência. Todos os direitos de criação das personagens e suas histórias são reservados. Este material não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem autorização. © 2015 - 2017

Qualquer novidade eu volto, lembrando que quem quiser entrar em contato comigo, pode add no facebook, procurando por "Bruna Jones" e que agora na página oficial do blog, vocês encontram conteúdo exclusivo: clique aqui! Podem também procurar e seguir no twitter no @odiariodebrunaj certo?

Um comentário: